Liderança

Ethereum ultrapassa Bitcoin no mercado de opções pela primeira vez na história

Traders estão otimistas com a criptomoeda por causa da “Merge”, importante atualização do projeto

Por  CoinDesk -

O token nativo da blockchain Ethereum (ETH) ultrapassou o líder Bitcoin (BTC) no mercado de opções pela primeira vez na história.

Na manhã desta segunda-feira (1º), o valor cumulativo em dólares dos contratos de opções de ETH abertos na exchange Deribit era de US$ 5,7 bilhões, 32% superior aos US$ 4,3 bilhões de BTC. A Deribit é a maior corretora de opções de criptomoedas do mundo, respondendo por mais de 90% do volume total global.

O volume financeiro de opções abertas refere-se ao número de contratos de opções (call, de compra, e put, de venda) negociados multiplicado pelo preço de mercado à vista do ativo subjacente.

A primeira liderança histórica do ETH sobre o BTC no mercado de opções ocorre no momento em que traders acumulam calls de ETH e apostam na alta do criptoativo na esperança de que a “Merge” (Fusão, em português), uma importante atualização do projeto, cause uma redução de 90% na emissão dos tokens nativos da rede e traga um apelo de reserva de valor para eles.

O upgrade, que provavelmente acontecerá em setembro, combinará a atual blockchain de prova de trabalho (proof-of-work, ou PoW) do Ethereum com uma blockchain paralela de prova de participação (proof-of-stake, ou PoS) do projeto, chamada “Beacon Chain”, que está em execução desde 2020.

Leia mais:

O aumento da demanda por opções de compra fica evidente a partir da análise do índice put-call, uma medida que analisa o número de posições de venda em aberto em relação às posições de compra.

Quando há mais opções abertas de compra, significa que o mercado está otimista. Lembrando que as opções de call oferecem seguro contra movimentos de alta, enquanto as opções de put oferecem proteção contra quedas de preço.

“Embora alguns possam estar incertos sobre o resultado da Fusão, na Deribit, vemos muitas opções pós-Merge sendo criadas. A taxa geral de venda das puts está no nível mais baixo do ano, indicando um momento de alta”, disse o diretor comercial da Deribit, Luuk Strijers, para o CoinDesk.

A atividade no mercado à vista de ETH também aumentou. O ativo ultrapassou o Bitcoin e se tornou o mais negociado na exchange de criptomoedas Coinbase. Enquanto o volume de negociação de ETH representou 33,4% do volume total registrado na semana encerrada em 29 de julho, o volume de trade de BTC representou 32%. A Solana (SOL) ficou em terceiro lugar.

“Os investidores procuraram comprar BTC à medida que a cripto acompanhou o ritmo do ETH. Além disso, vimos um interesse renovado em SOL, Polygon (MATIC) e Avalanche ( AVAX)”, citou a Coinbase em seu comentário semanal sobre o mercado cripto publicado na sexta-feira (29).

Apesar do otimismo com Ethereum, cabe lembrar que o criptoativo, cujo valor de mercado é de US$ 200 bilhões, tem apenas metade do tamanho do Bitcoin, que tem capitalização de US$ 446 bilhões, segundo dados do agregador CoinMarketCap desta sexta. Alguns observadores estão confiantes de que o ativo digital em breve substituirá o BTC como a maior criptomoeda do mundo por valor de mercado.

Por outro lado, o ETH continua a ficar em segundo plano em relação ao Bitcoin em termos de volume diário de negociação nos mercados de futuros. De acordo com dados fornecidos pela Skew, o volume financeiro em futuros de ETH é de cerca de US$ 6 bilhões no momento da redação deste texto, a metade dos US$ 12 bilhões em futuros do Bitcoin.

Até onde as criptomoedas vão chegar? Qual a melhor forma de comprá-las? Nós preparamos uma aula gratuita com o passo a passo. Clique aqui para assistir e receber a newsletter de criptoativos do InfoMoney

Compartilhe