Ethereum sustenta alta, se mantém em US$ 1.900 e já valoriza 40% em relação Bitcoin após atualização ser antecipada

ETH já acumula valorização de cerca de 85% em dólares desde que atualização foi anunciada, em meados de junho

Paulo Barros | CoinDesk

(Drawkit Illustrations/Unsplash)

Publicidade

O rali que levou o Bitcoin (BTC) para perto de US$ 25 mil ontem após o anúncio de deflação nos Estados Unidos esfria na manhã desta sexta-feira (12) e leva a criptomoeda de volta para US$ 24 mil, com recuo de 2% às 7h. Apesar das perdas na principal cripto do mercado, o Ethereum (ETH) sustenta a alta do dia anterior e é negociado perto da estabilidade nas primeiras horas de hoje, se mantendo em US$ 1.900.

Por trás do movimento está o otimismo em relação à atualização da Fusão, que foi antecipada por desenvolvedores e deve acontecer entre 11 e 15 de setembro – antes, a mudança era esperada para a partir do dia 19 do mês que vem.

Até onde as criptomoedas vão chegar? Qual a melhor forma de comprá-las? Nós preparamos uma aula gratuita com o passo a passo. Clique aqui para assistir e receber a newsletter de criptoativos do InfoMoney

Masterclass

As Ações mais Promissoras da Bolsa

Baixe uma lista de 10 ações de Small Caps que, na opinião dos especialistas, possuem potencial de valorização para os próximos meses e anos, e assista a uma aula gratuita

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

A Fusão do Ethereum fará com que a blockchain abandone o mecanismo atual de mineração para produção da criptomoeda ETH, adotando em seu lugar o sistema de prova de participação (Proof of Stake, ou PoS), que gasta 99% menos energia. Uma rede PoS já roda desde 2020, e será unificada à blockchain principal no mês que vem – daí o nome de Fusão.

“Estou otimista com o Ethereum”, disse Dan Weiskopf, gestor de portfólio da Amplify ETFs ao CoinDesk.

O salto do Ethereum está ligado ao humor nas bolsas, mas sobretudo à expectativa pela atualização da Fusão após os desenvolvedores concluírem com sucesso a última fase de testes na noite de quarta-feira (10).

Continua depois da publicidade

Com isso, o Ethereum estende os ganhos frente ao Bitcoin, em valorização que já passa de 40% em relação ao BTC nos últimos 30 dias. Desde que a data provisória da atualização foi anunciada, em meados de junho, o salto da criptomoeda em dólares alcança os 85%.

Diante do cenário positivo, analistas técnicos também apontam o registro do padrão chamado de Golden Cross (Cruz Dourada), em que a média exponencial de 50 dias cruza a de 200 dias. O sinal é lido como positivo porque mostra uma força no preço recente do ativo.

Weiskopf, no entanto, considera positivo que o Bitcoin tenha se mantido na região dos US$ 24 mil mesmo que apresente recuo na manhã de hoje.

“As pessoas estão empolgadas em assumir riscos novamente porque parece que a inflação está sob controle”, disse Weiskopf. “Vamos ver se isso realmente se confirma. O Bitcoin chegou ao fundo e agora estamos em US$ 24 mil, muitos estão animados com isso.”

Entre as altcoins, o melhor resultado do dia é do Huobi Token (HT), que dispara 20% após surgir a notícia de que os empresários Sam Bankman-Fried e Justin Sun estariam em tratativas sobre a possível aquisição da exchange Huobi, que vem enfrentando problemas durante o “inverno cripto” – no mês passado, a corretora anunciou a demissão de 30% dos seus funcionários. Veja mais detalhes abaixo.

Na sequência aparece o Ethereum Classic (ETC), versão que tem a expectativa de herdar mineradores que não poderão mais trabalhar na rede Ethereum após a atualização marcada para setembro. A criptomoeda ETC avança 11,8% nas últimas 24 horas.

Confira o desempenho das principais criptomoedas às 7h:

Criptomoeda Preço Variação nas últimas 24 horas
Bitcoin (BTC) US$ 24.053,20 -2%
Ethereum (ETH) US$ 1.899,40 +0,6%
Binance Coin (BNB) US$ 327,05 -1,4%
XRP (XRP) US$ 0,379835 -0,5%
Cardano (ADA) US$ 0,537603 -0,3%

As criptomoedas com as maiores altas nas últimas 24 horas:

Criptomoeda Preço Variação nas últimas 24 horas
Huobi (HT) US$ 5,33 +20%
Ethereum Classic (ETC) US$ 43,31 +11,8%
Bitcoin Gold (BTG) US$ 32,25 +8
OKB (OKB) US$ 20,26 +6%
Tenset (10SET) US$ 2,94 +5,7%

As criptomoedas com as maiores quedas nas últimas 24 horas:

Criptomoeda Preço Variação nas últimas 24 horas
THORChain (RUNE) US$ 2,93 -6%
Lido DAO (LIDO) US$ 2,60 -5,2%
FTX Token (FTT) US$ 30,69 -4,6%
Arweave (AR) US$ 14,75 -4,4%
Elrond (EGLD) US$ 65,47 -3,9%

Confira como fecharam os ETFs de criptomoedas no último pregão:

ETF Preço Variação
Hashdex NCI (HASH11) R$ 23,00 +4,54%
Hashdex BTCN (BITH11) R$ 29,74 +2,58%
Hashdex Ethereum (ETHE11) R$ 29,10 +5,24%
Hashdex DeFi (DEFI11) R$ 28,26 +3,21%
Hashdex Smart Contract Plataform FI (WEB311) R$ 23,00 +1,99%
QR Bitcoin (QBTC11) R$ 7,81 +3,3%
QR Ether (QETH11) R$ 7,13 +7,21%
QR DeFi (QDFI11) R$ 5,35 +3,68%
Cripto20 EMPCI (CRPT11) R$ 6,10 0%
Investo NFTSCI (NFTS11) R$ 34,56 +0,17%

Veja as principais notícias do mercado cripto desta sexta-feira (12):

Desenvolvedor do Tornado Cash é preso na Holanda

Um desenvolvedor de 29 anos, suspeito de estar envolvido com o protocolo Tornado Cash, tornado ilegal pelas autoridades dos Estados Unidos nesta semana, foi preso em Amsterdã hoje, de acordo com um comunicado do Serviço de Informação e Investigação Fiscal (FIOD).

A investigação é liderada pelo Ministério Público por fraudes graves, crimes ambientais e confisco de bens. A FIOD iniciou as investigações em junho. Ainda não está descartado o cumprimento de vários pedidos de prisão.

Na segunda-feira (8), o Tornado Cash foi colocado na lista de sanções da OFAC pelos EUA, na prática colocando o serviço, que embaralha transações de cripto, na ilegalidade. Os EUA acusam o serviço de facilitar a lavagem de criptos roubadas em ataques hackers.

Huobi negociação venda com valuation de US$ 3 bi

O fundador da exchange de criptomoedas Huobi Global, Leon Li, está em negociações para vender uma participação majoritária na empresa em uma transação que avaliaria a empresa em US$ 3 bilhões ou mais, informou a Bloomberg nesta sexta-feira (12).

Li pretende vender quase 60% da empresa e teria tido conversas preliminares com o fundador da Tron (TRX), Justin Sun, e com a FTX, exchange de criptomoedas fundada pelo bilionário Sam Bankman-Fried, disse a Bloomberg, citando pessoas familiarizadas com o assunto.

Via Twitter, Sun negou qualquer envolvimento no negócio.

Se concretizada nesses termos, a aquisição da Huobi seria um dos maiores de todos os tempos na indústria de criptomoedas. A exchange é uma das maiores do mundo, com volume diário de transações de mais de US$ 1 bilhão, de acordo dados do agregador CoinGecko.

Binance recupera US$ 450 mil roubados da Curve Finance

O CEO da Binance, Changpeng Zhao “CZ”, disse nesta sexta-feira (12) que a exchange congelou ou recuperou US$ 450 mil que foram roubados do protocolo DeFi Curve Finance (CRV) no início desta semana.

Na terça-feira (9), hackers roubaram quase US$ 570 mil do projeto DeFi, pouco antes de os desenvolvedores do protocolo afirmarem ter corrigido o bug que permitiu o ataque.

A Curve.Finance é um dos principais players do ecossistema DeFi devido às recompensas que oferece para quem deposita stablecoins para servir de liquidez para transações em vários outros protocolos.

Segundo o CEO da Binance, a exchange agora está trabalhando com autoridades para devolver as criptos recuperadas para os usuários afetados.

Coinbase tem rating rebaixado pela S&P Global

Em novo revés para a Coinbase, a agência de classificação de crédito S&P Global disse em nota na quinta-feira que as perspectivas para a exchange de criptomoedas são “negativas”.

A S&P Global reduziu o rating de crédito de emissor de longo prazo da Coinbase e os ratings de dívida sênior sem garantia de BB+ para BB, citando “lucros fracos e pressão competitiva”.

“O risco competitivo se intensificou no setor de negociações de criptomoedas, com a participação de mercado da empresa diminuindo este ano”, escreveu a S&P Global.

“Acreditamos que, como resultado da erosão da participação de mercado e um maior risco de compressão de margem, as variações cíclicas (mudanças de pico a vale em receita, EBITDA e margem EBITDA) para a Coinbase superaram nossas expectativas anteriores, levando-nos a revisar nossas avaliação do risco financeiro”.

Até onde as criptomoedas vão chegar? Qual a melhor forma de comprá-las? Nós preparamos uma aula gratuita com o passo a passo. Clique aqui para assistir e receber a newsletter de criptoativos do InfoMoney

Paulo Barros

Editor de Investimentos