Radar InfoMoney

Dividendos da Petrobras (PETR4), dados operacionais de Méliuz (CASH3), Cyrela (CYRE3) e mais destaques

Confira os destaques do noticiário corporativo na sessão desta quinta-feira (14)

Por  Equipe InfoMoney -

O noticiário corporativo desta quinta-feira (14) tem como destaque a distribuição de proventos pela Petrobras (PETR3;PETR4), Telefônica (VIVT3) e Tegma (TGMA3). Além disso, a Petrobras elegeu o novo conselho de administração da companhia.

Já a Gol (GOLL4) concluiu acordo que amplia parceria com a American Airlines (AALL34).

A Méliuz (CASH3) registrou um volume bruto de vendas (GMV, na sigla em inglês) consolidado de R$ 1,6 bilhão, 65% acima do 1T21, quando atingiu R$ 1,0 bilhão.

A Cyrela (CYRE3) reportou vendas líquidas de R$ 1,312 bilhão, cifra 27% superior ao registrado no 1T21 e 17% abaixo do 4T21.

A Porto Seguro (PSSA3), por sua vez, adquiriu 100% de participação da Nido Tecnologia, por meio de sua controlada indireta, Olho Mágico Soluções Imobiliárias.

Confira os destaques:

Petrobras (PETR3;PETR4)

A Assembleia Geral Ordinária (AGO) da Petrobras (PETR4;PETR3) aprovou as indicações de José Mauro Coelho, Marcelo Gasparino, José Abdalla e Luiz Caroli para o conselho de administração.

Marcio Weber, Sonia Villalobos, Ruy Schneider e Murilo Marroquim foram reeleitos para o colegiado.

Weber foi eleito para a presidência do conselho de administração.

Dividendos

Também na assembleia, a estatal aprovou dividendo complementar de 2,9422641 por ação.

O pagamento será realizado em 16 de maio de 2022, para os detentores de ações de emissão da Petrobras negociadas na B3, e a partir de 23 de maio de 2022, para os detentores de American Depositary Receipts (ADRs) negociadas na NYSE.

Conforme comunicado da empresa, a data de corte para os detentores de ações de emissão da Petrobras negociadas na B3 será dia 13 de abril e a record date para os detentores de ADRs será o dia 18 de abril de 2022.

“As ações da Petrobras serão negociadas ex-direitos na B3 e as ADRs na NYSE a partir de amanhã (hoje), dia 14 de abril de 2022.”

Com o dividendo complementar, a remuneração aos acionistas relativa ao Exercício Social de 2021 atingiu o valor de R$ 7,773202 por ação.

Bloco

A estatal também informou que recebeu hoje, à vista, o montante de R$ 5,26 bilhões da Shell, referente à sua parcela de 25% na compensação de Atapu, bloco adquirido pelo consórcio composto pela Petrobras (52,5%), Shell (25%) e Total Energies (22,5%) na 2ª rodada de licitações do Excedente da Cessão Onerosa no regime de Partilha de Produção.

As assinaturas do contrato de Partilha de Produção e do Acordo de Coparticipação estão previstas para ocorrerem até o dia 29/04/2022.

Eletrobras (ELET3;ELET6)

O Tribunal de Contas da União (TCU) marcou o julgamento final sobre a privatização da Eletrobras (ELET3;ELET6) para a próxima quarta-feira, 20 de abril. Ainda assim, existe o risco de que algum ministro peça vista, ou seja, mais tempo para analisar o assunto.

O receio do governo é o de que um pedido de vista adie para além de maio a conclusão do processo de desestatização. De acordo com o regimento interno do TCU, os ministros podem pedir até 60 dias para analisar melhor um caso em julgamento. Porém, esse prazo pode ser menor caso o plenário do tribunal defina isso em votação por maioria.

A S&P reafirmou os ratings de Eletrobras (ELET6; ELET3) em escala global e nacional. Na escala global, manteve a avaliação BB-, considerando um melhor desempenho operacional desde 2017, com redução de custos, foco em geração e transmissão, e continuidade da venda de ativos não estratégicos. A perspectiva é estável.

Na escala nacional, a agência reafirmou os ratings de crédito de emissor de longo e curto prazos ‘brAAA/brA-1+’ (estável).

Telefônica (VIVT3)

O Conselho de Administração aprovou juros sobre capital próprio de R$ 150 milhões, correspondente a R$ 0,08962197427 por ação.

O pagamento será realizado até o dia 31 de julho de 2023, com base na posição acionária do dia 29 de abril de 2022.

Tegma (TGMA3)

O Conselho de Administração da companhia aprovou a distribuição de proventos no valor de R$ 22,3 milhões, correspondentes a R$ 0,3387760680 por ação, sendo R$ 16,7 milhões em dividendos, correspondentes a R$ 0,2540820510 por ação, e R$ 5,5 milhões em juros sobre capital próprio, correspondentes a R$ 0,0846940170 por papel.

Os pagamentos serão efetuados em 27 de abril de 2024, com base na posição acionária de 13 de abril de 2022.

Gol (GOLL4)

A Gol (GOLL4) anunciou o fechamento da transação envolvendo a expansão de sua cooperação comercial com a American Airlines por meio de um acordo de codeshare exclusivo pelos próximos três anos e um investimento pela American no montante de US$ 200 milhões em 22,2 milhões de novas ações preferenciais emitidas pela GOL em aumento de capital representando uma participação de 5,3% das ações da companhia.

A American Airlines e o acionista controlador da GOL celebraram um acordo de acionistas por meio do qual a American detém o direito de indicar um membro para o conselho de administração da GOL durante o período de exclusividade previsto na operação.

O novo acordo amplia os termos da parceria de codeshare existente entre a GOL e a American, aumentando as oportunidades de viagens aos seus passageiros, assim como melhorando a posição competitiva da GOL nas rotas que conectam as Américas do Sul e do Norte.

Em vigor desde fevereiro de 2020, o codeshare existente representa a maior malha aérea das Américas e permite que os clientes da Gol se conectem a mais de 30 destinos nos Estados Unidos. Os voos da parceria atualmente operam nos hubs da GOL em São Paulo (GRU) e no Rio de Janeiro (GIG), integrando 34 opções de rotas brasileiras e internacionais, como é o caso de Montevidéu, no Uruguai.

Cyrela (CYRE3)

A Cyrela (CYRE3) reportou vendas líquidas de R$ 1,312 bilhão, cifra 27% superior ao registrado no 1T21 e 17% abaixo do 4T21.

A construtora lançou 6 empreendimentos no trimestre totalizando um volume de R$ 1,038 bilhão entre janeiro e março deste ano, 146% superior ao realizado no 1T21 e 59% abaixo do 4T21.

Mélliuz (CASH3)

A Méliuz (CASH3) registrou um volume bruto de vendas (GMV, na sigla em inglês) consolidado de R$ 1,6 bilhão, 65% acima do 1T21, quando atingiu R$ 1,0 bilhão. Desses R$ 1,6 bilhão, R$ 1,3 bilhão é referente ao Méliuz, R$ 194,9 milhões é referente ao shopping internacional e R$ 41,7 milhões à Promobit.

A companhia encerrou o 1T22 com um total de 23,6 milhões de contas abertas, um crescimento de 44% em relação ao período do ano anterior, quando alcançamos 16,4 milhões.

Porto Seguro (PSSA3)

A Porto Seguro (PSSA3) adquiriu 100% de participação da Nido Tecnologia, por meio de sua controlada indireta, Olho Mágico Soluções Imobiliárias. O valor da transação não foi informado.

A Nido atua há mais de 20 anos no desenvolvimento de soluções tecnológicas (software) para o ramo imobiliário, e sua aquisição tem por objetivo fortalecer o ecossistema de ferramentas do Olho Mágico.

Tegra

No primeiro trimestre de 2022, a Tegra lançou 4 empreendimentos que totalizaram R$ 499 milhões no valor geral de vendas (VGV) de lançamento e apresentou aumento superior a 5 vezes em comparação com o 1T21.

As vendas brutas totalizaram R$ 305 milhões no 1T22, representando um aumento de 11% em relação ao 1T21 e uma redução de 23% em relação ao 4T21.

GPA (PCAR3)

A companhia informou que tornou-se definitiva a decisão da Superintendência-Geral do Conselho Administrativo de Defesa Econômica (CADE) que aprovou a Venda de Imóveis sem restrições da companhia para o fundo de investimento imobiliário Barzel Properties.

Guararapes (GUAR3)

Conselho de Administração da varejista aprovou a realização da 5ª emissão de debêntures simples, não conversíveis em ações, em série única, no valor total de até R$ 900 milhões.

Natura (NTCO3)

O conselho de administração da companhia aprovou a emissão de bonds, de montante benchmark, no valor total de US$ 600 milhões, com prazo de sete anos, a juros remuneratórios de 6,125%.

Segundo a empresa, os recursos serão utilizados para fins corporativos gerais, incluindo, mas não se limitando, ao refinanciamento de determinadas dívidas.

Mitre (MTRE3)

A Mitre realizou 4ª emissão de CRI com vencimento em 2027 totalizando R$ 130 milhões.

Camil (CAML3)

A Camil (CAML3) cancelou 10 milhões de ações ordinárias que estavam em sua tesouraria. A iniciativa faz parte do programa de recompra de ações da empresa

Com isso, o capital social da companhia passa a ser dividido em 360 milhões de ações.

Sanepar (SAPR11)

A Sanepar informou que a Agepar aprovou reajuste de 4,96% sobre tarifa de equilíbrio preliminar, que entra em vigor em 17 de maio deste ano.

Gerdau (GGBR4)

A BlackRock reduziu participação para 4,97% em ações preferenciais emitidas pela companhia Gerdau (GGBR4), passando a deter 36 milhões de papéis do tipo.

Cemig (CMIG4)

A Moody’s elevou rating corporativo da Cemig (CMIG4) e das subsidiárias Cemig Distribuição e Cemig Geração e Transmissão de AA-.br para AA.br.

Oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje. Assista aqui.

Compartilhe