Destaques da bolsa

Ação da MRV salta 7% com investidores à espera de novidades no Minha Casa Minha Vida; Dommo Energia despenca 61%

Confira os destaques da B3 na sessão desta terça-feira (3)

Prédios de baixa renda
(Divulgação/MRV)

SÃO PAULO – Em uma sessão de estabilidade para o Ibovespa entre os dados positivos da economia brasileira e o maior pessimismo no exterior, a maior alta do índice fica para a MRV (MRVE3), que saltou 7,16% na expectativa pelo anúncio da reformulação do Minha Casa Minha Vida e também com a reação do setor de construção, de acordo com os dados apresentados pelo IBGE para o PIB do terceiro trimestre.

Entre os bancos, a maior alta ficou para o Banco do Brasil (BBAS3), com ganhos de 1,90%, após a notícia do jornal O Globo de que a equipe econômica  do governo Bolsonaro se prepara para a privatização da companhia até 2022.

Por outro lado, as ações de empresas como Vale (VALE3), Gerdau (GGBR4), CSN (CSNA3) e Usiminas (USIM5) registraram queda após a forte alta da véspera. Nesta sessão, pesou negativamente para o sentimento dos investidores a fala de Donald Trump de que o acordo comercial com a China pode ficar para depois da eleição de 2020.

PUBLICIDADE

No Ibovespa, o grande destaque de queda ficou para a Smiles (SMLS3), que viu seus papéis caírem 8,85% após um guidance considerado decepcionante (veja a análise completa clicando aqui). Porém, fora do índice, o destaque ficou para a baixa expressiva dos ativos da Dommo Energia (DMMO3), ex-OGX, que despencaram 61,20% após a companhia informar que pode deixar de pagar o afretamento da FPSO OSX-3.

Maiores altas

AtivoVariação %Valor (R$)
MRVE37.1633218.7
BBSE34.1135635.94
GOLL44.0142734.98
MRFG33.8709711.27
VVAR33.598699.5

Maiores baixas

AtivoVariação %Valor (R$)
SMLS3-8.8469530.91
CSNA3-3.7650612.78
HYPE3-2.5007432.75
GOAU4-2.484477.85
GGBR4-2.2922617.05

Confira os destaques:

MRV (MRVE3)

As ações de construtoras, com destaque para a MRV, sobem forte com a expectativa pelo anúncio da reformulação do Minha Casa Minha Vida. Direcional (DIRR3), Tenda (TEND3), Cyrela (CYRE3) e EzTec (EZTC3) sobem forte.

Em entrevista para os veículos da EBC, o ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, afirmou que, com a reformulação do programa, o governo espera priorizar os municípios com até 50 mil habitantes.

Ao contrário do que é hoje, quando os beneficiários recebem a casa pronta de alguma construtora, no novo modelo será entregue um voucher ao interessado para que ele defina tanto o engenheiro que pode fazer a casa dele, como a própria arquitetura do imóvel, como explicou o ministro Canuto.

O ministro informou ainda que o valor do voucher vai depender dos preços praticados pelo mercado imobiliário no local que será construída a nova residência, mas o governo trabalha com um valor médio de 60 mil reais por beneficiário em três tipos de voucher: o de aquisição, para comprar o imóvel já pronto; e de construção, para começar a casa do zero; e o de reforma, para melhorar ou ampliar a casa já existente.

PUBLICIDADE

A ideia é que os vouchers sejam oferecidos para famílias com renda mensal de até R$ 1.200. As famílias que recebem entre R$ 1.200 e R$ 4 mil mensais entram no programa de financiamento do novo Minha Casa Minha Vida. Segundo o ministro Gustavo Canuto, o governo está desenhando o programa para oferecer juros abaixo dos que são praticados atualmente.

Além disso, os dados do PIB mostraram uma reação do setor de construção. Apesar de 30% abaixo do nível máximo de atividade (frente o primeiro trimestre de 2014), o segmento teve alta de 1,3% na base trimestral.

Dommo Energia (DMMO3)

Os ativos da Dommo, ex-OGX, despencam após a companhia informar que pode deixar de fazer o pagamento do afretamento da plataforma da FPSO OSX-3, pertencente a OSX-3, de comercialização de óleo em dezembro e no primeiro trimestre de 2020.

O atraso nos pagamentos teria relação com os custos de revitalizar o campo de Tubarão Martelo.

Banco do Brasil (BBAS3)

O ministro da Economia, Paulo Guedes, e sua equipe se preparam para iniciar processo que pode levar à privatização do Banco do Brasil, que não seria feita no curto prazo mas poderia ocorrer até o fim do mandato do atual governo, diz O Globo citando fontes não identificadas próximas ao programa de desestatizações do governo federal.

O primeiro passo será convencer o presidente Jair Bolsonaro a aceitar a venda do banco, aponta a publicação.

Guedes estaria tentando convencer Bolsonaro a incluir o BB na lista de privatizações que serão enviadas ao Congresso no
próximo ano. O Globo diz que, procurado, o Ministério da Economia negou que o governo Bolsonaro pretenda privatizar Banco do Brasil, Caixa ou Petrobras.

Apesar da negativa, assunto já é alvo de discussões dentro do governo, diz o jornal. Procurado pela publicação, o BB não comentou.

Petrobras (PETR3;PETR4)

A Petrobras iniciou a divulgação de teaser para a venda de campos terrestres. O teaser refere-se à venda dos campos terrestres de Dó-Ré-Mi e Rabo Branco, pertencentes à concessão BT-SEAL-13, localizados na Bacia de Sergipe-Alagoas.

Ainda em destaque, o Norges Bank tirou a Petrobras de observação após ver risco reduzido.

Smiles (SMLS3)

A Smiles publicou que espera um crescimento anual do seu faturamento bruto este ano da ordem de 11,0% a 12,5% em relação ao ano passado. Para 2020, a estimativa de crescimento para o faturamento bruto está compreendida no intervalo de 5,0% a 10,0% em comparação com o faturamento bruto esperado para 2019.

Tais estimativas consideram, principalmente, os seguintes fatores, diz a empresa: ambiente competitivo frente aos programas de fidelidade de companhias aéreas; ambiente competitivo frente aos programas de fidelidade dos bancos de varejo no Brasil; e estimativas de crescimento de capacidade instalada no Brasil de nossos principais fornecedores de passagens aéreas.

Segundo a empresa, a margem direta de resgate para este ano estará compreendida no intervalo de 37,0% a 38,2% e, para o exercício de 2020, será da ordem de 25,0% a 30,0%.

Segundo a empresa, essas estimativas consideram, principalmente, os seguintes fatores: mix de passagens oferecidas pela Gol; preços das passagens aéreas no mercado doméstico; perspectivas preliminares em relação a atualização ordinária do transfer price entre Gol e Smiles; disponibilidade de acesso para a aquisição de passagens aéreas adquiridas de companhias aéreas internacionais; custo associado à aquisição de passagens aéreas adquiridas de companhias aéreas internacionais; ambiente competitivo frente a programas de fidelidade de companhias aéreas e bancos.

Conforme destacou o Bradesco BBI, os dados de guidance foram decepcionantes. De acordo com a equipe de análise, apesar desse cenário melhor para o crescimento do faturamento bruto em 2020, a margem de resgate cairia para 37%-38% e 25% -30% para 2019 e 2020 respectivamente, o que fica abaixo da expectativa de 40% para os dois anos.

Os analistas mantêm recomendação neutra para os ativos, mas cortaram o preço-alvo de R$ 44 para R$ 35.

De acordo com o Bradesco BBI, o que está impulsionando a rápida deterioração na lucratividade do setor é um conjunto de alguns fatores. Dentre eles a deterioração do mix, o aumento do preço das passagens aéreas no mercado doméstico, o impacto potencial da revisão dos preços das passagens aéreas Gol e Smiles, o acesso reduzido a passagens aéreas internacionais com parceiros internacionais e a maior concorrência com outros programas de fidelidade.

Suzano (SUZB3)

A Suzano teve sua perspectiva de rating alterada de estável para negativa pela S&P Global Ratings. O Rating BBB- foi mantido. A modificação reflete expectativa de que a companhia apresentará métricas de crédito mais fracas do que o esperado para 2019 e 2020, diz a agência de risco, em relatório.

Segundo a S&P, há pelo menos uma em três chances de que a Suzano seja rebaixada nos próximos dois anos.

Bancos e Braskem (BRKM5)

A Odebrecht e cada uma de suas vinte unidades em processo de recuperação judicial precisarão realizar assembleias de credores separadas para aprovar um plano de restruturação da dívida, segundo decisão do juiz Alexandre Lazzarini em São Paulo.

Parte das negociações envolve o que acontecerá com as ações da Braskem, que teve suas ações utilizadas como garantia em empréstimos para bancos, como BB, Itaú Unibanco, Bradesco e Santander.

Representante da Oderbrecht não quis comentar e disse que a empresa está avaliando a decisão judicial.

Já de acordo com o Valor, o grupo Odebrecht terá um prazo de três anos para vender a Braskem, seu maior negócio. E, enquanto isso, receberá R$ 1 bilhão como dividendo da petroquímica, pagos em quatro parcelas anuais de R$ 250 milhões cada. Essas definições constarão do acordo que o conglomerado está finalizando com os bancos credores, com as diretrizes para a reorganização

Hypera (HYPE3)

A Hypera realizou Investor Day, onde, segundo o Itaú BBA,  introduziu várias iniciativas, desde um novo projeto para gerar ganhos de eficiência até uma nova abordagem para varejistas pequenos e independentes.

No campo estratégico, a empresa anunciou a criação de um hub para técnicos de saúde e um braço de empreendimento corporativo para acelerar a transformação digital. Por último, a gerência forneceu detalhes adicionais sobre o desempenho do portfólio atual e o pipeline futuro.

“Aproveitamos a oportunidade para apresentar nosso novo valor justo para 2020 de R$ 35 por ação e rebaixar a ação para o Market Perform”, afirmaram os analistas.

(Com Agência Brasil, Bloomberg e Agência Estado)

Seja sócio das melhores empresas da Bolsa: abra uma conta na Clear com taxa ZERO para corretagem de ações!