Ao Vivo

AO VIVO – Acompanhe o que movimenta a Bolsa em tempo real

Com maior percepção de risco fiscal, bolsa tem novo dia de queda, com alta do dólar e dos juros futuros; exportadoras, porém, se destacam com valorização

SÃO PAULO – As ações de empresas exportadoras lideraram a alta do Ibovespa nesta sexta-feira (22), puxadas pela valorização do dólar, em um dia de muita volatilidade e boataria. À tarde, para acabar com especulações, o presidente Jair Bolsonaro e o ministro Paulo Guedes convocaram uma coletiva de imprensa.

Na ocasião, Bolsonaro reafirmou sua confiança em Guedes, que, por sua vez, confirmou Esteves Colnago para assumir a Secretaria de Orçamento do Ministério da Economia. Ao final da sessão, o Ibovespa fechou com queda de 1,34%, aos 106.296 pontos.

Destaques da bolsa ao vivo

Últimas atualizações

17h35 – Confira as ações que fecharam hoje com as maiores altas e baixas

Com ganhos acima de 7%, as ações de Klabin (KLBN11) e Suzano (SUZB3) registram as maiores altas do pregão desta sexta-feira. Ambas as empresas se beneficiam de um cenário de valorização do dólar, por serem exportadoras da commodity.

Apesar de as duas companhias também possuírem dívidas na moeda americana, o incremento de lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) e fluxo de caixa mais do que se sobrepõem ao endividamento.

Já as ações da Locaweb (LWSA3) e do Banco Inter (BIDI11) tiveram as maiores baixas do Ibovespa na sessão, respectivamente de 8,89% e 6,65%.

Ontem, as ações BIDI11 já haviam apresentado forte queda na Bolsa, encerrando o pregão com baixa de 10,70%, a R$ 43.

Neste cenário de maior aversão ao risco, as empresas que têm sofrido mais são aquelas de crescimento, com beta mais alto e mais sensíveis ao aumento de juros longo.


Ibovespa termina sessão em queda de 1,34% aos 106.296 pontos, pior fechamento do ano


Dólar comercial caiu 0,71% a R$ 5,627 na compra e na venda


17h10 – Fechamentos em Wall Street

  • Dow Jones fechou com alta de 0,21% a 36.677 pontos
  • S&P teve queda de 0,11% a 4.544 pontos
  • Nasdaq caiu 0,82% a 15.090 pontos

17h05 – Presidente da Câmara, Arthur Lira reforça compromisso com fiscal


16h58 – Sergio Moro é cotado como candidato do Podemos à presidência

O Podemos prepara, para novembro, um evento em Brasília que deve anunciar a filiação do ex-juiz Sergio Moro aos quadros do partido. O ex-ministro da Justiça e da Segurança Pública do governo de Jair Bolsonaro (sem partido) é o principal nome do Podemos para a disputa das eleições presidenciais em 2022.

Segundo o Valor Econômico, a partir da citação de uma fonte próxima à cúpula do partido, Moro já havia sinalizado que pretende concorrer à Presidência pela sigla. A formalização da pré-candidatura às eleições presidenciais, no entanto, só será realizada em um outro momento.


Tesouro Direto: após ‘fico’ de Guedes, taxas dos títulos prefixados recuam

As negociações de títulos públicos via Tesouro Direto foram retomadas às 16h42 da tarde desta sexta-feira (22), após suspensões diante da forte volatilidade dos preços e taxas.

No retorno dos negócios, às 16h42, o retorno pago pelo papel com vencimento em 2031 era de 11,99%, abaixo dos 12,73% vistos perto das 12h no período de maior estresse. Um dia antes, o mesmo papel oferecia retorno de 12,10%.

Entre os papéis atrelados à inflação, o retorno real pago pelo Tesouro IPCA+ com vencimentos em 2055 e pagamento de juros semestrais era de 5,34%, frente aos 5,50%, vistos às 12h. O valor está abaixo dos 5,48% registrados ontem.


16h42 – Eletrobras recebe propostas de bancos para privatização

A Eletrobras (ELET3;ELET6) recebeu proposta de 14 bancos para coordenar o que pode ser uma das maiores ofertas de ações de uma empresa brasileira, de cerca de R$ 103 bilhões, disseram pessoas familiarizadas com o assunto à Bloomberg.

A ideia é escolher quatro coordenadores globais e mais um banco que vai focar na distribuição para o varejo, disseram as pessoas, que pediram para não serem identificadas, pois as conversas não são públicas. (Bloomberg) Leia Mais


16h35 – Vale retoma operações em mina do Salobo após paralisação por 18 dias

A Vale (VALE3) informou nesta sexta-feira que retomou das operações da correia transportadora da mina do Salobo, no Pará, após terem sido paralisadas por 18 dias devido a um incêndio que atingiu parcialmente a correia.

Segundo a empresa, as causas do incêndio estão sendo investigadas. (Estadão Conteúdo) Leia Mais


16h15 – “Disseram que eu fui promovido à ala política, não acredito nisso”, diz Guedes

Ao ser questionado por jornalistas sobre o ter de sua conversa com Bolsonaro, Guedes afirmou que não houve nenhuma surpresa e que o presidente colocou ao ministro: “Está acontecendo isso, isso e isso; a política traça uma linha de lá, a economia uma de cá; como vai resolver isso. Como vai atender agora que comida subiu, gasolina subiu?”

Em seguida afirmou: “Se está subindo tudo [sobre os preços], tem que olhar para o Banco Central. O fiscal estava arrumado; se a inflação está subindo, vamos ficar na frente da curva, vamos correr atrás. Se o fiscal piorou um pouco, tem que correr mais com os juros também.”

O ministro disse acreditar que a economia vai crescer em 2022, ressaltando que “as coisas estão andando” e citou o que está por vir, como por exemplo, a privatização dos Correios e os leilões do pré-sal, ferrovias e aeroportos.

Guedes reforçou ainda que o Auxílio Brasil não é um programa eleitoreiro e que “iria ser feito de qualquer jeito, mas que teve o ‘meteoro’ dos precatórios”.

“Estamos fazendo as coisas com a melhor transparência e responsabilidade possíveis”, acrescentou.


15h55 – “Em nenhum momento pedi demissão”, diz Guedes

O ministro da Economia, Paulo Guedes, afirmou que “em nenhum momento pediu demissão” do cargo ou o presidente Jair Bolsonaro “insinuou algo semelhante”.

Sobre o aumento dos gastos, por conta dos programas sociais, ele disse preferir “um ajuste fiscal menos intenso, mas um abraço social um pouco mais longo.”

Leia Também: O que é o Teto de Gastos público?


15h30 – Paulo Guedes confirma Esteves Colnago

Ao lado do presidente Jair Bolsonaro, o ministro da Economia, Paulo Guedes, confirmou a indicação de Esteves Colnago para o lugar de Bruno Funchal na secretaria do Tesouro e Orçamento.

Guedes afirmou que os fundamentos fiscais não foram abalados e continuam sólidos. “Eu digo sempre que qualquer notícia tem sinal, tem informação e tem barulho. Nós tivemos muito barulho.”

Conforme ele, ocorrerá uma desaceleração do ajuste fiscal, “de um déficit de 1%, 1,5% no ano que vem”. “Essa posição de equilíbrio [entre política e equipe econômica] é totalmente compreensível”, afirmou.

“A licença para gastar um pouco mais foi mal interpretada”, declarou.


15h10 – Bolsonaro diz ter total confiança em Guedes

Após reunião a portas fechadas neste início da tarde, o presidente Jair Bolsonaro e o ministro da Economia, Paulo Guedes, convocaram uma coletiva de imprensa. Segundo Bolsonaro, na economia, o Brasil é um dos países que menos está sofrendo e reiterou que tem confiança absoluta em Paulo Guedes.

O presidente acrescentou que Guedes fez um brilhante trabalho, no início da pandemia, em 2020, quando existia uma incógnita no mundo todo. Ele ainda defendeu que o novo valor do Auxílio Brasil, de R$ 179 para R$ 400, é um valor definido por um governo que tem responsabilidade.

“Não faremos nenhuma aventura, não queremos colocar em risco nada no tocante à economia”, disse o presidente.


15h05 – Sobe e desce da bolsa hoje

Fonte: Eikon


14h47 – Bradesco BBI eleva projeções para o IPCA e para a Selic com deterioração fiscal

O Bradesco BBI revisou pela segunda vez nesta semana suas as estimativas para o IPCA e para a Selic neste ano, à luz dos recentes desenvolvimentos fiscais e dos riscos orçamentários para 2022.

A projeção para a inflação oficial passou de 8,8% para 9% em 2021 e a Selic de 8,25% para 8,75% ao final desse ano. Com relação à taxa básica de juros, os economistas veem o Banco Central atingindo o final do ciclo em 10,5% no início do próximo ano (ante estimativa anterior de 9,25%).

Para o IPCA de 2022, a estimativa passou de 4,5% para 4,8%.


14h40 – Tesouro Direto: taxas dos prefixados recuam e batem 12,3% ao ano; negócios voltam após duas pausas

As negociações de títulos públicos via Tesouro Direto foram retomadas às 13h45 da tarde desta sexta-feira (22), após duas suspensões. O dia é de forte aversão ao risco, o que provoca oscilações nos preços e taxas dos papéis.

Na volta das negociações, o retorno pago pelo papel com vencimento em 2031 era de 12,34%, abaixo dos 12,73% vistos no período de maior estresse do dia. Na sessão anterior, o mesmo papel oferecia retorno de 12,10%. O valor é recorde para esse papel, que passou a ser oferecido no Tesouro Direto em fevereiro do ano passado.


14h30 – Bolsa reduz perdas com possível indicação de Colnago

A bolsa amenizou suas perdas logo após informação da CNN de que Esteves Colnago deve aceitar assumir a Secretaria de Orçamento do Ministério da Economia. Desde ontem ele é visto como o sucessor natural de Bruno Funchal.

Segundo o Valor Econômico, se for confirmado, Colnago seria uma aposta do governo para melhorar relação com Congresso.

Às 14h30, o Ibovespa reduzia suas perdas para 1,52%, acima dos 106 mil pontos.


14h10 – Mercados internacionais

Os mercados europeus fecharam em alta nesta sexta-feira, enquanto as bolsas em Nova York operam de forma mista. Veja os principais indicadores (horário de Brasília):

  • Dow Jones (EUA), +0,12%;
  • S&P 500 (EUA), -0,22%;
  • Nasdaq (EUA), -0,88%;
  • FTSE 100 (Reino Unido), +0,46%;
  • Dax (Alemanha), +0,20%;
  • Petróleo WTI, +1,09%, a US$ 83,40 o barril
  • Petróleo Brent, +0,82%, a US$ 85,29 o barril

14h00 – Repercussões no mercado:


13h55 – Em meio a crise, Guedes faz pausa para tomar dose de reforço de vacina contra Covid-19

O ministro da Economia, Paulo Guedes, interrompeu seu expediente na manhã desta sexta-feira (22) para tomar a dose de reforço da vacina contra a Covid-19.

O local escolhido foi o posto de saúde do Lago Norte, área nobre de Brasília, a cerca de 13 km da Esplanada dos Ministérios.

Guedes, que tem 72 anos e faz parte do grupo de risco da doença, havia tomado a primeira dose ainda em março, com a CoronaVac. (Estadão Conteúdo)


13h50 – Ibovespa reduz perdas e se reaproxima dos 105 mil pontos; dólar opera em alta de 0,74%, aos R$ 5,70


13h32 – Ibovespa segue em forte queda; mercado especula destino de Guedes

Em meio à queda na bolsa e demissão coletiva entre secretários do Ministério da Economia, fontes informaram à Agência Reuters que o ministro Paulo Guedes não pediu demissão do cargo.

A informação veio logo após notícia publicada pelo site do Correio Braziliense, por volta das 12h00, de que Guedes teria pedido demissão, mas que o presidente Jair Bolsonaro o estaria tentando convencer a ficar no governo.

Segundo o Correio Braziliense, as mudanças propostas no teto de gastos seriam inaceitáveis, na visão de Guedes, e que interlocutores de Bolsonaro já estariam sondando nomes para o seu lugar.

Já o Broadcast informou, citando fontes, que Bolsonaro deverá se reunir hoje à tarde com Guedes, visando reforçar seu apoio ao ministro.

Por volta das 13h30, o Ibovespa operava em queda de 3,81%, aos 103,9 mil pontos.


13h10 – BofA reitera compra para ações de Klabin

O Bank of America reiterou nesta sexta-feira (22) sua recomendação de compra para os papéis de Klabin (KLBN11), com preço-alvo de R$ 30, o que implica upside de 29% ante o fechamento anterior., por conta do momento de forte demanda e preços favoráveis no negócio de papel cartão.

O BofA manteve ainda sua recomendação neutra para Suzano (SUZB3), cortando o preço-alvo de R$ 70 para R$ 59, de forma a incorporar as novas projeções do banco para a celulose.

As ações KLBN11 e SUZB3 estão entre as maiores altas da Bolsa nesta sexta. Por volta das 13h10, os papéis subiam 6,8% e 8,4%, respectivamente.



12h40 – Ações do Ibovespa têm baixa de mais de 10%

As ações do Banco Inter (BIDI11), do Grupo Soma (SOMA3) e da Locaweb (LWSA3) operavam em baixa de mais de 10% nesta sexta por volta das 12h40.

Ontem, as ações BIDI11 já haviam apresentado forte queda na Bolsa, encerrando o pregão com baixa de 10,70%, a R$ 43.

Neste cenário de maior aversão ao risco, as empresas que têm sofrido mais são aquelas de crescimento, com beta mais alto e mais sensíveis ao aumento de juros longo.


12h31 – Juros DI disparam nos contratos mais longos

Os contratos de juros DI disparam nesta sexta-feira. No vencimento para janeiro de 2023, o DI sobe 87 pontos-base a 11,45%. Os contratos para janeiro de 2025 avançam 99 pontos-base a 12,49%. E no vencimento janeiro de 2027, os juros sobem 95 pontos-base a 12,73%.


12h29 – Gringos reduzem posição na bolsa brasileira

O investimento estrangeiro em ações brasileiras ficou negativo em US$ 1,34 bilhão em setembro. Um ano antes, o resultado havia sido positivo em US$ 35 milhões.

No acumulado de 2021 até o mês passado, contudo, o saldo é positivo em US$ 5,42 bilhões. Os dados foram divulgados nesta sexta pelo Banco Central. (Mariana D’Avila)


12h27 – Tesouro Direto: negociações são suspensas pela segunda vez no dia

As negociações de títulos públicos via Tesouro Direto foram suspensas novamente perto das 12h22 nesta sexta-feira (22). Essa é a segunda interrupção do dia, que é de forte aversão ao risco.

Antes da parada, o retorno pago pelo papel com vencimento em 2031 era de 12,73%, bem acima dos 12,38% vistos no começo do dia. Um dia antes, o mesmo papel oferecia retorno de 12,10%. O valor é recorde para esse papel, que passou a ser oferecido no Tesouro Direto em fevereiro do ano passado


12h22 – Repercussões no mercado:

Mais cedo, também pelo Twitter, Dan Kawa, da Tag Investimentos, repercutiu declarações de Marcos Mendes e Caio Megale da XP Investimentos de que “estamos diante de uma mudança de regime fiscal, que é ainda pior do que apenas uma deterioração do cenário”.

E emendou: “Visão bastante negativa.”


12h17: Tesouro Direto retoma negociações nesta sexta-feira

Na retomada dos negócios, taxas de títulos públicos prefixados chegavam a 12,73% ao ano, no caso do Tesouro Prefixado com juros semestrais e prazo em 2031. Já nos papéis com retorno atrelado à inflação, os prêmios estavam na casa dos 5,40%, nos títulos mais curtos, chegando a 5,50% no papel com vencimento em 2055.


12h15 – Maiores altas e baixas


11h45 – Ibovespa cai mais de 4% e dólar comercial futuro avança 1,3%, a R$ 5,736

“Nem o mais otimista dos observadores pode descartar a hipótese de uma gastança desenfreada até o fim de 2022, com consequências bem conhecidas e justificadamente temidas”, afirma relatório da Levante Ideias de Investimento.

11h40 – Exportadoras de celulose Suzano ON e Klabin Unit lideram altas do Ibovespa

Com ganhos de 7,3% e 4%, respectivamente, as ações de Suzano e Klabin registram as maiores altas do pregão desta sexta-feira. Ambas as empresas se beneficiam de um cenário de valorização do dólar, por serem exportadoras da commodity.

Apesar de as duas companhias também possuírem dívidas na moeda americana, o incremento de lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês) e fluxo de caixa mais do que se sobrepõem ao endividamento. (Mariana D’Avila)


11h35 – Desaprovação do governo do presidente Jair Bolsonaro sobe

Pesquisa da Exame/Ideia, divulgada hoje, apontou que a desaprovação do governo Bolsonaro voltou a subir, mas está abaixo do registrado em julho, quando 57% avaliam sua gestão como ruim ou péssima.


11h26 – Postos de MG registram falta de combustíveis por bloqueio em bases de distribuidoras

Postos de combustíveis de Minas Gerais já registram falta de combustível devido a protesto, realizado pelos chamados “tanqueiros”  – transportadores de combustíveis –, que bloqueia o transporte em bases de distribuidoras em Betim desde quinta-feira.

A informação foi dada pelo presidente da Federação Nacional do Comércio de Combustíveis e de Lubrificantes (Fecombustíveis), Paulo Miranda Soares. Segundo ele, a escassez de combustíveis é mais sentida na região metropolitana de Belo Horizonte, onde filas de veículos se formam para abastecimento. (Reuters)


11h21 – Número de investidores posicionados no Tesouro Direto é o maior da série histórica

Em setembro de 2021, o total de investidores ativos no Tesouro Direto, isto é, aqueles que atualmente estão com saldo em aplicações no programa, atingiu a marca de 1.668.145 pessoas, um aumento de 32.888 investidores no mês.

Já o número de investidores cadastrados no programa aumentou em 634.578, crescimento de 56,21% em relação a setembro de 2021, atingindo a marca de 13.100.474 pessoas.


11hh08 – Nos juros futuros, mercado já precifica ajustes mais severos na taxa Selic

O DI para janeiro de 2023 tinha alta de 62 pontos-base, a 11,20%; DI para janeiro de 2025 subia 72 pontos-base a 12,22%; e o DI para janeiro de 2027 registrava alta de 70 pontos-base, a 12,48%.


11h00 – Setor Imobiliário lidera perdas do dia

Entre os setores com maiores baixas do Ibovespa nesta sexta estavam o imobiliário, com queda de 3,7%, e o financeiro, com baixa da ordem de 3%. O único que apresentava alta era o de materiais básicos, com ganhos de 1,54%.


10h58 – Negociações de títulos públicos via Tesouro Direto são suspensas no início desta 6ª

Após três paradas na sessão de ontem (21), a sexta-feira começa com mais uma interrupção nas negociações de títulos públicos via Tesouro Direto. A parada está ligada à forte oscilação dos preços e taxas dos papéis. Nesse caso, o investidor só pode comprar e vender títulos como o Tesouro Selic.

Antes da paralisação, o retorno pago pelo papel com vencimento em 2031 era de 12,38%. O valor é recorde para esse papel, que passou a ser oferecido no Tesouro Direto em fevereiro do ano passado. Leia mais


10h50: Ibovespa amplia perdas e cai mais de 2% em meio a temores fiscais


10h45 – Petrobras inicia teaser sobre venda integral de Campo de Catuá, no ES

A Petrobras informou nesta sexta-feira, 22, que iniciou a etapa de divulgação da oportunidade (teaser), referente à venda integral de sua participação de 100% no Campo de Catuá, pertencente ao Bloco Exploratório BC-60, na Bacia de Campos, Espírito Santo.

As principais etapas subsequentes do projeto serão informadas oportunamente ao mercado, acrescenta a empresa, em fato relevante, ressaltando que a operação está alinhada à estratégia de otimização de portfólio, redução do endividamento e à melhoria de alocação do capital da companhia.

As ações da preferenciais da petroleira recuam 2,77% nesta manhã, acompanhando a queda da bolsa. (Estadão Conteúdo)


10h30 – Maiores altas e baixas


Em mais um dia de revés para a Bolsa, com baixa de mais de 1% do Ibovespa e alta do dólar, destacam-se os papéis das ligadas à exportação.

As ações da Vale (VALE3) tinham alta de 1,8% e os de Marfrig (MRFG3) subiam 1,38%. Já os papéis da Suzano (SUZB3) disparavam mais de 5%.


10h15 – Ibovespa abre em queda e recua 1,3% aos 106.344 pontos

10h15 – Dólar comercial renova máxima a R$ 5,713 na compra e na venda, com alta de 0,8%


9h35 – Governadores querem incluir política de preços da Petrobras em discussão sobre “novo ICMS” no Senado

Governadores reuniram-se com o presidente do Senado Federal, Rodrigo Pacheco (DEM-MG), para pedir mudanças no texto que pretende incluir a política de preços da Petrobras.

Isso acontece uma semana após a Câmara dos Deputados aprovar o projeto de lei complementar que institui uma nova metodologia para o ICMS cobrado pelos estados e Distrito Federal sobre combustíveis (PLP 11/2020). Leia mais:


9h15- Ibovespa futuro abre em queda e recua 0,75% aos 107.835 pontos

Dólar comercial sobe 0,11% a R$ 5,674 na compra e na venda

No mercado de juros futuros, o DI para janeiro de 2023 tinha alta de 38 pontos-base, a 10,96%; DI para janeiro de 2025 subia 43 pontos-base a 11,93%; e o DI para janeiro de 2027 registrava alta de 42 pontos-base, a 12,19%



9h15 – Radar Corporativo traz 3R Petroleum, MRV, Trisul e Caixa Seguridade como destaques

O noticiário corporativo desta sexta-feira (22) tem como destaque a oferta de debêntures e confirmação de follow-on da 3R Petroleum (RRRP3).

A Caixa Seguridade (CXSE3) aprovou pagamentos de dividendos no valor de R$ 0,244 por papel.

Já a MRV (MRVE3) aprovou a 20ª emissão de debêntures da companhia, no valor total de R$ 700 milhões, em duas séries.

A Cesp (CESP6), por sua vez, criou um comitê especial para negociar reorganização societária com a Vtrm.

Ainda no radar, tem início a temporada de balanços, com a divulgação dos números da Hypera (HYPE3) após o fechamento do mercado

Veja todos os detalhes do que movimenta o noticiário corporativo.

Curso inédito “Os 7 Segredos da Prosperidade” reúne ensinamentos de qualidade de vida e saúde financeira. Faça sua pré-inscrição gratuita.