5 assuntos

Bolsas mundiais em queda; falas do Fed, PEC dos combustíveis e mais assuntos do mercado hoje

Preocupações com uma possível recessão global são renovadas, enquanto investidores monitoram falas de formuladores de política monetária

Por  Felipe Moreira -

Os índices futuros de Nova York e bolsas europeias recuam na manhã desta quarta-feira (29), em razão das preocupações renovadas com uma possível recessão global, à medida que as políticas monetárias cada vez mais apertadas se mostram necessárias para combater a alta inflação.

As ações do mercado asiático também caíram após a confiança do consumidor na Coreia do Sul e no Japão recuar, segundo pesquisas oficiais.

Os investidores continuam atentos às notícias da cúpula da OTAN na Espanha na quarta-feira, bem como do fórum do Banco Central Europeu (BCE) em Sintra, Portugal. O presidente do Federal Reserve, Jerome Powell, e a presidente do BCE, Christine Lagarde, devem falar nesta manhã de quarta-feira.

Nos EUA, ainda será divulgada a leitura final do PIB do primeiro trimestre de 2022, com previsão de queda de 1,5%, segundo a Refinitiv.

Por aqui, às 8h, sai o dado do IGP-M de junho, com previsão pela Refinitiv, de +0,69%. No mesmo horário sai ainda a confiança de serviços.

À tarde, às 14h30, está prevista, a divulgação do resultado primário do Governo Central. Enquanto no corporativo, a Oi realiza teleconferência com analistas, às 11h, para comentar os resultados do 1º trimestre.

Do lado político, o relatório da PEC dos Combustíveis, adiado duas vezes, está previsto para ser apresentado às 9h30 pelo senador Fernando Bezerra.

Confira mais destaques:

1. Bolsas Mundiais

Estados Unidos

Os índices futuros dos EUA operam com leves perdas na manhã desta quarta-feira (29), após ensaiar uma tentativa de recuperação das perdas da sessão passada.

Os mercados recuaram na terça-feira após uma leitura decepcionante do índice de confiança do consumidor, que chegou a 98,7 e ficou abaixo da estimativa de 100 do Dow Jones.

Hoje, investidores aguardam por comentários do presidente do Fed, Jerome Powell, no fórum do BCE, bem como pela leitura final do PIB do 1º trimestre.

Nesta quarta, a presidente do Federal Reserve de Cleveland, Loretta Mester, disse à CNBC que, se as condições econômicas permanecerem as mesmas, quando o banco central dos EUA se reunir para decidir seu próximo movimento de política monetária em julho, ela defenderá um aumento de 75 pontos-base nas taxas de juros.

Veja o desempenho dos mercados futuros:

  • Dow Jones Futuro (EUA), -0,13%
  • S&P 500 Futuro (EUA), -0,23%
  • Nasdaq Futuro (EUA), -0,31%

Ásia

Os mercados asiáticos fecharam no vermelho, com confiança do consumidor caindo no Japão e na Coreia do Sul.

O índice de sentimento do consumidor da Coreia do Sul caiu, ficando em 96,4 em junho de 2022, uma queda de 6,2 pontos em relação à impressão de maio, de acordo com a pesquisa do Bank of Korea.

As vendas no varejo no Japão aumentaram 3,6% em maio em comparação com um ano atrás, um terceiro mês consecutivo de crescimento, mostraram dados do governo. Já a confiança do consumidor japonês caiu em junho, com o índice em 32,1, ante 34,1 em maio.

  • Shanghai SE (China), -1,40%
  • Nikkei (Japão), -0,91%
  • Hang Seng Index (Hong Kong), -1,88%
  • Kospi (Coreia do Sul), -1,82%

Europa

Os mercados europeus operam em baixa nesta quarta-feira (29), à medida que investidores avaliam as perspectivas econômicas. As perdas para os mercados europeus seguiram a tendência observada em outros lugares do mundo.

Entre os indicadores, a inflação da Espanha ultrapassou 10% em junho pela primeira vez desde 1985, mostraram dados preliminares nesta quarta-feira. A inflação anual subiu para 10,2%, ante 8,7% em maio e acima da previsão de 9% de analistas consultados pela Reuters.

  • FTSE 100 (Reino Unido), -0,49%
  • DAX (Alemanha), -1,20%
  • CAC 40 (França), -0,50%
  • FTSE MIB (Itália), -1,01%

Commodities

As cotações do petróleo operam entre leves perdas e ganhos nesta quarta-feira depois de subir nas três sessões anteriores. O cenário é de que o aperto da oferta global continuará, pois há espaço limitado para grandes produtores como a Arábia Saudita aumentarem a produção.

  • Petróleo WTI, +0,36%, a US$ 112,16 o barril
  • Petróleo Brent, +0,20%, a US$ 118,22 o barril
  • Minério de ferro negociado na bolsa de Dalian teve alta de 2,29%, a 803,50 iuanes, o equivalente a US$ 119,97

Bitcoin

  • Bitcoin, -5,22% a US$ 20.058,80 (em relação à cotação de 24 horas atrás)

2. Agenda

Nesta quarta-feira (29), saem a leitura final dos PIB do primeiro trimestre dos EUA, com previsão de queda de 1,5%, segundo a Refinitiv, e os estoques semanais de petróleo (AIE), às 11h30, com previsão de queda de 106 mil barris.

No Brasil, logo cedo, às 8h00, sai o dado do IGP-M de junho, com previsão pela Refinitiv, de +0,69%. No mesmo horário sai a confiança de serviços.

À tarde, às 14h30, está prevista, a divulgação do resultado primário do Governo Central.

Brasil

8h: IGP-M

14h30: Resultado primário do governo central

EUA

9h30: PIB trimestral

10h: Discurso do presidente do Fed, Jerome Powell

12h30: Discurso da diretora do Fed, Loretta Mester

14:05: Discurso da diretor do Fed, James Bullard

3. PEC dos combustíveis 

O relator Fernando Bezerra (MDB-PE) adiou novamente a apresentação de parecer da PEC dos Combustíveis no Senado. O texto será apresentado nesta quarta-feira, às 9h30.

Não foi informada a razão do terceiro adiamento da apresentação do relatório da PEC.

Voucher para caminhoneiros

O governo vem encontrando dificuldade para colocar em pé o vale-caminhoneiro, benefício emergencial de R$ 1 mil que deve ser concedido até o final do ano para a compra de diesel, aponta o Broadcast. A medida foi negociada pelo Palácio do Planalto com líderes do Congresso sem que estivesse definido o modelo do programa, a lista dos beneficiados, como fazer a transferência do benefício e, depois, a fiscalização do uso do dinheiro.

Presidente da Caixa

As atenções também se voltam para o presidente da Caixa, Pedro Guimarães, que segundo o site Metrópoles está sendo investigado pelo Ministério Público Federal após denúncias de assédio sexual contra funcionárias do banco estatal.

Depois dessa notícia, a Caixa divulgou comunicado informando que o pronunciamento e a coletiva de imprensa sobre Ano Safra 2022/23, previstos para acontecer na Caixa Cultural Brasília, foram cancelados.

4. Covid

Na última terça-feira (28), o Brasil registrou 294 mortes e 70.166 casos de covid-19 em 24h, segundo informações do consórcio de veículos de imprensa, às 20h.

A média móvel de mortes por Covid em 7 dias no Brasil ficou em 209, elevação de 40% em comparação com o patamar de 14 dias antes.

A média móvel de novos casos em sete dias foi de 54.695, o que representa alta de 30% em relação ao patamar de 14 dias antes.

Chegou a 167.455.002 o número de pessoas totalmente imunizadas contra a Covid no Brasil, o equivalente a 77,95% da população.

O número de pessoas que tomaram ao menos a primeira dose de vacinas atingiu 179.049.224 pessoas, o que representa 83,35% da população.

A dose de reforço foi aplicada em 101.612.791 pessoas, ou 47,3% da população.

5. Radar Corporativo

Petrobras (PETR3;PETR4)

Parlamentares e representantes dos petroleiros ingressaram na terça-feira (28) com uma Ação Popular na Justiça Federal do Rio de Janeiro para anular a nomeação de Caio Paes de Andrade como presidente da Petrobras (PETR3, PETR4).

Liderados pelo senador Jean-Paul Prates (PT), eles argumentam que Paes de Andrade não preenche os requisitos legais mínimos para o cargo. A iniciativa inclui ainda a Frente Parlamentar em Defesa da Petrobras, a Federação Única dos Petroleiros (FUP) e a Associação Nacional dos Petroleiros Acionistas Minoritários da Petrobras (Anapetro).

Oi (OIBR3)

A Oi (OIBR3;OIBR4) registrou lucro líquido de R$ 1,782 bilhão no primeiro trimestre de 2022 (1T22), revertendo prejuízo de R$ 3,038 bilhões do mesmo trimestre de 2021.

A companhia atribui o lucro ao resultado financeiro líquido positivo de R$ 1,87 bilhão e uma despesa de imposto de renda e contribuição social no valor de R$ 363 milhões.

O lucro antes juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) de rotina cresceu 9,9% no 1T22, totalizando R$ 1,252 bilhões. A margem Ebitda de rotina atingiu 28,4% nos três primeiros meses do ano, alta de 2,8 p.p. frente a margem registrada em 1T21.

B3 (B3SA3)

A B3 ajustou os valores atribuídos por ação relacionados aos dividendos referentes ao 1T22 foram ajustados de R$ 0,06957822 para R$ 0,06987217, e valores atribuídos por ação relacionados ao pagamento de juros sobre capital próprio, referentes ao 2T22, foram ajustados de R$ 0,06064724 para R$ 0,06090346.

O pagamento de ambos será realizado em 8 de julho de 2022, com base na posição acionária de hoje. As ações passam a ser negociadas na condição “ex” proventos a partir de 29 de junho de 2022.

Cemig (CMIG4) e Copel (CPLE6)

A Cemig (CMIG4) e Copel (CPLE6) afirmaram que estão avaliando efeitos da lei que determina devolução de  valores de tributos de Pasep/Cofins sobre ICMS recolhidos a maior pelas prestadoras do serviço público de distribuição de energia elétrica.

(Com Estadão, Reuters e Agência Brasil)

Oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje. Assista aqui.

Compartilhe