Fechar Ads
Ao Vivo

Bolsonaristas radicais invadem Congresso, STF e Palácio do Planalto; Lula decreta intervenção no DF

Forças de segurança retomaram o controle, após destruição do patrimônio público

Por  Equipe InfoMoney -
update 21h42

Encerramos nossa cobertura especial dos atos de vandalismo que tomaram conta de Brasília

update 21h38

Intervenção no DF pode ser ampliada, caso seja necessária, diz Dino

Segundo ele, a data de 31 de janeiro, colocada inicialmente, parece ser suficiente.

update 21h36

Dino diz que não ver responsabilização jurídica de Bolsonaro, só política

update 21h23

Bolsonaro: No mais, repudio as acusações, sem provas, a mim atribuídas por parte do atual chefe do executivo do Brasil

Ao final de seu tuite, Bolsonaro se eximiu da culpa pelos atos deste domingo em Brasília, que foi insinuada pelo atual presidente, Luiz Inácio Lula da Silva, mais cedo.

https://platform.twitter.com/widgets.js

update 21h22

Bolsonaro: Ao longo do meu mandato, sempre estive dentro das quatro linhas da Constituição respeitando e defendendo as leis, a democracia, a transparência e a nossa sagrada liberdade

update 21h22

Bolsonaro escreve que repudia acusações, sem provas, “a mim atribuídas por parte do atual chefe do executivo do Brasil”

https://platform.twitter.com/widgets.js

update 21h21

Bolsonaro: Contudo, depredações e invasões de prédios públicos como ocorridos no dia de hoje, assim como os praticados pela esquerda em 2013 e 2017, fogem à regra

update 21h20

O que é intervenção federal, decretada por Lula após invasão em Brasília?

update 21h20

Bolsonaro diz que manifestações pacíficas, na forma da lei, fazem parte da democracia

update 21h19

Dino diz esperar que Congresso aprove intervenção Federal em reunião nesta segunda

update 21h14

Dino afirmou que não há nenhuma ação específica contra o governador do DF

Segundo ele, não está em discussão o afastamento de Ibaneis Rocha. “A intervenção restrita à segurança é o suficiente”, disse, ressaltando que acordou a medida com o presidente Lula. Para ele, agentes do governo do DF podem ter passado informações erradas. “É precoce afirmar responsabilidade jurídica”, afirmou Dino, sobre Ibaneis.

update 21h08

Ministro da Justiça cita aproximadamente 200 prisões e apreensão de 40 ônibus

update 21h08

Dino diz que atos como os de hoje nunca mais vão acontecer; ministro afirma que investigações estão chegando aos financiadores

update 21h05

Dino diz que prisões em flagrante seguirão, sejam onde estiverem os manifestantes; em referência às pessoas em frente aos quartéis

update 21h04

Dino diz que governador do DF não deve ter sido conivente, mas enganado; responsabilidade vai ser apurada

“Não há dúvidas que administrativamente não foi a melhor decisão”, disse o ministro da Justiça.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

update 21h02

Padilha diz que recomendou ao presidente Lula que só vá ao Palácio do Planalto após perícias

O ministro-chefe da Secretaria de Relações Institucionais, Alexandre Padilha, disse que podem ter bombas ou outros artefatos de destruição nos prédios do governo.

update 21h00

ONU condena “assalto às instituições democráticas do Brasil”

O secretário-geral da ONU, António Guterres, condenou “o assalto às instituições democráticas do Brasil”. “A vontade do povo brasileiro e as instituições democráticas devem ser respeitadas”, afirmou o português no Twitter.

https://platform.twitter.com/widgets.js

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

update 20h55

Dino diz que ainda há pessoas organizando ações; medidas seguirão sendo tomadas

update 20h54

Dino: adotamos mais providências para segurança da Capital; governadores cederam policiais

update 20h52

Dino diz que 40 ônibus foram apreendidos; identificamos todos que se dirigiram a Brasília e financiadores

update 20h51

Dino: 200 pessoas já foram presas em flagrante; prisões continuam

update 20h50

Dino diz que governador do DF precisa apurar responsabilidade de quem não cumpriu deveres constitucionais

update 20h49

Flávio Dino, ministro da Justiça, diz que governo do DF reconheceu que algo deu errado no planejamento

Em vídeo, Ibaneis pede desculpas a Lula após invasão de prédios em Brasília. “O governador vai responder se alguém se omitiu, ou o enganou e os por quês”, disse Dino.

update 20h47

OAB condena “levantes golpistas” e chama invasão de “inaceitável”

A Ordem dos Advogados do Brasil (OAB) emitiu nota de repúdio em que considera “inaceitável” a invasão aos prédios dos 3 Poderes. “Tais atos devem ser repelidos pelas forças de segurança de acordo com as disposições legais. É preciso que os artífices dos levantes golpistas sejam identificados e punidos, sempre tendo acesso ao devido processo, à ampla defesa e ao contraditório”.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

update 20h26

Interventor do DF, Ricardo Cappelli diz que ninguém ficará impune

“Estou em campo, andando no asfalto, comandando pessoalmente as forças de segurança, cumprindo a missão que recebi do presidente da República. Ninguém ficará impune. O Estado Democrático de Direito não será emparedado por criminosos”, escreveu Capelli, que foi nomeado pelo presidente Lula interventor na segurança pública do Distrito Federal.

https://platform.twitter.com/widgets.js

update 20h24

Polícia Civil diz que há 170 presos até o momento após atos de vandalismo, diz CNN

update 20h20

Veja como ficou o plenário do STF após invasão

Golpistas deixaram rastro de destruição no prédio da Corte.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

Plenário do STF é destruído em invasão de golpistas em Brasília

 

update 20h17

Associação Nacional dos Advogados da União condena veementemente as manifestações em Brasília

“É inadmissível, no Estado Democrático de Direito, que os valores da Democracia, da Paz e da Ordem Pública sejam vilipendiados em tal magnitude como a vista nesse lamentável episódio da História brasileira”, diz a ANAUNI. “Apoiamos integralmente a atuação institucional da Advocacia-Geral da União que protocolou, na presente data, junto ao Supremo Tribunal Federal (STF) pedido de providências imediatas na defesa do patrimônio público, de todos os Poderes, dos agentes políticos da União, bem como prisão em flagrante de todos os envolvidos nos atos  criminosos”, completou a nota.

update 20h16

Biden diz que situação no Brasil é “ultrajante”

O presidente dos Estados Unidos, Joe Biden, afirmou neste domingo (8) que a situação no Brasil é “ultrajante”, horas após apoiadores do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) invadirem o Congresso Nacional, o Supremo Tribunal Federal (STF) e o Palácio do Planalto.

O vandalismo golpista de Brasília tem paralelos com a invasão ao Capitólio dos EUA, em 6 de janeiro de 2021, quando a sede do Legislativo americano foi invadido por apoiadores do então presidente, Donald Trump, para tentar impedir a certificação da vitória eleitoral de Biden.

Condeno o atentado à democracia e à transferência pacífica do poder no Brasil”, afirmou o presidente dos EUA no Twitter. “As instituições democráticas do Brasil têm todo o nosso apoio e a vontade do povo brasileiro não deve ser abalada. Continuarei a trabalhar com Lula”.

https://platform.twitter.com/widgets.js

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

update 20h12

CNN e GloboNews dizem que deputados americanos se manifestam contra presença de Bolsonaro nos EUA

Os ex-presidente Jair Bolsonaro está em Orlando desde o final do ano passado. Ele saiu do Brasil dois dias do final do seu governo.

update 20h01

No Telegram, canal do ex-presidente Bolsonaro faz postagem de atos de seu governo

O canal no Telegram do ex-presidente Bolsonaro, com mais de 2,9 milhões de inscritos, mandou três postagens, às 19h50, 19h51 e 19h52, com atos de seu governo – sem fazer qualquer menção aos atos de vandalismo ocorridos em Brasília. Na primeira delas, destaca que “entre 2019 e 2022, o Governo Jair Bolsonaro investiu mais de R$21 milhões em ações pelas famílias do Brasil”; na segunda, que “mais de 21,6 milhões de famílias recebem o Auxilio Brasil em dezembro”; e na terceira, cita que o “Real tem a melhor performance em 2022 entre 33 moedas globais.”

update 19h47

Câmbio, juros e Bolsa devem sentir efeitos de retração de estrangeiros após invasão em Brasília

Para Felipe Paletta, sócio da Monett, o mercado amanhã (9) promete ser turbulento. Segundo ele, os atos tendem a aumentar a preocupação dos investidores estrangeiros, que já vinham recuando nos últimos meses dada a volatilidade causada pelas eleições presidenciais de outubro. “[Os acontecimentos] devem pesar principalmente no câmbio e nos juros. Na Bolsa, devemos ver volatilidade bastante grande num primeiro momento”, avalia.

update 19h43

Cenas de desordem e quebra-quebra exigem firme reação do Estado, diz Febraban

Em nota, o presidente da Federação Brasileira de Bancos (Febraban), Isaac Sidney, repudiou “com veemência as agressões ao patrimônio público nacional e a violência contra as instituições que representam o Estado Democrático de Direito”. “As cenas de desordem e quebra-quebra causam profunda perplexidade institucional, que exigem firme reação do Estado”, disse.

update 19h43

“Não admitiremos isso em São Paulo”, diz Tarcísio sobre ataques no DF

Os governadores dos dois maiores estados do país, que são aliados do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL), condenaram neste domingo (8) os ataques golpistas em Brasília, horas após bolsonaristas radicais invadirem a sede dos 3 Poderes da República: o Congresso Nacional, o Supremo Tribunal Federal (STF) e o Palácio do Planalto. Leia mais aqui.

O governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas (Republicanos), condenou os ataques e disse que irá coibir atos semelhantes no estado. “Manifestações perdem a legitimidade e a razão a partir do momento em que há violência, depredação ou cerceamento de direitos. Não admitiremos isso em SP!”, escreveu o ex-ministro da Infraestrutura de Bolsonaro no Twitter.

https://platform.twitter.com/widgets.js

O governador do Rio, Cláudio Castro (PL), que é do mesmo partido de Bolsonaro, também criticou os ataques em Brasília e disse que não vai aceitar atos semelhantes no estado. “Seremos enérgicos contra toda e qualquer manifestação que não respeite os patrimônios público e privado e o direito de ir e vir dos cidadãos do Rio de Janeiro”.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

https://platform.twitter.com/widgets.js

update 19h40

Mauro Vieira diz que OEA vai expressar conjuntamente apoio ao governo e repulsa a atos

À CNN, o ministro das relações exteriores disse que recebeu manifestação de apoio de pares de países como Portugal, Espanha, Colômbia, Chile, Uruguai, entre outros. “Democracia brasileira é sólida e mecanismos de proteção estão vigentes”, disse.

update 19h35

Anderson Torres escreve que “criminosos não sairão impunes”

Antes da manifestação por meio do Twitter, a AGU pediu a prisão de Anderson Torres, que está nos EUA

https://platform.twitter.com/widgets.js

update 19h34

Governador do Rio, Castro diz que cenas em Brasília são inadmissíveis

“Em um ambiente democrático, as cenas que vemos em Brasília são inadmissíveis. Atitudes como essas mancham a imagem do Brasil e não contribuem em nada para o nosso futuro. Manifestações pacíficas fazem parte da democracia, vandalismo não!”, escreveu Claudio Castro, governador do Rio de Janeiro e apoiador do ex-presidente Jair Bolsonaro.

update 19h30

Ministro Alexandre de Moraes, do STF, diz que responsáveis por atos serão responsabilizados, assim como finciadores

Pelo Twitter, Moraes escreveu que “os desprezíveis ataques terroristas à Democracia e às Instituições Republicanas serão responsabilizados, assim como os financiadores, instigadores, anteriores e atuais agentes públicos que continuam na ilícita conduta dos atos antidemocráticos. O Judiciário não faltará ao Brasil!”

update 19h27

Invasão em Brasília não afeta ordem pública e deve ter impacto pequeno nos mercados, diz Figueiredo

“Em princípio, se houver algum impacto nos mercados, é pequeno”, afirmou Luiz Fernando Figueiredo, ex-diretor do Banco Central. “Em nenhum momento está sendo levantada alguma discussão com relação a risco institucional, que é a questão maior”. Figueiredo reforçou que, nesta tarde, o presidente Lula decretou a intervenção federal da segurança pública do Distrito Federal. “É o correto, dentro do que está acontecendo. Mas não existe uma entidade com alguma representatividade que entenda isso como o limite de um processo que vá gerar uma questão maior”. “Claro que ninguém gosta de uma confusão como essa, por mais que seja restrita a um episódio. Se o mercado sentir, sente pouco”, afirmou.

update 19h25

Ibaneis Rocha, governador do DF, diz que atos são inaceitáveis e pede desculpas a Lula

Em vídeo gravado, o governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), pediu desculpas ao presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT) e aos presidentes do Congresso Nacional e do Supremo Tribunal Federal (STF) após os atos de destruição em Brasília.

“O que aconteceu é inaceitável. Estávamos monitorando os movimentos, conversamos por várias vezes (com os grupos que chegavam), mas não acreditávamos que tomaria essa proporção”, afirmou Ibaneis. Segundo ele, os “vândalos e terroristas” serão punidos.

update 19h21

Líder do PT na Câmara pede apreensão de ônibus dos golpistas

O líder do PT na Câmara, deputado federal Zeca Dirceu, pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) a apreensão de todos os ônibus que levaram bolsonaristas golpistas para Brasília nos últimos dias.

https://platform.twitter.com/widgets.js

update 19h20

Governador de São Paulo, Tarcísio de Freitas diz que manifestações violentas perdem legitimidade

Por meio do Twitter, Freitas, apoiador do ex-presidente Bolsonaro, escreveu que “manifestações perdem a legitimidade e a razão a partir do momento em que há violência, depredação ou cerceamento de direitos”.

https://platform.twitter.com/widgets.js

update 19h18

Presidentes dos 5 principais tribunais do país divulgam nota conjunta de “indignação”

Os ministros do Supremo Tribunal Federal (STF) classificaram como “terroristas” os bolsonaristas golpistas que não aceitaram o resultado das eleições presidenciais e invadiram e depredaram as sedes dos 3 Poderes neste domingo (8) em Brasília. Leia mais aqui.

Além disso, os presidentes do STF, do Superior Tribunal de Justiça (STJ), do Tribunal Superior Eleitoral (TSE), do Tribunal Superior do Trabalho (TST) e do Superior Tribunal Militar (STM) divulgam nota conjunta de “indignação ante os graves acontecimentos ocorridos”.

A presidente do STF, Rosa Weber, afirmou em nota em que garante que a Corte vai atuar “para que os terroristas que participaram desses atos sejam devidamente julgados e exemplarmente punidos”. “A Suprema Corte não se deixará intimidar por atos criminosos e de delinquentes infensos ao estado democrático de direito”.

Em sua conta no Twitter, o ministro Alexandre de Moraes disse que “os desprezíveis ataques terroristas à Democracia e às Instituições Republicanas serão responsabilizados, assim como os financiadores, instigadores, anteriores e atuais agentes públicos que continuam na ilícita conduta dos atos antidemocráticos. O Judiciário não faltará ao Brasil”.

Em nota conjunta, os presidentes dos 5 principais tribunais do país (STF, TSE, STJ, TST e STM) manifestaram “indignação ante os graves acontecimentos ocorridos” e expressaram “solidariedade às autoridades legitimamente constituídas e que são alvo dessa absurda agressão”

Os presidentes dos tribunais “reiteram à Nação brasileira o compromisso de que o Poder Judiciário seguirá firme em seu papel de garantir os direitos fundamentais e o Estado Democrático de Direito, assegurando o império da lei e a responsabilização integral dos que contra ele atentem”.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

(Com Agência Brasil)

update 19h12

Bolsonaristas caminham tranquilamente pela Esplanada dos Ministérios

Apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (PL) caminham tranquilamente pela Esplanada dos Ministérios em Brasília, mostram imagens da GloboNews no início da noite deste domingo (8).

Uma multidão caminha na direção contrária à Praça dos 3 Poderes, enquanto um grupo ainda se aglomera em frente a ministérios, horas após os golpistas levarem o caos à capital federal, invadindo o Congresso Nacional, o Supremo Tribunal Federal (STF) e o Palácio do Planalto.

Forças de segurança levaram cerca de 4 horas para conseguir retirar os golpistas das sedes dos 3 Poderes. Elas começaram pelo STF, depois avançaram sobre o Planalto e finalmente retiraram os bolsonaristas do Congresso e do gramado em frente à sede do Legislativo federal.

update 19h11

Invasão em Brasília traz paralelos com Capitólio nos EUA e reforça a visão de bolsonarismo radical

update 19h09

AGU pede à Justiça Federal a reintegração de posse de prédios públicos na Esplanada, ocupados por manifestantes, diz CNN

update 19h07

Fórum de governadores oferece forças de segurança para conter atos

A entidade fez uma reunião de emergência na tarde de hoje (8). O encontro reuniu tanto governadores como secretários estaduais de Segurança Pública. Em nota, os governadores se colocaram à disposição para o envio de forças militares estaduais destinadas a apoiar a situação de normalidade nacional, exigem a apuração das origens dessa movimentação absurda e pedem a adoção de medidas enérgicas contra os extremistas, para “aqueles que permitiram, por negligência ou conveniência, tal situação, bem como a subsequente penalização de seus responsáveis.”

update 19h06

150 pessoas foram presas durante as invasões golpistas de bolsonaristas

Cerca de 150 pessoas foram presas até o momento, durante as invasões golpistas de apoiadores do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) em Brasília. A informação foi dada pela GloboNews.

Os bolsonaristas invadiram e destruíram as sedes dos 3 Poderes da República: o Congresso Naciona, o Supremo Tribunal Federal (STF) e o Palácio do Planalto.

Cerca de 30 pessoas foram presas dentro do Senado Federal, segundo o diretor-geral da Polícia Legislativa. Também há imagens de detenções no Palácio do Planalto e na Praça dos 3 Poderes.

Veja no vídeo abaixo o momento em que bolsonaristas golpistas são presos e algemados:

update 19h02

Golpistas são retirados da frente do Congresso

Os bolsonaristas golpistas que invadiram os 3 Poderes da República — Congresso Nacional, Supremo Tribunal Federal (STF) e Palácio do Planalto — foram retirados pelas forças de segurança, por volta das 19h, do gramado em frente à sede do Poder Legislativo.

As forças de segurança retomaram primeiro o controle do STF, depois retiraram os golpistas do Planato e da Praça dos 3 Poderes e só então avançaram em direção ao Congresso.

Os policiais primeiro retiraram a multidão do teto e do interior do Legislativo e só depois dispersou os bolsonaristas sobre o gramado em frente ao Congresso, no começo da Esplanada dos Ministérios. Segundo a GloboNews, cerca de 30 pessoas foram presas dentro do Senado.

update 18h58

Ministro dos Direitos Humanos pede ‘todo o rigor da lei’ contra atos golpistas

O ministro dos Direitos Humanos e da Cidadania, Silvio Almeida, pediu “todo o rigor da lei” contra os atos golpistas deste domingo (8) em Brasília. Bolsonaristas invadiram os 3 Poderes da República: o Congresso Nacional, o Supremo Tribunal Federal (STF) e o Palácio do Planalto.

“Que as pessoas envolvidas sejam identificadas e exemplarmente responsabilizadas”, afirmou o ministro. “Nisso estão incluídos os financiadores e as autoridades que – comissiva ou omissivamente – participaram dessas ações criminosas”.

https://platform.twitter.com/widgets.js

update 18h57

Congresso fará reunião extraordinária para analisar decreto de intervenção no DF amanhã, às 10h

update 18h51

PGR determina abertura de inquérito criminal sobre invasão em Brasília

update 18h51

Cerca de 30 pessoas são presas em flagrante no Senado

Cerca de 30 bolsonaristas golpistas foram presos em flagrante no plenário do Senado Federal, segundo a GloboNews. A informação foi dada pelo diretor-geral da Polícia Legislativa do Congresso Nacional.

No momento, forças de segurança estão disparando bombas contra a multidão que ainda está aglomerada em frente ao Congresso, no início da Esplanada dos Ministérios.

update 18h49

Após invadirem STF, bolsonaristas golpistas exibem porta de Alexandre de Moraes

update 18h46

Mais de 150 manifestantes foram presos até agora, diz GloboNews

CNN mostra imagens de manifestantes sendo presos, descendo a rampa do Palácio do Planalto.

update 18h45

Análise XP Política: Invasão em Brasília

“As cenas de vandalismo que ocorrem neste momento com invasão às principais instituições em Brasília — Congresso, Planalto e Supremo — levantam a expectativa sobre a habilidade do novo governo em tomar as medidas necessárias para debelar rapidamente esses atos e retomar a normalidade.

Integrantes do governo acreditam que será preciso uma reação enérgica para reaver o controle da situação e evitar que cenas como essas se repitam no futuro. Neste momento, a discussão no governo é sobre a possibilidade de acionar as Forças Armadas, já que a PMDF não parece disposta a frear esses atos. As hipóteses discutidas são um decreto de Garantia da Lei e da Ordem e uma ação judicial que permita intervenção federal junto à segurança pública do DF. O temor no núcleo político do governo é que esse tipo de ação se torne uma sombra constante sobre o governo Lula, caso não seja combatida com vigor e rapidez agora.

Mesmo que esses atos estejam partindo de apoiadores de Bolsonaro, não é possível dizer que seja algo que o fortaleça politicamente. Ao contrário. Na ausência do ex-presidente, que está nos Estados Unidos, esses atos radicais tendem a afastar o eleitor médio — caso se repita o que foi medido durante a campanha em relação a atos mais radicais partindo do presidente ou de seu entorno. Nesse sentido, os atos tendem a consolidar a imagem radical do grupo e dificultar a atuação do bolsonarismo como oposição institucional nos próximos quatro anos.”

update 18h43

Análise XP/Conatus: as invasões aos 3 Poderes nas redes

As invasões golpistas promovidas por apoiadores do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) em Brasília, às sedes dos 3 Poderes da República, não movimentaram as redes sociais (até as 16h30) para além dos agrupamentos tradicionalmente engajados com pautas políticas.

Muito embora a adesão às invasões pareça organizada organicamente, os dados de redes sociais sugerem que a mobilização não passou pelas plataformas tradicionais, já que não houve grandes alterações nem no número de usuários engajados e nem na quantidade de publicações do agrupamento bolsonarista desde o início do governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT).

A hipótese de que as manifestações passam ao largo das redes sociais é corroborada pela atuação do bolsonarismo durante os atos, trabalhando mais na documentação que na disputa de narrativa.

update 18h43

Bolsonaristas golpistas invadem Palácio do Planalto, Congresso Nacional e STF. Veja imagens

update 18h40

Principal responsabilidade deve ficar com Ibaneis, diz analista político

Na avaliação de Ricardo Ribeiro, analista político da MCM Consultores, a invasão aos 3 Poderes da República reforçam a fragilidade da segurança dos palácios governamentais em Brasília. Para ele, a principal responsabilidade deverá ficar com o governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB).

Embora alguns vejam os atos como ingrediente a enfraquecer o governo do presidente Luiz Inácio Lula da Silva (PT), o especialista pondera que a nova gestão agora teria uma justificativa sólida para impor forte repressão a bolsonaristas radicais e golpistas.

Além de legitimar ações mais enérgicas contra o grupo (a partir de uma intervenção federal sobre a segurança pública no DF), as invasões também têm potencial para isolar mais parlamentares bolsonaristas no Congresso Nacional.

update 18h31

Após retomar STF e Planalto, forças de segurança avançam sobre o Congresso

Após retomar o Supremo Tribunal Federal (STF), o Palácio do Planalto e a Praça dos Três Poderes, forças de segurança agora avançam sobre o Congresso Nacional, onde estão bolsonaristas golpistas.

Bolsonaristas foram retirados do teto do Congresso e agora estão aglomerados no gramado em frente à sede do Legislativo, segundo imagens da GloboNews.

No momento, forças de segurança estão disparando contra golpistas que estão na rampa do Congresso.

update 18h31

Confira na íntegra o decreto de intervenção federal na segurança pública do Distrito Federal

update 18h27

PT pede ao PGR intervenção na segurança pública do DF; ministros do STF também defendem medida, diz colunista

Após invasão por bolsonaristas radicais do Palácio do Planalto, do Congresso Nacional e do Supremo Tribunal Federal (STF), o PT anunciou que vai entrar com um pedido à Procuradoria-Geral da República de intervenção federal na Secretaria de Segurança Pública do Distrito Federal.

update 18h26

Polícia faz prisões de manifestantes, diz TV

update 18h25

Acompanhe o momento em que Lula decreta intervenção federal no DF

update 18h24

Repercussão sobre invasões

Para Mário Braga, analista sênior da consultoria Control Risks, o resultado das ações deste domingo em Brasília não indicam necessariamente uma maior adesão às manifestações de bolsonaristas. Ele destaca que agora é importante monitorar o potencial contágio dos atos em outras partes do país e os riscos de novas manifestações nestes termos no futuro.

update 18h24

AGU pede ao STF a prisão do ex-secretário de segurança do DF, Anderson Torres

A Advocacia-Geral da União (AGU) pediu ao Supremo Tribunal Federal (STF) a prisão do ex-secretário de Segurança Pública do Distrito Federal, Anderson Torres, segundo a GloboNews.

Torres foi nomeado para o cargo no dia 2 pelo governador do DF, Ibaneis Rocha (MDB), e exonerado neste domingo (8), após bolsonaristas golpistas invadirem o Congresso Nacional, o Supremo Tribunal Federal (STF) e o Palácio do Planalto.

Antes de virar secretário de segurança do DF, Torres era ministro da Justiça e da Segurança Pública do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL). Segundo a GloboNews, Torres está nos Estados Unidos e visitou Bolsonaro na Flórida.

O ex-presidente deixou o Brasil no fim de dezembro, antes do término do seu mandato.

update 18h23

Aras determina que MP abra investigação contra golpistas

O Produrador-Geral da República, Augusto Aras, determinou que o Ministério Público abra imediatamente procedimento investigatório criminal para responsabilizar os envolvidos pela invasão golpista aos 3 Poderes neste domingo (8).

A investigação contra os bolsonaristas que invadiram e destruíram o Congresso Nacional, o Supremo Tribunal Federal (STF) e o Palácio do Planalto ficará a cargo da Procuradoria da República no Distrito Federal (PRDF).

update 18h23

Praça dos Três Poderes é esvaziada de manifestantes, diz TV; tropa de choque avança sobre manifestantes

A tropa de choque da Polícia Militar do Distrito Federal e o Batalhão da Guarda Presidencial conseguiram desocupar a rampa do Palácio do Planalto, após cerca de três horas e meia de baderna. No momento, os radicais estão concentrados no fundo e no estacionamento do prédio.

update 18h21

Governador do DF demite secretário de Segurança Pública Anderson Torres, que está nos EUA

update 18h19

Líderes internacionais condenam invasão bolsonarista em Brasília

Líderes internacionais condenaram neste domingo (8) o ataque de apoiadores do ex-presidente Jair Bolsonaro (PL) aos 3 Poderes em Brasília. Os golpistas invadiram o Congresso Nacional, o Supremo Tribunal Federal (STF) e o Palácio do Planalto. Leia mais aqui.

Entre os líderes que se manifestaram estão o primeiro-ministro da Espanha, Pedro Sanchéz; e os presidentes da Colômbia, Gustavo Petró; e do Chile, Gabriel Boric; além dos ministros das relações exteriores da Argentina e do México.

O Equador também se posicionou contra a invasão golpista em Brasília.

update 18h17

Lula decreta intervenção da segurança de Brasília após invasão

update 18h10

Lula diz que, quando alguém hoje achar que a questão climática é uma coisa menor, (isso) não (é)

update 18h07

Lula: vamos investigar os financiadores, e nunca mais isso deve se repetir

update 18h06

Lula: Vou voltar para BSB, visitar os três palácios

update 18h05

Lula: Isso nunca tinha acontecido no país. Nem no auge da luta armada, nos anos 70

update 18h05

Lula: É preciso que essas pessoas sejam punidas de forma exemplar

update 18h04

Lula: Esses policiais que participaram disso não poderão ficar impunes e não poderão participar da corporação

update 18h04

Lula diz que houve incompetência, má vontade e má fé

update 18h03

Lula: Todos eles pagarão com a força da lei esse gesto de irresponsabilidade, antidemocrático

update 18h02

Lula: Não existe precedente o que essa gente fez, e por isso precisam ser punidas

update 18h02

Lula: Essas pessoas poderíamos chamar de nazistas fantásticos fizeram o que nunca foi feito na história deste país

update 18h02

Lula: a democracia exige que as pessoas respeitem as instituições

update 18h01

Lula: Todas as pessoas que fizeram isso serão encontradas e punidas

update 18h00

Lula: aquelas pessoas que chamamos de fascistas invadiram a sede do governo, do Congresso Nacional e da Suprema Corte, como verdadeiros vândalos

update 17h58

Lula: interventor poderá requisitar meios necessários para retomar a ordem

update 17h58

Lula decreta intervenção federal na segurança do DF

O presidente da República, Luiz Inácio Lula da Silva (PT), acaba de decretar intervenção federal na segurança pública do Distrito Federal, após bolsonaristas golpistas invadirem as sedes dos 3 Poderes em Brasília.

Os bolsonaristas invadiram e destruíram o Congresso Nacional, do Supremo Tribunal Federal (STF) e do Palácio do Planalto na tarde deste domingo (8).

Lula nomeou Ricardo Garcia Cappelli como interventor até o dia 31 e criticou a Polícia Militar do Distrito Federal. O presidente afirmou que houve “incompetência, má vontade ou má-fé” das forças de segurança e disse que responsáveis não ficarão impunes.

Lula está em Araraquara (SP) e discursou ao lado dos ministros das Cidades e do Desenvolvimento Social e do prefeito da cidade, Edinho Silva (PT).

update 17h58

Lula: Ricardo Garcia Cappeli é nomeado interventor de segurança no DF

update 17h56

Lula assina decreto de intervenção federal no DF até 31 de janeiro

update 17h56

Após invadirem STF, bolsonaristas exibem porta de Alexandre de Moraes

Bolsonaristas golpistas que invadiram neste domingo (8) o Supremo Tribunal Federal (STF), em Brasília, exibiram nas redes sociais uma porta com o nome do ministro Alexandre de Moraes.

Porta de Alexandre de Moraes
Porta de Alexandre de Moraes é exibida após invasão ao STF (Divulgação)
update 17h55

Lula: verdadeiros vândalos invadiram e destruíram Brasília

update 17h53

Lula começa a se pronunciar

update 17h53

Forças de segurança sobem a rampa do Palácio do Planalto

Forças de segurança sobem a rampa do Palácio do Planalto neste momento, segundo imagens da GloboNews. As polícias já retomaram o Supremo Tribunal Federal (STF), mas bolsonaristas ainda estão dentro do Congresso Nacional e no entorno da Praça dos Três Poderes.

update 17h52

Lula vai se pronunciar sobre atos de invasão a Brasília

update 17h51

Golpistas destroem barreiras na Praça dos Três Poderes

Golpistas destroem barreiras na Praça dos Três Poderes, em Brasília (Foto: Reuters)
update 17h48

“A desordem nunca fez parte dos princípios da nossa nação”, diz Costa Neto

“Quero dizer a vocês que condenamos veementemente esse tipo de atitude, e que a lei seja cumprida, fortalecendo a nossa democracia”, disse, acrescentando que “todas as manifestações ordeiras são legítimas”.

 

 

update 17h47

Criticado, governador do DF diz ter colocado todas as forças de segurança nas ruas

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), disse à agência de notícias Reuters que todas as forças de segurança foram colocadas nas ruas para combater os bolsonaristas que invadiram o Congresso Nacional, o Supremo Tribunal Federal (STF) e o Palácio do Planalto.

Ibaneis está sendo duramente criticado pelas invasões dos golpistas e anunciou a exoneração do secretário de Segurança Pública do DF, Anderson Torres. Torres havia sido nomeado pelo governador na semana passada, após deixar o cargo de ministro da Justiça e da Segurança Pública do governo Jair Bolsonaro (PL).

Segundo a GloboNews, Torres está nos Estados Unidos e se encontrou com Bolsonaro, que deixou o Brasil e foi para a Flórida antes do fim do seu mandato, no final de 2022. Ibaneis foi perguntado pela Reuters porque o governo do DF não agiu antes, pois já era sabido que os golpistas planejavam uma ação em Brasília, mas não respondeu.

update 17h46

Presidente do PL diz que “hoje é um dia triste para a nação brasileira”

“Não podemos concordar com a depredação do Congresso Nacional”, disse o presidente do PL, Valdemar Costa Neto, partido do ex-presidente Jair Bolsonaro.

update 17h41

STF diz que segurança da Corte e PM do DF retomaram prédio

A equipe de segurança do Supremo Tribunal Federal (STF) e a Polícia Militar do Distrito Gederal conseguiram retomar o prédio da Corte, após bolsonaristas golpistas terem invadido o edifício e depredado o interior do local neste domingo (8), informou a assessoria de imprensa do STF.

Segundo a assessoria da Corte, algumas pessoas estão presas na garagem do prédio.

Uma multidão bolsonarista invadiu também o Palácio do Planalto e o Congresso Nacional, em um episódio que remete à invasão do Capitólio dos Estados Unidos, em Washington DC, em 6 de janeiro de 2021.

A sede do Legislativo americano foi invadido na ocasião por apoiadores do presidente Donald Trump, para tentar impedir a certificação da vitória eleitoral do democrata Joe Biden, na eleição presidencial de 2020.

update 17h35

Forças de segurança retomam o STF

As forças de segurança retomaram o controle do Supremo Tribunal Federal (STF), que havia sido invadido por bolsonaristas, segundo imagens ao vivo da GloboNews.

Elas também estão tentando retirar os golpistas da Praça dos Três Poderes e do Palácio do Planalto. Milhares de pessoas ainda estão no Congresso Nacional e na Esplanada dos Ministérios.

update 17h28

Presidente da Câmara defende punição pelo ‘ataque à democracia brasileira’

O Presidente da Câmara, Arthur Lira, defendeu a identificação e punição, “na forma da lei”, aos “responsáveis que promovoram e acobertaram esse ataque à democracia brasileira e aos seus principais símbolos”.

“A democracia pressupõe alternância de poder e divergências de pontos de vista, mas não admite as cenas deprimentes que o Brasil é supreendido neste momento”, afirmou Lira em publicação no Twitter. “Agiremos com rigor para preservar a liberdade, a democracia e o respeito à Constituição”.

https://platform.twitter.com/widgets.js

update 17h22

Secretário de Segurança do DF é exonerado

O governador do Distrito Federal, Ibaneis Rocha (MDB), chamou os golpistas de “manifestantes” e classificou a invasão aos 3 Poderes da República de “baderna antidemocrática”.

Ibaneis também afirmou que exonerou o Secretário de Segurança do DF, Anderson Torres.

Torres foi nomeado no começo deste ano para o cargo, após deixar o posto de ministro da Justiça e Segurança Pública do governo Jair Bolsonaro (PL).

Segundo a GloboNews, Torres está nos Estados Unidos e visitou Bolsonaro na Flórida. O ex-presidente deixou o Brasil no fim de dezembro, antes do término do seu mandato.

https://platform.twitter.com/widgets.js

update 17h18

O início das invasões

Os bolsonaristas saíram do quartel-general do Exército e caminharam em direção à Praça dos Três Poderes. A Polícia Militar usou spray de pimenta contra os golístas, mas eles ultrapassaram a barreira de contenção que cercava o Congresso e acessaram o saguão principal.

update 17h16

Barreiras de segurança

A invasão ao Congresso, ao STF e ao Planalto começou por volta das 15h, quando os golpistas passaram por barreiras de segurança e subiram a rampa do Congresso. Forças de segurança estão tentando controlar a situação.

update 17h13

Bolsonaristas golpistas levam caos a Brasília

Bolsonaristas invadiram os 3 Poderes da República na tarde deste domingo (8), em Brasília, após entrarem em confronto com a Polícia Militar na Esplanada dos Ministérios. Os golpistas destruíram o Congresso Nacional, o Supremo Tribunal Federal (STF) e o Palácio do Planalto.

Oferta Exclusiva para Novos Clientes
Jaqueta XP NFL
Garanta em 3 passos a sua jaqueta e vista a emoção do futebol americano
EU QUERO
Newsletter
Infomorning
Receba no seu e-mail logo pela manhã as notícias que vão mexer com os mercados, com os seus investimentos e o seu bolso durante o dia
Compartilhe