Em mercados

Ministro da Economia, Paulo Guedes fala em comissão do Senado; acompanhe

Ontem, o ministro adiou a sua ida à CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) da Câmara para discutir a proposta de reforma da Previdência, o que gerou mal estar entre aliados do governo e no mercado  

SÃO PAULO - O ministro da Economia, Paulo Guedes, participa na tarde desta quarta-feira (27) de audiência na CAE (Comissão de Assuntos Econômicos) do Senado para tratar de Lei Kandir e pacto federativo. O presidente do Senado, Davi Alcolumbre, também está presente na sessão. 

Em sua apresentação inicial, Guedes voltou a fazer uma defesa de medidas liberalizantes e de ajuste fiscal, como a reforma da Previdência, dizendo se tratar de
questões que não devem ser consideradas como uma disputa entre governo e oposição. Ele também disse que uma reforma que leve a economia de R$ 1 trilhão
por 10 anos é uma questão de responsabilidade com gerações futuras e que agora a "bola da Previdência está com o Congresso"

Ontem, o ministro adiou a sua ida à CCJ (Comissão de Constituição e Justiça) da Câmara para discutir a proposta de reforma da Previdência, o que gerou mal estar entre aliados do governo e no mercado. 

A decisão ocorreu após o ministro ter sido alertado de que líderes partidários descontentes com o governo Jair Bolsonaro (PSL) articulavam o esvaziamento da comissão. A preocupação era do ministro ficar muito exposto, sendo sabatinado apenas por integrantes da oposição. Assim, governo e oposição fecharam um acordo para que ele compareça à reunião no dia 3 de abril - quarta-feira da próxima semana, para debater a proposta de reforma. Com isso, não foi necessária a votação de uma convocação obrigatória ao ministro.

Confira Paulo Guedes na CAE no vídeo abaixo: 

 

 

 

Contato