AO VIVO Prazo para entrega do IR 2022 termina em cinco dias: especialistas tiram suas dúvidas sobre a declaração em live; assista

Prazo para entrega do IR 2022 termina em cinco dias: especialistas tiram suas dúvidas sobre a declaração em live; assista

1 único motivo pelo qual os casais se separam

Dizem que a 2ª. maior causa dos divórcios no mundo se dá por conta de brigas por dinheiro. Será?

Importante: os comentários e opiniões contidos neste texto são responsabilidade do autor e não necessariamente refletem a opinião do InfoMoney ou de seus controladores

Para nós da área da Educação Financeira, torna-se fácil identificar os pontos positivos e negativos que impactam a vida de um casal quando o assunto é “as finanças da família” e o quanto essas questões afetam o dia a dia do casal.

Quando o casal é novo, é muito fácil trabalhar com esta questão, já que compartilham os mesmos sonhos e objetivos e caminham em um mesmo sentido, ainda que existam as diferenças.

Com o passar dos anos é sensato que ambos tendam a se entender melhor, afinal, o tempo e a convivência faz com aprendam a solucionarem conflitos juntos e de forma mais madura, respeitando e cedendo às justificativas um do outro.

Acontece, porém, que quando a questão financeira é posta à mesa, as coisas se revelam totalmente: as diferenças ressaltam, a rotina desgasta, a falta de objetivos comuns faz com que cada um comece a pegar caminhos diferentes e a pensar individualmente e não mais como um só, como quando eram namorados ou recém-casados.

E o que a Educação Financeira tem a ver com isto?

Quando falamos em finanças e seus rumos dentro de casa, falamos na realização dos sonhos do casal:  o que planejar e realizar este ano, e o que planejar para realizar em cinco, dez, quinze, vinte anos? Como realizar? Por onde ir?

Ao conversarem franca e abertamente sobre os planos para a realização de seus sonhos é possível que o casal perceba como está se saindo ao longo da construção destes. Certamente, conversarão sobre os erros e acertos, a fim de não repeti-los em seus próximos projetos de vida, mas, mais do que isso e talvez o mais importante: estabelece-se um diálogo acerca dos objetivos e, então, a família volta-se ao centro e todos caminham juntos para alcançar esta meta comum, seja ela qual for.

Aliás, este é um hábito financeiro saudável para casais que desejam deixar um legado de “viver com tranquilidade financeira” a seus filhos e netos.

Caro leitor, deixo aqui uma frase que eu gosto muito e que uso entre os diversos casais com os quais eu trabalho no meu dia-a-dia:

“Sabe por que a maioria dos casais se separam? Porque não sonham mais o mesmo sonho”.

 

“Amar não é olhar um para o outro; é olhar juntos na mesma direção.” – Antoine de Saint-Exupéry

 Pense nisto e deixe seu comentário!

 

Alessandra Coser