Radar InfoMoney

BB distribuirá 40% do lucro de 2022 em proventos; Renner aprova recompra de ações, Gafisa divulga prévia e mais notícias

Confira os destaques do noticiário corporativo na sessão desta sexta-feira (21)

Por  Equipe InfoMoney -

O noticiário corporativo desta sexta-feira (21) tem como destaque a aprovação de payout de 40% do Banco Brasil (BBAS3) para o exercício de 2022, via dividendos e/ou juros sobre o capital próprio (JCP).

Já a Eletrobras (ELET3;ELET6) deu mais um passo para privatização.

A Notre Dame (GDNI3), por sua vez, aprovou a distribuição de R$ 1 bilhão em proventos, após fusão com Hapvida (HAPV3).

Helbor (HBOR3), Gafisa (GFSA3) e Alvaville divulgaram prévias operacionais. Além disso, Oncoclínicas (ONCO3) e Viveo (VVEO3) anunciaram aquisições. Confira os destaques:

Banco Brasil (BBAS3)

O Banco do Brasil informou que seu conselho de administração aprovou distribuir 40% do lucro de 2022 em dividendos e juros sobre o capital próprio (40% de dividend payout).

Leia mais: Banco do Brasil (BBAS3) pode pagar dividendos “no nível da Petrobras (PETR4)”, diz Tiago Reis, da Suno

Em fato relevante, o BB afirmou que o valor definido considerou “o resultado do banco, sua condição financeira, a necessidade de caixa, o plano de capital e suas metas e respectivas projeções, a declaração de apetite e tolerância a riscos, perspectivas dos mercados de atuação presentes e potenciais, oportunidades de investimento existentes e a manutenção e expansão da capacidade operacional”.

Eletrobras (ELET3;ELET6

A Eletrobras (ELET3;ELET6) convocou na quinta-feira a assembleia geral extraordinária de acionistas que irá deliberar sobre a privatização da companhia.

A reunião foi marcada para 22 de fevereiro, às 14h, e será realizada de forma totalmente digital.

Os acionistas vão deliberar sobre as condições da desestatização, que segue em andamento apesar de ainda não ter recebido aprovação do Tribunal de Contas da União.

Hapvida (HAPV3) Notre Dame Intermédica (GNDI3)

A Hapvida e a Notre Dame Intermédica anunciaram que o fechamento da fusão das companhias vai acontecer no próximo dia 11 de fevereiro. No mesmo dia, as ações da Notre Dame deixam de ser negociadas na Bolsa.

No dia 14 de fevereiro, as ações das empresas combinadas começam a ser negociadas sob o código “HAPV3”.

Cada acionista da Notre Dame vai receber, no dia 16 de fevereiro, 5,2436 ações da Hapvida por cada ação da companhia que detiverem. No dia 29 de março, os acionistas vão receber a parcela caixa no montante de R$ 5,1260 por ação.

Farão jus à operação os acionistas da Intermédica que estiverem registrados na base da companhia até o dia 11 de fevereiro.

Já na véspera, o Conselho de Administração do Grupo Notre Dame Intermédica (GNDI3) informou que fixou o dividendo extraordinário a ser distribuído aos acionistas, no valor total de R$ 1 bilhão. Ele é correspondente a aproximadamente R$ 1,613026961 por ação de emissão da companhia.

O pagamento está condicionado à consumação da combinação de negócios com a Hapvida (HAPV3) e será realizado até 29 de março de 2022, com base na composição acionária da companhia no fechamento do mercado em 11 de fevereiro de 2022.

Nos termos do acordo celebrado em 27 de fevereiro de 2021 entre a companhia, a Hapvida, Hapvida Participações e Investimentos II, subsidiária da Hapvida, e PPAR Pinheiro Participações S.A., sociedade controladora da Hapvida, o montante será descontado do valor a ser pago pelo resgate das ações preferenciais de emissão da HapvidaCo que serão entregues aos acionistas no âmbito da combinação de negócios.

Gafisa (GFSA3)

A Gafisa (GFSA3) faturou R$ 231 milhões em vendas brutas no 4º trimestre de 2021, e apesar dos números expressivos, a incorporadora sofreu com a queda de 21,13% no comparativo com o mesmo período no ano de 2020.

Ao todo, a empresa construiu três lançamentos nos últimos três meses, o que garantiu, o valor geral de vendas (VGV) em R$ 685 milhões. Os pré lançamentos, que são os empreendimentos que são negociados na planta, obtiveram o valor total de R$ 436 milhões. A Gafisa ainda destacou o número positivo em relação aos terrenos, que é 41% acima do comparativo com o trimestre anterior.

Helbor (HBOR3)

As vendas totais brutas da Helbor (HBOR3)  atingiram R$ 258 milhões no quarto trimestre de 2021, trimestre que registrou queda de 38,6% se comparado ao terceiro trimestre, e redução de 36,9% em relação ao mesmo período do ano passado.

O Valor Geral de Vendas (VGV) Líquido, correspondente à Parte Helbor, dos empreendimentos lançados no 4T21 somou R$ 168 milhões, que resultou em uma redução de 11% em relação ao trimestre anterior. A Helbor encerrou o ano com acumulado de R$ 1,5 bilhão de VGV Total lançado, que corresponde a 68,8% do limite inferior do Guidance anunciado.

Alphaville (AVLL3)

A Alphaville lançou R$ 1,1 bilhão em 2021, contra R$ 535 milhões em 2020, aumento de 106% (VGV total).

A companhia atingiu vendas de R$ 1,1 bilhão no ano passado, aumento de 75% (VGV total).

Lojas Renner (LREN3

O conselho de administração da Lojas Renner (LREN3) aprovou recompra de até 18 milhões de ações ordinárias,  representativas de 1,82% das ações em circulação no   mercado.

O objetivo do programa é ser uma forma adicional de distribuir a geração de caixa   da companhia aos acionistas, em adição ao pagamento de dividendos e juros sobre capital próprio, bem como busca promover a criação de valor  para  os  acionistas,  que pode vir através de uma estrutura de capital adequada combinada com o   crescimento dos resultados e proventos por ação.

Além disso, o conselho elegeu com mandato a partir do dia 24 de janeiro de 2022, Daniel Martins dos Santos para ocupar o cargo de Diretor Administrativo e  Financeiro e de Relações com Investidores da Companhia, com o mesmo prazo de mandato da Diretoria, ou seja, até a Assembleia Geral Ordinária de 2022.

A XP vê os dois anúncios como positivos, pois a recompra sinaliza que a companhia vê as ações como um bom investimento a ser feito nos atuais patamares de preço, enquanto a chegada de Martins dos Santos é de um executivo com vasta experiência em uma empresa global e listada de consumo para reforçar o time da companhia. “Mantemos nossa compra e preço alvo de R$ 43 por ação”, aponta a XP.

Brasil Brokers (BBRK3)

A Brasil Brokers (BBRK3) divulgou aos seus acionistas que firmou a operação de crédito com o Banco Bradesco, pelo qual, foi emitida a Cédula de Crédito Bancário no valor total de R$ 60 milhões.

Segundo a gigante do mercado imobiliário serão aceitas as seguintes condições: Prazo de carência de 6 meses; taxa de juros de 128,8% do CDI, prazo de 48 meses para operação e como garantias serão aceitas a cessão fiduciária de direitos creditórios e de aplicação financeira, que deverão ser formalizadas e constituídas em até 10 meses a contar da data de emissão da Cédula de Crédito Bancário.

Indústrias Romi (ROMI3)

O Conselho de Administração da Indústrias Romi (ROMI3) aprovou, em 15 de dezembro de 2021, a distribuição de juros sobre o capital próprio, no valor bruto de R$ 0,1469 por ação, equivalente ao montante total de R$ 10,7 milhões, com base na posição acionária de 21 de dezembro de 2021. Os proventos serão pagos na próxima quarta-feira (26).

Oncoclínicas (ONCO3

A Oncoclínicas (ONCO3) adquiriu a Microimagem Laboratório de Anatomia Patológica e Citopatologia (Microimagem) por R$ 8 milhões, o que representa 100% das cotas da empresa.

Fundada no Rio de Janeiro, em 1994,  por um grupo de médicos do Instituto Nacional do Câncer (INCA), a Microimagem é um renomado laboratório que tem como especialização a patologia cirúrgica, citopatologia e a imuno-histoquímica.

Viveo (VVEO3

A Viveo (VVEO3) aprovou recompra de até 5.784.024 ações ordinárias de emissão da companhia, o que representa 5,00% das ações em circulação.

O Conselho de Administração da Companhia também aprovou a celebração de um contrato vinculante referente à aquisição das ações representativas da totalidade do capital social de emissão da Azimute Med Consultoria e Assessoria.

O preço de aquisição total é de R$ 38 milhões, sendo que o valor da operação está sujeito a ajustes de acordo com mecanismos padrões para este tipo de transação. A Azimute Med tem uma receita líquida estimada de R$ 34 milhões.

Marfrig (MRFG3)

A Marfrig (MRFG3) fará emissão de R$ 2 bilhões em debêntures em até três séries.

Os recursos serão destinados para a aquisição pela companhia de bovinos de produtor rural específico.

Ambipar (AMBP3)

A Ambipar  (AMBP3) informou que a Disal Ambiental Holding, uma das empresas do grupo, anunciou o início da construção do Projeto GIRI localizado na cidade de Santiago no Chile.

O GIRI será a uma planta de classificação, pré-tratamento e preparação para reciclagem e valorização  de  resíduos com  capacidade  de  60.000  toneladas  por  ano, com faturamento líquido, potencial, de US$ 8 milhões e margem Ebitda  potencial de 70% ao ano. 

O investimento total do projeto será de aproximadamente US$ 18 milhões e  a entrada em operação está prevista para o primeiro trimestre de 2023.

Oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje. Assista aqui.

Compartilhe