Renda fixa

Tesouro Direto: confira os preços e as taxas dos títulos públicos nesta quinta-feira

Mercado acompanha a votação, em primeiro turno, do texto-base da reforma da Previdência

SÃO PAULO – As taxas dos títulos públicos indexados à inflação e negociados no Tesouro Direto, programa que possibilita a compra e venda dos papéis por investidores pessoas físicas por meio da internet, apresentam queda na manhã desta quinta-feira (11).

Dentre os principais destaques do dia, os investidores iniciam o pregão animados pelo placar da aprovação do texto-base da reforma da Previdência em primeiro turno na Câmara dos Deputados. Os 379 votos a favor e 131 contra foram bem acima do esperado pelo mais otimista dos prognósticos.

Agora, o foco deve ficar em pontos importantes do texto que ainda precisam ser votados para a determinação do total de economia ao longo dos próximos dez anos, como a transição para os policiais e o salário de trabalhadoras que se aposentarem com contribuição mínima de 15 anos permitida pela PEC.

PUBLICIDADE

Saia da poupança e faça seu dinheiro render mais: abra uma conta gratuita na Rico

No Tesouro Direto, o papel atrelado ao Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) com vencimento em 2024 oferecia um retorno anual de 2,82% (acrescido da inflação), ante 2,89% a.a. na abertura de quarta (10). Já o título com juros semestrais e vencimento em 2026 pagava a inflação mais 2,92% ao ano, ante 2,97% a.a. anteriormente. 

A queda nas taxas também era observada nos papéis prefixados, como aquele com vencimento em 2022, que oferecia uma rentabilidade de 5,89% ao ano, ante 5,92% a.a. na véspera. O título com vencimento em 2025, por sua vez, oferecia retorno de 6,82%, ante 6,88% ao ano no pregão anterior.

<!– TD class="tabelaTitulo" rowspan=2 align=center>Indexador</TD –>

Confira, abaixo, os preços e as taxas dos títulos do Tesouro Direto nesta quinta-feira:
Título VencimentoTaxa de Rendimento (a.a.)Valor MínimoPreço Unitário
Indexados ao IPCA 
Tesouro IPCA+ 202415/08/2024IPCA + 2,82%R$ 56,07R$ 2.803,96
Tesouro IPCA+ 203515/05/2035IPCA + 3,59%R$ 37,00R$ 1.850,35
Tesouro IPCA+ 204515/05/2045IPCA + 3,59%R$ 39,05R$ 1.301,67
Tesouro IPCA+ com Juros Semestrais 202615/08/2026IPCA + 2,92%R$ 39,27R$ 3.927,73
Tesouro IPCA+ com Juros Semestrais 203515/05/2035IPCA + 3,45%R$ 42,42R$ 4.242,09
Tesouro IPCA+ com Juros Semestrais 205015/08/2050IPCA + 3,67%R$ 46,76R$ 4.676,65
Prefixados 
Tesouro Prefixado 202201/01/20225,89%R$ 34,72R$ 868,06
Tesouro Prefixado 202501/01/20256,82%R$ 34,86R$ 697,32
Tesouro Prefixado com Juros Semestrais 202901/01/20297,15%R$ 35,73R$ 1.191,02
Indexados à Taxa Selic 
Tesouro Selic 202501/03/2025Selic + 0,02%R$ 101,97R$ 10.197,83

Fonte: Tesouro Direto

Baixo risco, liquidez e acessibilidade

O Tesouro Direto é considerado a opção de investimento com o menor risco no Brasil e com ampla acessibilidade, dado o investimento mínimo a partir de R$ 30. Outra vantagem do programa diz respeito à liquidez, com a possibilidade de recompra diária dos títulos públicos pelo Tesouro.

PUBLICIDADE

O investidor pode aplicar em títulos públicos diretamente pelo site do Tesouro, se cadastrando primeiro no portal e abrindo uma conta em uma corretora para intermediar as transações. Atualmente, a maior parte das instituições financeiras habilitadas a operar no programa não cobra taxa de administração.

O único custo obrigatório que recai sobre o investimento em títulos públicos pelo Tesouro Direto corresponde à taxa de custódia, de 0,25% ao ano sobre o valor dos títulos, cobrada semestralmente no início dos meses de janeiro e de julho. Além disso, há incidência de Imposto de Renda sobre os rendimentos, com uma alíquota que varia de acordo com o período de investimento (tabela regressiva).

Invista a partir de R$ 30 no Tesouro Direto com taxa ZERO: abra uma conta gratuita na Rico