Crise política

Moro rebate Bolsonaro e diz que permanência de Valeixo nunca foi utilizada como moeda de troca para nomeação no STF

Moro se pronunciou por meio de sua conta no Twitter pouco depois da coletiva de Jair Bolsonaro

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O ex-ministro da justiça Sérgio Moro rebateu as acusação feita na tarde desta sexta-feira (24) pelo presidente Jair Bolsonaro e disse que a permanência do diretor geral da Polícia Federal Maurício Valeixo nunca foi utilizada como moeda de troca para sua nomeação ao Supremo Tribunal Federal.

Moro se pronunciou por meio de sua conta no Twitter e complementou dizendo que “se fosse esse o meu objetivo, teria concordado ontem com a substituição do Diretor Geral da PF”.

Aprenda a investir na bolsa

O presidente Jair Bolsonaro disse nesta sexta-feira que o ex-ministro Sérgio Moro condicionou a troca de comando na Polícia Federal à sua indicação ao Supremo Tribunal Federal. “Ele [Sérgio Moro] disse que eu poderia demitir o Valeixo em novembro, depois de eu indicar ele como ministro do STF”, afirmou.

Sobre a informação dada pelo presidente de que Valeixo estava cansado de exercer a função de diretor da PF, Morro disse, também por meio do Twitter, que “Valeixo estava cansado de ser assediado desde agosto do ano passado pelo Presidente para ser substituído”.

Moro também voltou a afirmar que o decreto de exoneração do ex-diretor não passou por ele.

O ex-ministro da Justiça deixou o governo nesta sexta-feira (24) após o presidente exonerar o diretor-geral da Polícia Federal, Maurício Valeixo, em publicação no Diário Oficial da União durante a madrugada.

Receba o Barômetro do Poder e tenha acesso exclusivo às expectativas dos principais analistas de risco político do país
Concordo que os dados pessoais fornecidos acima serão utilizados para envio de conteúdo informativo, analítico e publicitário sobre produtos, serviços e assuntos gerais, nos termos da Lei Geral de Proteção de Dados.
check_circle_outline Sua inscrição foi feita com sucesso.
error_outline Erro inesperado, tente novamente em instantes.

PUBLICIDADE