RADAR INFOMONEY AO VIVO PETR4 sobe com investidor focando fundamentos e dividendos em vez da demissão do CEO por Bolsonaro

PETR4 sobe com investidor focando fundamentos e dividendos em vez da demissão do CEO por Bolsonaro

Bitcoin: Buenos Aires

A situação econômica calamitosa na Argentina já é mais do que sabida. O governo imprime moeda para cobrir déficits, desvalorizando a moeda e pressionando o câmbio. Com aumentos de preços na casa num patamar de 30%, os argentinos buscam escapar do peso argentino de todas as formas possíveis.Historicamente, o dólar sempre foi a alternativa mais fácil e preferida. Mas a cada dia o governo da Sra. Kirchner impõe mais restrições e barreiras à livre compra e venda de moeda estrangeira. Os controles de capitais tornam-se cada vez mais absurdos e difíceis de contornar. Na prática, o governo já decretou a moratória e as reservas cambiais estão sendo esvaziadas rapidamente.Nesse cenário de caos e quase desespero, muitos hermanos têm enxergado no bitcoin uma alternativa genuína de proteção contra a opressão monetária perpetrada pelo próprio governo. E por isso a comunidade do bitcoin na Argentina é uma das mais ativas e que mais crescem.

Importante: os comentários e opiniões contidos neste texto são responsabilidade do autor e não necessariamente refletem a opinião do InfoMoney ou de seus controladores
arrow_forwardMais sobre

A situação econômica calamitosa na Argentina já é mais do que sabida. O governo imprime dinheiro para cobrir déficits, desvalorizando a moeda e pressionando o câmbio. Com aumentos de preços na casa num patamar de 30%, os argentinos buscam escapar do peso argentino de todas as formas possíveis.

Historicamente, o dólar sempre foi a alternativa mais fácil e preferida. Mas a cada dia o governo da Sra. Kirchner impõe mais restrições e barreiras à livre compra e venda de moeda estrangeira. Os controles de capitais tornam-se cada vez mais absurdos e difíceis de contornar. Na prática, o governo já decretou a moratória e as reservas cambiais estão sendo esvaziadas rapidamente.

Nesse cenário de caos e quase desespero, muitos hermanos têm enxergado no bitcoin uma alternativa genuína de proteção contra a opressão monetária perpetrada pelo próprio governo. E por isso a comunidade do bitcoin na Argentina é uma das mais ativas e que mais crescem.

Com o objetivo de retratar essa realidade na própria capital do país foi lançado o documentário “Bitcoin: Buenos Aires”, uma produção do cineasta Valerian Bennett. Para assistir o filme na íntegra, basta pagar US$ 2 em bitcoin ou US$ 3 via PayPal/Cartão de Crédito. Fortemente recomendado.

Veja abaixo um pequeno trailer do filme.

Fernando Ulrich

Fernando Ulrich é Analista-chefe da XDEX, mestre em Economia pela URJC de Madri, com passagem por multinacionais, como o grupo ThyssenKrupp, e instituições financeiras, como o Banco Indusval & Partners. É autor do livro “Bitcoin – a Moeda na Era Digital” e Conselheiro do Instituto Mises Brasil