Criptos hoje

Bitcoin sustenta alta após maior ganho diário em 6 semanas; Ethereum puxa disparada de até 35% em altcoins

Manhã é de ganhos generalizados no mercado de cripto após ajuste de 75 bps na taxa de juros dos EUA ontem

Por  Paulo Alves, CoinDesk -

A alta mais forte do Ethereum entre ontem e hoje causou mais de US$ 200 milhões em liquidações de traders que apostavam contra a alta da criptomoeda – 72% das posições no mercado de futuros.

Além disso, o salto do ETH ajuda a puxar altcoins com melhor resultado nesta manhã, como é o caso da disparada de 35% do token de Lido (LIDO), pertencente a uma plataforma que intermedia o staking (depósito de cripto com rendimento em contrato inteligente) em uma rede paralela do Ethereum que já não trabalha com o mecanismo convencional de mineração.

O otimismo está ligado à expectativa de sucesso da atualização denominada “Merge” (Fusão), marcada para acontecer na semana do dia 19 de setembro. A mudança irá combinar a rede de staking com a atual, convertendo o Ethereum em uma blockchain mais ecológica, com 99% menos consumo energético.

Com salto de 25% hoje também está o Ethereum Classic (ETC), versão antiga do Ethereum que ficou para trás após um hack em 2015. Recentemente, o cofundador do Ethereum, Vitalik Buterin, encorajou mineradores insatisfeitos com a atualização a migrarem para a versão “classic”, que manterá o sistema comum de validação de blocos.

Nenhuma cripto entre as 100 com maior valor de mercado registra queda nas últimas 24 horas.

CriptomoedaPreçoVariação nas últimas 24 horas
Bitcoin (BTC)US$ 22.958,21+7,7%
Ethereum (ETH)US$ 1.618,22+10,9%
Binance Coin (BNB)US$ 266,90+5,7%
XRP (XRP)US$ 0,354735+5,3%
Cardano (ADA)US$ 0,499517+7%

As criptomoedas com as maiores altas nas últimas 24 horas:

CriptomoedaPreçoVariação nas últimas 24 horas
Lido (LIDO)US$ 2,03+35%
Synthetix (SNX)US$ 3,73+26%
Celsius (CEL)US$ 1,15+25,4%
Bitcoin Gold (BTG)US$ 27,36+25,4%
Ethereum Classic (ETC)US$ 33,92+24,8%

Confira como fecharam os ETFs de criptomoedas no último pregão:

ETFPreçoVariação
Hashdex NCI (HASH11)R$ 21,00+8,24%
Hashdex BTCN (BITH11)R$ 28,48+5,28%
Hashdex Ethereum (ETHE11)R$ 24,68+14,1%
Hashdex DeFi (DEFI11)R$ 24,19+15,74%
Hashdex Smart Contract Plataform FI (WEB311)R$ 19,80+3,39%
QR Bitcoin (QBTC11)R$ 7,60+7,19%
QR Ether (QETH11)R$ 6,08+10,34%
QR DeFi (QDFI11)R$ 4,60+14,71%
Cripto20 EMPCI (CRPT11)R$ 5,75+4,54%
Investo NFTSCI (NFTS11)R$ 32,55+5%

Veja as principais notícias do mercado cripto desta quinta-feira (28):

Bitso viabiliza transferência de jogador de futebol com cripto

A exchange Bitso viabilizou a transferência do jogador Giuliano Galoppo, do clube argentino Club Atlético Banfield, para o São Paulo Futebol Clube, usando criptomoedas.

Segundo a corretora, que atua no Brasil e tem sede no México, trata-se da primeira transação do futebol sul-americano envolvendo criptoativos.

Segundo apurado pelo GloboEsporte, o negócio foi patrocinado por vários anunciantes do SPFC, que ajudaram a levantar o capital necessário para fechar a contratação. A Bitso é uma delas.

Binance promove curso de blockchain para o MP-RJ

A Binance realiza nos dias 8 e 9 de agosto, no Rio de Janeiro, um workshop sobre blockchain e criptoativos para Promotores de Justiça e investigadores do Grupo de Atuação Especial no Combate ao Crime Organizado (Gaeco) do Ministério Público do Estado do Rio de Janeiro e outros órgãos convidados.

Segundo a exchange, o treinamento vai ser conduzido por integrantes de seu departamento de investigações. Em junho, a empresa conduziu um workshop semelhante para investigadores da Polícia Federal e outros órgãos em Brasília.

Emissora do USDT reduz exposição a papeis comerciais

A stablecoin Tether USD (USDT) reduziu sua exposição total a papeis comerciais para US$ 3,7 bilhões, afirmou a controladora Tether em comunicado divulgado ontem.

Em julho do ano passado, o volume de papeis comerciais no tesouro da empresa era de US$ 30 bilhões, quantia criticada por especialistas por ser alta demais a ponto de colocar em risco a liquidez da criptomoeda em um momento de estresse dos mercados.

A emissora da cripto afirma ter planos de diminuir ainda mais a exposição, para US$ 200 milhões, até o final de agosto de 2022. O objetivo é zerar a posição em papeis comerciais até o final de outubro ou início de novembro deste ano.

Até onde as criptomoedas vão chegar? Qual a melhor forma de comprá-las? Nós preparamos uma aula gratuita com o passo a passo. Clique aqui para assistir e receber a newsletter de criptoativos do InfoMoney

Compartilhe