Rede social

Twitter é multado em US$ 150 milhões nos EUA por táticas enganosas de publicidade

FTC acusa rede social de permitir que anunciantes usassem número de telefone e e-mail de usuários que haviam sido informados para proteção das contas

Por  Estadão Conteúdo -

A Comissão Federal de Comércio (FTC, na sigla em inglês) anunciou uma multa ao Twitter (TWTR34) de US$ 150 milhões (mais de R$ 700 milhões na cotação atual) por usar enganosamente os dados de segurança da conta para publicidade direcionada.

O Twitter pediu aos usuários que fornecessem seus números de telefone e endereços de e-mail para proteger suas contas e, em seguida, lucrou ao permitir que os anunciantes usassem esses dados para segmentar usuários específicos, disse a FTC na quarta-feira (25).

A agência disse que as táticas da empresa, que está em processo conturbado de venda para o bilionário Elon Musk, violaram uma ordem de 2011 que proibia explicitamente a empresa de deturpar suas práticas de privacidade e segurança.

Leia também:

Mais de 140 milhões de usuários da rede social forneceram seus números de telefone ou endereços de e-mail entre 2014 e 2019, segundo a queixa apresentada pelo Departamento de Justiça em nome da FTC.

A comissão afirma que o Twitter não mencionou que as informações também seriam usadas para publicidade direcionada e que a empresa está proibida de lucrar com seus dados coletados enganosamente.

A empresa também terá que notificar os usuários que usou indevidamente números de telefone e endereços de e-mail e permitir que os usuários usem outros métodos de autenticação.

Ainda não investe no exterior? Estrategista da XP dá aula gratuita sobre como virar sócio das maiores empresas do mundo, direto do seu celular – e sem falar inglês

Compartilhe