Radar InfoMoney

Enauta (ENAT3) informa aumento de 50% das reservas do campo de Atlanta, Log (LOGG3) vende ativos e mais notícias

Confira os destaques do noticiário corporativo na sessão desta quarta-feira (27)

Por  Felipe Moreira -

O noticiário corporativo desta quarta-feira (27) tem como destaque a Enauta (ENAT3), que registrou aumento de 50% das reservas 2P (provadas e prováveis) do Campo de Atlanta. Além disso, a Log Commercial Properties (LOGG3) vendeu ativos por R$ 424,1 milhões.

Ambipar (AMBP3) e Kora Saúde (KRSA3) anunciaram realização de aquisições.

Já Carrefour Brasil (CRFB3), Telefônica (VIVT3) e Neoenergia (NEOE3) reportaram resultados na noite de ontem.

A safra de balanços continua com a divulgação dos resultados da Klabin (KLBN11) antes da abertura; Assaí (ASAI3), Dexco (DXCO3), EDP (ENBR3), Intelbras (INTB3), OdontoPrev (ODPV3), Log (LOGG3), Suzano (SUZB3) e GPA (PCAR3) reportam balanços após o fechamento do mercado.

Confira mais destaques:

Enauta (ENAT3)

A Enauta (ENAT3) anunciou que houve um aumento de cerca de 50% das reservas 2P do Campo de Atlanta, passando de 105,7 milhões de barris reportados em 31 de dezembro de 2021 para 155,7 milhões de barris em 30 de junho de 2022. Os dados são da consultoria independente Gaffney, Cline & Associates (GaffneyCline).

“Incorporamos volumes significativos às reservas 2P… Manteremos nossos esforços para ampliar a produção, com otimização dos custos operacionais e gerando valor para o país e nossos acionistas”, afirmou em nota o CEO da Enauta, Décio Oddone.

A produção total do campo foi de 1,8 milhão de barris de óleo no primeiro semestre deste ano, de acordo com os dados.

Log Commercial Properties (LOGG3)

A Log Commercial Properties (LOGG3) anunciou a celebração de instrumento particular de compromisso de Compra e Venda de Imóvel com o fundo imobiliário CSHG LOGÍSTICA (HGLG11), para a venda do imóvel de propriedade da sua controlada LOG Betim II, totalizando 95.730,00 m² de ABL e de contrato de compra e venda de ações com o CSHG LOGÍSTICA (HGLG11), para alienação de sua participação societária na sociedade Parque Torino Imóveis, equivalente a 40% do capital social, sendo que, referida participação representa 55.124,80 m² de ABL.

As vendas foram tratadas conjuntamente, com margens similares, por um valor total de R$ 424,1 milhões.

Carrefour Brasil (CRFB3)

O Carrefour Brasil (CRFB3) registrou lucro ajustado ao acionista controlador de R$ 600 milhões no segundo trimestre de 2022 (2T22), informou a varejista.

As projeções de consenso compiladas pela Refinitiv projetavam um lucro de R$ 508,8 milhões no segundo trimestre, queda de cerca de 10% na comparação com igual período de 2021, quando o lucro foi de R$ 566 milhões.

Telefônica (VIVT3)

A Telefônica Brasil, dona da Vivo (VIVT3), divulgou resultado do segundo trimestre de 2022 (2T22) com um lucro de R$ 746 milhões no período, queda de 44,6% na comparação anual.

A projeção da Refinitiv era de que a companhia tivesse lucrado R$ 1,145 bilhão no segundo trimestre. Já a projeção para o lucro reportado, considerando efeitos operacionais e contábeis, era de R$ 1,073 bilhão.

Neoenergia (NEOE3)

A Neoenergia (NEOE3) teve lucro líquido de R$ 1,075 bilhão no segundo trimestre de 2022, um desempenho 7% superior ao registrado no mesmo período de 2021.

O lucro antes juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) ajustado cresceu 40% no 2T22, totalizando R$ 3,226 bilhões.

Ambipar (AMBP3)

Ambipar (AMBP3) informou aquisição do controle acionário da C-Tank. A compra foi através da controlada Emergência Participações (Ambipar Response).

A C-Tank é especialista em limpeza de tanques industriais e navais, oferecendo soluções onshore e offshore para clientes de diferentes segmentos. O valor não foi informado pela Ambipar (AMBP3), mas a C-Tank apresentou em 2021, um faturamento de R$ 41 milhões e um Ebitda de R$ 19 milhões.

Kora Saúde (KRSA3)

A Kora Saúde (KRSA3) comprou 100% do capital social do Centro de Cardiologia e Radiologia Intervencionista (CCRI), controlador do Hospital Encore, em Aparecida de Goiânia (GO), realizada por meio da subsidiária Ilha do Boi Participações.

Segundo a companhia, o fechamento da transação está sujeito ao cumprimento de certas condições precedentes usuais para operações da mesma natureza. A companhia informou ainda que o preço de aquisição das quotas do CCRI está sujeito a ajuste com base na variação do endividamento líquido e capital de giro do grupo e o pagamento está condicionado ao atingimento de certas metas de resultado futuro.

Jalles Machado (JALL3)

A Jalles Machado (JALL3) aprovou a distribuição de dividendos no montante de R$ 52,4 milhões, correspondente a R$ 0,1779076129 por ação.

Os dividendos serão pagos em 25 de agosto de 2022. Farão jus aos dividendos os detentores de ações de emissão da companhia na data base de 26 de julho de 2022.

TC Traders Club (TRAD3)

Em coletiva de imprensa, o CEO da Companhia apresentou o conteúdo de e-mails anônimos recebidos pelo Departamento de Relações com Investidores, que apresentam indícios de eventual envolvimento de Felipe Miranda e Caio Mesquita, diretores da Empiricus Research Publicações S.A., na elaboração de vídeo difamatório e calunioso a respeito do TC, que circulou nas redes sociais e aplicativos de comunicação em 28/06/2022 e causou queda expressiva na cotação das ações de emissão da Companhia.

O CEO ainda informou que os assessores jurídicos do TC estão analisando o material e que a companhia continuará colaborando com as autoridades competentes para que sejam realizadas as diligências cabíveis e, se comprovadas as denúncias, para que os indivíduos envolvidos sejam responsabilizados.

Modal (MODL11)

Superados os 15 dias da publicação da decisão da Superintendência Geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (Cade) no Diário Oficial da União, sem que tenha havido interposição de recurso ou avocação, transitou em julgado, tornando-se definitiva, a aprovação do Cade, sem restrições, para a operação de combinação de negócios entre o Banco Modal e o Banco XP.

Energisa (ENGI11)

A Energisa (ENGI11) comunicou que a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel), em reunião pública ordinária da diretoria, ocorrida nesta terça-feira (26), aprovou as Revisões Tarifárias Extraordinárias da Energisa Mato Grosso e da Energisa Mato Grosso do Sul, atendendo à aplicação da Lei 14.385/2022, que trata da devolução, aos
consumidores, de créditos fiscais associados ao excesso de tributo decorrente da inclusão do ICMS na base de cálculo do PIS / COFINS.

Natura (NTCO3)

A Natura (NTCO3) confirmou que a área de RI da Natura&Co será comandada por Helena Villares a partir de setembro. A executiva atuou por quase três anos como vice-presidente de Equity Research do Itaú BBA.

Banco Pan (BPAN4)

Mauro Dutra renuncia ao cargo de diretor financeiro e de RI. Carlos Eduardo Pereira Guimarães ocupará o posto de CEO interinamente.

Mills (MILS3)

A Mills aprovou alteração da razão social da companhia para “Mills Locação, Serviços e Logística S.A.”, e consequente alteração e consolidação do Estatuto Social.

Segundo comunicado, a alteração é mais um importante marco que, somado ao lançamento da nova marca e a divulgação da entrada no mercado de equipamentos de Linha Amarela, reafirma a Mills como uma empresa de locação de máquinas e equipamentos com fortes diferenciais competitivos.

Procurando uma boa oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje.

Compartilhe