Vaccarezza espera votar reajuste dos aposentados na próxima semana

O líder da Câmara também negou que o adiamento da votação da medida provisória seja manobra do governo

SÃO PAULO – O líder do governo na Câmara, Cândido Vaccarezza (PT-SP), disse esperar para a próxima terça-feira (4) a votação da proposta que reajusta as aposentadorias (MP 475/09), e negou que o adiamento da votação do projeto seja manobra do governo.

De acordo com informações da Agência Brasil, o deputado afirmou ter a impressão de que a votação acontecerá na terça. Segundo ele, Lula disse que não reeditará outra MP, já que para o governo essa tática não interessa [de adiar a votação], uma vez que as discussões seriam levadas para as vésperas das eleições.

O assunto tranca há três semanas a pauta do plenário, já que ainda não houve acordo entre os deputados. No caso de a proposta não ser votada até junho, ela perderá a validade.

PUBLICIDADE

Reajuste
Vaccarezza leu, na quarta-feira (28),  para o plenário, o relatório concedendo 7% de reajuste para 2010 e deixando de fora a discussão sobre reajustes para 2011. “Isso será discutido no Orçamento. E certamente não terá problema nenhum, já que ano que vem não tem eleição”.

O deputado disse ainda que pretende levar à Câmara o secretário executivo do Ministério da Fazenda, Nelson Machado, e o ministro da Previdência, Carlos Eduardo Gabas, para dar explicações aos parlamentares sobre a impossibilidade do governo em dar um reajuste maior que o previsto em seu relatório.

Acordo
Para o presidente da Câmara, Michel Temer, o necessário no momento é fechar um acordo em torno de uma proposta. Segundo informações da Agência Câmara, o importante para Temer é votar algo que prestigie os aposentados, e que não seja vetado pela Presidência da República.