Milhas e milhas distante

Segundo o SPC Brasil, 46% dos brasileiros com idade entre 25 e 29 anos estão inadimplentes. A situação também é complicada para pessoas ainda mais jovens: 19% dos brasileiros entre 18 e 24 anos estão endividados. E o cartão de crédito é o grande vilão.

Importante: os comentários e opiniões contidos neste texto são responsabilidade do autor e não necessariamente refletem a opinião do InfoMoney ou de seus controladores
Uma pilha de cartões de crédito coloridos.

O cartão de crédito pode ser um aliado de quem tem controle sobre seus recursos financeiros. Mas também pode ser um inimigo – e um dos piores – de quem não sabe utilizá-lo.

Um dos princípios financeiros mais importantes do jogo do dinheiro diz que “JUROS SÓ SÃO INTERESSANTES SE VOCÊ OS RECEBE”. Mas a maioria dos jovens brasileiros está pagando juros, ou seja, está pagando mais dinheiro às instituições financeiras, pois usam o cartão de crédito como complemento da renda e pagam apenas o valor mínimo da fatura ou parcelam o valor total da fatura do cartão.

Assim, dão início ao processo conhecido como “bola de neve”: o valor da dívida aumenta todos os meses até que a pessoa não consegue mais pagar, fica inadimplente, com o nome sujo e uma dívida rolando.

Essa modalidade de financiamento é a mais cara que existe no mercado e a que coloca os jovens cada vez mais distantes da realização de seus maiores sonhos. Por isso, antes de sair passando o cartão:

1. PENSE antes de gastar: o cartão é uma forma prática e imediata de se alcançar o que se deseja, mas também é uma maneira rápida de afundar quem não possui controle financeiro.

2. FAÇA UMA PLANILHA básica de entradas e saídas de recursos e veja se você terá dinheiro para pagar o valor integral da fatura do cartão quando ela chegar. Se não tiver, deixe o cartão para uso no “modo emergência” mesmo. Não caia em tentação.

3. TRAVE O SEU LIMITE mensal de gastos no cartão: quem sabe quanto pode ser usado mensalmente é você e não o limite oferecido pela administradora. Lembre-se que o negócio das instituições financeiras é fazer dinheiro em cima do seu dinheiro – e que não existe dinheiro grátis.

4. CONHEÇA O FUNCIONAMENTO do cartão de crédito e busque a melhor opção para a sua necessidade.

5. EDUQUE-SE FINANCEIRAMENTE: a melhor forma de se defender, não cair em armadilhas, aprender a se proteger dos períodos de crise e aprender sobre possibilidades com o dinheiro (não importa quanto você ganhe) é se educando financeiramente.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Seja você o seu milagre de 2022. Aja a seu favor e não contra você. Comece agora.

Silvia Alambert Hala

Silvia Alambert Hala é CKO da Progress Educacional, co-fundadora da The Money Camp™, empresa licenciada no Brasil pela Creative Wealth™ Intl (USA) onde atua há 13 anos como educadora financeira de crianças, jovens e adultos, coach especializada em finanças comportamentais, palestrante, co-autora do livro “Pai, ensinas-me a poupar!” (Ed. Rei dos Livros) publicado em Portugal e coordenadora do projeto de educação financeira para jovens atletas de alto desempenho da empresa Tênis to Go™.