Renda fixa

Tesouro Direto: taxas recuam com percepção do mercado sobre inflação e à espera de decisão do Federal Reserve

Prefixados oferecem rentabilidade anual de até 13,41%; ganho dos papéis de inflação chega a 6,22%

Por  Bruna Furlani, Katherine Rivas -

As taxas dos títulos públicos operam em queda na tarde desta segunda-feira (25), pela segunda sessão consecutiva. Nos prefixados, as taxas recuam até 16 pontos-base, enquanto nos títulos atrelados à inflação a queda chega até 7 pontos-base.

Segundo Luciano Costa, economista-chefe e sócio da Monte Bravo Investimentos, o movimento acompanha a percepção do mercado de que os índices de inflação podem arrefecer e até apresentar deflação (quando há uma queda generalizada de preços e se trata de uma ‘tendência recessiva) expressiva após a virada do mês de julho. O recuo seria reflexo das mudanças de impostos e do desconto recente nos preços da gasolina.

“Hoje saiu o IPC-S que teve deflação de 0,44%, enquanto o mercado esperava recuo de 0,19%, o dado veio acima do esperado. Amanhã sai o IPCA-15, prévia da inflação de julho, e o mercado já projeta um número baixo também”, afirma Costa, ao pontuar que as projeções da casa apontam que a prévia da inflação oficial deve encerrar julho com alta de 0,15%.

“Essa expectativa de uma safra de números de inflação mais favoráveis está ajudando a tirar os prêmios nas taxas curtas e médias”, completa.

Na contramão, novas revisões para cima nas projeções para a inflação do ano que vem voltaram a preocupar o mercado nesta segunda-feira (25).

De acordo com o Relatório Focus, do Banco Central, a mediana das estimativas agora aponta que o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) deve terminar 2023 em 5,30%, acima dos 5,20% vistos na semana passada. Para este ano, as expectativas seguem movimento contrário: recuando semana após semana.

Já nas taxas mais longas, Costa cita que a ausência de notícias no âmbito fiscal tem auxiliado na queda dos prêmios de risco. O mercado também está atento a decisão do Federal Reserve (Fed) nesta quarta-feira (27), que segundo Costa, não deve trazer grandes surpresas.

A expectativa é que o banco central americano eleve os juros em 0,75 ponto percentual. Contudo, Costa destaca que o foco está no tom para as próximas reuniões, o mercado espera que o Fed modere o ritmo com altas de 0,50 ponto percentual a partir de setembro.

Dentro do Tesouro Direto, a rentabilidade dos prefixados chegava a 13,41% às 15h23.

A maior queda entre as taxas era do título prefixado de longo prazo. O Tesouro Prefixado 2033, com juros semestrais, oferecia um retorno anual de 13,41%, inferior aos 13,57% vistos na sexta-feira (22).

Já o Tesouro Prefixado 2025 e o Tesouro Prefixado 2029 apresentavam uma rentabilidade anual de 13,25% e 13,34%, respectivamente, abaixo dos 13,36% e 13,48% registrados na semana passada.

Nos títulos atrelados à inflação, as taxas recuavam entre 5 e 7 pontos-base. Chama a atenção o fato de que a rentabilidade real oferecida pelo título com vencimento em 2026 era igual a do Tesouro IPCA+2032. Ambos entregavam um juro real de 6,15%, às 15h32.

Movimento semelhante ocorria com o Tesouro IPCA+2035 e 2045 que ofereciam um retorno real de 6,18%, mesmo valor que era entregue pelo papel com vencimento em 2040, com juros semestrais.

Papéis de prazo mais longo costumam oferecer retornos mais elevados porque são mais sensíveis a mudanças macroeconômicas e ao cenário fiscal. É importante frisar, porém, que títulos que oferecem cupom semestral, caso do Tesouro IPCA+2032, apresentam um prazo médio ponderado de recebimentos dos fluxos (duration) menor do que o prazo de vencimento do título, porque pagam parte dos juros ao longo da aplicação.

Confira os preços e as taxas de todos os títulos públicos disponíveis para compra no Tesouro Direto na tarde desta segunda-feira (25): 

Fonte: Tesouro Direto

Auxílio Brasil de R$ 400

O marco legal vigente hoje não prevê pagamento de Auxílio Brasil de 600 reais em 2023 e o custo adicional da iniciativa seria de 50 a 60 bilhões de reais, disse nesta segunda-feira o secretário especial do Tesouro e Orçamento do Ministério da Economia, Esteves Colnago, ressaltando que eventual proposta nesse sentido seria um “desafio considerável” diante do aperto nas contas do governo.

No domingo, o presidente Jair Bolsonaro prometeu manter o valor ampliado do auxílio no ano que vem. A emenda constitucional que ampliou o benefício de 400 para 600 reais prevê esse valor apenas até o final deste ano.

O governo tem até o fim de agosto para apresentar o projeto de Orçamento de 2023. Diante do atual cenário, o secretário disse que a proposta deve ser elaborada sem a previsão do benefício de 600 reais.

“O marco legal que temos hoje não nos apresenta os 600 reais como obrigação para o próximo exercício, a obrigação que existe um marco legal é de 400 reais. Obviamente, vamos analisar se isso vier”, disse o secretário.

Colnago alertou que agosto deste ano deve ser um ano difícil por conta da ampliação do bloqueio do Orçamento anunciado pelo governo para respeitar o teto de gastos, ponderando que não vê risco de “shutdown” da máquina pública. Para ele, as verbas de ministério devem começar a ser descontingenciadas a partir de setembro.

Apesar disso, de acordo com o secretário, o governo central caminha para encerrar 2022 com um déficit primário próximo de zero ou um superávit, no que poderia ser o primeiro saldo positivo das contas federais após oito anos.

Rússia e fluxo de gás da Europa

A produtora estatal russa de energia Gazprom disse que as exportações de gás natural através do vital gasoduto Nord Stream cairiam para cerca de um quinto da capacidade (20%), culpando problemas com uma turbina e levantando novas questões sobre a capacidade da Europa de estocar gás suficiente para o inverno.

A redução na capacidade do gasoduto – de 40% atualmente para 20% – deve entrar em vigor na madrugada de quarta-feira (27), disse a Gazprom.

A declaração ajudou a elevar os preços do gás europeu para 175,74 euros por megawatt-hora, o equivalente a cerca de US$ 180. Os valores mais que dobraram neste ano e os analistas esperam que continuem subindo à medida que o inverno se aproxima, aumentando a inflação que está pressionando economias, governos e mercados financeiros na região.

A Gazprom reduziu no mês passado os fluxos para 40% da capacidade do Nord Stream 1, culpando a falta de uma turbina que estava parada no Canadá devido a sanções ocidentais. A gigante de energia russa também justifica a redução com questões técnicas com turbina.

No início deste mês, a Gazprom interrompeu completamente o Nord Stream 1 para manutenção de rotina previamente planejada. Na semana passada, o duto voltou a funcionar, mas o presidente russo, Vladimir Putin, alertou que as sanções ameaçavam forçar a Gazprom a reduzir ainda mais os fluxos.

Alemanha

O índice de sentimento das empresas da Alemanha caiu de 92,2 pontos em junho para 88,6 pontos em julho, atingindo o menor nível desde junho de 2020, segundo pesquisa divulgada nesta segunda-feira pelo instituto alemão Ifo.

O resultado deste mês ficou abaixo da expectativa de analistas consultados pelo The Wall Street Journal, que previam queda do indicador a 90,5 pontos.

O resultado de junho foi ligeiramente revisado para baixo, de 92,3 pontos originalmente.

Focus e IPCA-15

O destaque da agenda econômica local está nos números do Relatório Focus, do Banco Central. Dados divulgados hoje mostraram, mais uma vez, uma desancoragem de expectativas.

As expectativas de inflação previstas pela pesquisa para este ano e o próximo estão fora da meta do BC, que é de 3,5% para 2022 e 3,25% para 2023 (com tolerância de 1,5 ponto percentual).

Embora os números apontem a necessidade de uma política monetária ainda mais dura, agentes financeiros optaram por manter as projeções para a Selic neste ano, em 13,75%. Manutenção também nas estimativas para a taxa básica de juros nos próximos dois anos em 10,75% e 8,00%, respectivamente.

A pesquisa também elevou a expectativa para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) deste ano, mas reduziu marginalmente a dos próximos. A previsão é que a economia brasileira cresça 1,93% em 2022 (contra 1,75% na semana passada e 1,50% há um mês), mas para 2023 e 2024 a estimativa de alta caiu de 0,50% para 0,49% e de 1,80% para 1,70% em 7 dias, respectivamente.

Investidores aguardam ainda a divulgação do Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo 15 (IPCA-15) de julho, que será feita amanhã (26). O Morgan Stanley espera alta de 0,18% na base mensal, e de 11,44%, na comparação anual.

O Itaú, por sua vez, projeta que a prévia da inflação oficial avance 0,19% em julho em relação a junho, e 11,46% nos últimos 12 meses.

Em relatório, os economistas do banco destacaram que o número deste mês deve mostrar parte do recuo nos preços de combustíveis, setor de telecomunicação e energia elétrica.

A razão é que a contagem feita pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) tem início no meio de junho, portanto, antes da implementação de tais medidas.

Para o IPCA cheio, a expectativa do banco é que o índice recue 0,67%.

Orçamento e eleições

O Partido Liberal (PL) oficializou, por aclamação, no último domingo (24), a candidatura à reeleição do presidente Jair Bolsonaro. A convenção ocorreu no Maracanãzinho, no Rio de Janeiro (RJ). O partido também confirmou o nome do general Walter Braga Netto como vice na chapa.

Também na cena política, o governo federal publicou na noite de sexta-feira (22) medida provisória que abre crédito extraordinário de R$ 27,094 bilhões em favor do Ministério da Cidadania e de Encargos Financeiros da União. A maior parte do recurso, cerca de R$ 27 bilhões, irá bancar auxílio gás a brasileiros, aquisição e distribuição de alimentos da agricultura familiar para Promoção da Segurança Alimentar e Nutricional e pagamentos do Programa Auxílio Brasil.

A medida provisória era necessária para viabilizar a concessão dos benefícios depois que o Congresso aprovou e promulgou a proposta de emenda à Constituição que ampliou o Auxílio Brasil de R$ 400 para R$ 600 e criou novos benefícios às vésperas da eleição, todos temporários, com vigência até o fim do ano.

Calculadora de renda fixa
Baixe uma planilha gratuita que compara a rentabilidade dos seus investimentos de renda fixa:
Concordo que os dados pessoais fornecidos acima serão utilizados para envio de conteúdo informativo, analítico e publicitário sobre produtos, serviços e assuntos gerais, nos termos da Lei Geral de Proteção de Dados.
check_circle_outline Sua inscrição foi feita com sucesso.
error_outline Erro inesperado, tente novamente em instantes.

Compartilhe