Renda fixa

Tesouro Direto: taxas de títulos públicos têm alta nesta quarta-feira

Investidores monitoraram impasse sobre vacina, declarações de Bolsonaro sobre Biden e Covid-19 e dados do varejo abaixo do esperado

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Os prêmios pagos pelos títulos públicos negociados via Tesouro Direto apresentam forte alta na tarde desta quarta-feira (11), com os investidores repercutindo declarações do presidente Jair Bolsonaro e dados do varejo abaixo do esperado.

O título prefixado com vencimento em 2023 pagava um prêmio anual de 5,15%, ante 4,98% na tarde de ontem. A taxa paga pelo mesmo papel com prazo em 2026, por sua vez, subia de 7,13% para 7,36% ao ano.

Entre os papéis indexados à inflação, o com vencimento em 2035 oferecia uma taxa anual de 4,07%, frente à taxa de 3,94% paga anteriormente. Já o prêmio do Tesouro IPCA+2026 era de 2,90% ao ano, ante 2,81% a.a. na terça-feira.

Aprenda a investir na bolsa

No câmbio, o dólar operava em leve alta de 0,4% ante o real, negociado a R$ 5,41 por volta das 16h.

Confira os preços e as taxas dos títulos públicos nesta quarta-feira (11):

Fonte: Tesouro Direto

Política e vacinas

Entre os destaques do dia, as atenções recaíram sobre a politização em torno de uma das principais apostas para a vacinação contra a Covid-19 no Brasil, além de falas do presidente Jair Bolsonaro em relação ao novo presidente eleito dos Estados Unidos.

Bolsonaro, um dos poucos líderes que ainda não parabenizou Joe Biden, disse na terça-feira que, quando acaba a diplomacia, é preciso usar “pólvora”, em alusão à ameaça do democrata de impor barreiras comerciais ao Brasil caso não cessem os incêndios na Amazônia.

Após a declaração, o embaixador dos Estados Unidos no Brasil, Todd Chapman, fez uma postagem exaltando o Corpo de Fuzileiros Navais de seu país.

“O Destacamento de Fuzileiros Navais na Embaixada e nos Consulados dos EUA compartilha [sic] uma longa história e uma relação importante e duradoura com a diplomacia que nos permite construir com segurança uma relação bilateral mais forte com o Brasil. Happy Birthday, @USMC!”, postou com um vídeo em que mostra que os “Marines” são os “maiores do mundo” e estão “sempre prontos” para agir.

Por Dentro dos Resultados
CEOs e CFOs de empresas abertas comentam os resultados do ano. Cadastre-se gratuitamente para participar:
Concordo que os dados pessoais fornecidos acima serão utilizados para envio de conteúdo informativo, analítico e publicitário sobre produtos, serviços e assuntos gerais, nos termos da Lei Geral de Proteção de Dados.
check_circle_outline Sua inscrição foi feita com sucesso.
error_outline Erro inesperado, tente novamente em instantes.

PUBLICIDADE

Já sobre o coronavírus, o presidente afirmou que o Brasil “não pode ser um país de maricas” ao comentar a morte de 160 mil pessoas por conta da doença. Ontem, o presidente foi às redes sociais dizer que estava com razão após a morte de paciente no grupo de testes da vacina chinesa Coronavac.

A mídia, contudo, mostrou que a morte que provocou a suspensão dos testes clínicos da vacina foi um suicídio. O voluntário era profissional da área da saúde e a morte não tem relação com possíveis efeitos colaterais da vacina, de acordo com as fontes ouvidas em condição de sigilo.

As disputas em torno da Coronavac têm se acentuado desde outubro. O ministro da Saúde, general Eduardo Pazuello, anunciou que o governo federal tinha a intenção de comprar 46 milhões de doses da Coronavac. Logo em seguida, foi desautorizado por Bolsonaro.

Diante da paralisação dos testes, o ministro Ricardo Lewandowski, do STF, determinou que a Anvisa forneça, em 48 horas, explicações sobre os “critérios utilizados para proceder aos estudos e experimentos concernentes à vacina acima referida, bem como sobre o estágio de aprovação desta e demais vacinas contra a Covid-19”.

Na agenda de indicadores, as vendas no varejo brasileiro cresceram 0,6% em setembro na comparação com agosto.

O resultado veio bem abaixo da expectativa dos economistas consultados pela Bloomberg, que estimavam alta de 1,4% na base de comparação mensal.

Cena global

O sentimento de maior otimismo voltou a prevalecer entre os investidores internacionais nesta quarta-feira, diante do sucesso dos testes da vacina contra o coronavírus desenvolvida pelas farmacêuticas Pfizer e BioNTech.

Mantendo o rali que começou com o resultado de 90% de eficácia da profilaxia, o petróleo sobe mais uma vez hoje. O barril do Brent – usado como referência pela Petrobras – tem alta de 2,71% a US$ 44,79 e o barril do WTI avança 2,83% a US$ 42,53.

PUBLICIDADE

A instituição russa de pesquisa Gamaleya anunciou hoje que a Sputnik V, primeira vacina desenvolvida no país contra o Sars-CoV-2, apresentou 92% de eficácia na prevenção da Covid-19.

Os dados preliminares ainda precisam ser revisados por cientistas e publicados em revista científica para serem confirmados. Ainda de acordo com o comunicado, a definição da eficácia veio após “o cálculo baseado em 20 casos confirmados de Covid-19 entre os indivíduos vacinados e entre aqueles que receberam placebo”.

Você sabe o que é 3×1? Assista de graça a estratégia de opções que busca triplicar o capital investido em um mês