Renda fixa

Tesouro Direto: em meio a reajuste tarifário da Aneel, taxas dos títulos públicos prefixados acentuam alta nesta quarta-feira

Investidores monitoram reajuste no valor da bandeira tarifária para julho e desdobramentos políticos referentes à pandemia de Covid

Por  Bruna Furlani -

SÃO PAULO – As taxas pagas pelos títulos públicos seguem em alta nesta tarde, nas negociações feitas pela plataforma do Tesouro Direto nesta quarta-feira (30). Os papéis prefixados inclusive acentuaram o movimento, com prêmios maiores pagos aos investidores.

O foco do mercado está nas revisões para cima para a inflação medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), em meio ao reajuste anunciado ontem pela Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) no preço da bandeira vermelha patamar 2 para julho.

Segundo o jornal O Estado de S.Paulo, as estimativas para a inflação neste ano passaram a variar entre 6% e 6,71%, taxa que ficaria bem acima do teto da meta estabelecido pelo Conselho Monetário Nacional (CMN), de 5,25% para este ano.

Em meio à pressão sobre o aumento de juros pelo Banco Central para tentar conter a inflação, destaque para os juros pagos por papéis com retornos prefixados.

Na última atualização de preços do dia no Tesouro Direto, o prêmio do título com vencimento em 2024 subia de 7,99%, no fechamento de terça, para 8,11%, nesta tarde. Da mesma forma, a taxa do papel prefixado com vencimento em 2026 avançava de 8,36% para 8,49%.

Entre os papéis com retornos atrelados à inflação, as taxas seguiam em alta, mas com pouca diferença em relação aos prêmios pagos no início das operações do Tesouro.

Os títulos do tipo Tesouro IPCA+ com vencimentos em 2035 e 2045 pagavam retorno real de 4,13%, contra 4,09% na sessão anterior. No mesmo horário, os títulos com vencimento em 2055 e juros semestrais ofereciam juro real de 4,44%, contra os 4,39% que eram pagos um dia antes.

Confira os preços e as taxas atualizadas de todos os títulos públicos disponíveis para compra no Tesouro Direto nesta quarta-feira (30):

Fonte: Tesouro Direto

Conta de energia mais cara

A Aneel anunciou nesta terça-feira um reajuste de 52% na bandeira vermelha patamar 2 e levou a taxa adicional de R$ 6,24 a cada 100 quilowatts-hora (kWh) para R$ 9,49 a partir de julho.

Na avaliação da XP, a diferença na bandeira de julho pode produzir um impacto adicional de 0,13 ponto porcentual na projeção de julho do IPCA. Com isso, a expectativa para a inflação do mês subiu de 0,49% para 0,62%. Para o ano, a casa elevou sua projeção para a alta do IPCA de 6,2% para 6,4%.

Além do aumento anunciado, a Aneel deixou a porta aberta para novos reajustes nos próximos meses. O órgão regulador informou que vai receber, entre 1º e 30 de julho, contribuições sobre a proposta que prevê a elevação da bandeira vermelha patamar 2 para até R$ 11,50 a cada 100 quilowatts-hora consumidos, a partir de agosto.

Investidores também monitoram hoje os dados de emprego divulgados pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). De acordo com a Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (Pnad Contínua), a taxa de desemprego manteve o recorde de 14,7% no trimestre móvel encerrado em abril de 2021 e ficou em linha com o consenso Refinitiv.

Entre fevereiro e abril, o número de desempregados variou 3,4%, com mais 489 mil pessoas desocupadas, na comparação com os três meses anteriores.

CPI da Covid

No campo político, investidores acompanham os desdobramentos de denúncia revelada ontem pela Folha de S. Paulo. De acordo com o jornal, o representante de uma empresa de vacinas disse que recebeu, de um funcionário do Ministério da Saúde, um pedido de propina de US$ 1 por dose do imunizante da Astrazeneca para fechar contrato com a pasta para compra de 400 milhões de doses.

Líder do governo na Câmara dos Deputados, o deputado Ricardo Barros (PP-PR) irá depor na CPI da Covid no Senado na quinta-feira da próxima semana, segundo informou o presidente do colegiado, senador Omar Aziz (PSD-AM), durante reunião da Comissão Parlamentar de Inquérito.

Em depoimento à CPI na semana passada, o deputado federal Luis Miranda (DEM-DF) disse que ouviu de Bolsonaro que Barros estava envolvido em supostas irregularidades em contrato de compra da vacina indiana contra Covid-19 indiana Covaxin. Miranda disse ter alertado Bolsonaro pessoalmente sobre as alegadas irregularidades.

O empresário Carlos Wizard, por sua vez, disse hoje, em pronunciamento à CPI da Covid no Senado, que desconhece a existência de um gabinete paralelo de assessoramento do presidente Jair Bolsonaro no combate à pandemia e decidiu exercer seu direito de não responder perguntas dos senadores.

Reforma tributária

Ainda no cenário nacional, com a sinalização de que o projeto de lei referente à reforma tributária encaminhado na última sexta-feira (25) pelo governo pode sofrer mudanças no Congresso, investidores continuam a acompanhar de perto o tema.

Leia mais:
Quais investimentos poderão manter a isenção de IR com a reforma tributária?

No caso dos títulos públicos, o governo propõe que os rendimentos sejam tributados na fonte com uma alíquota única de 15%, a partir de 1º de janeiro de 2022. Hoje, segundo a tabela regressiva do IR, a tributação da renda fixa é de 22,5% para aplicações de até 180 dias, com uma alíquota que cai gradualmente e chega a 15% apenas para investimentos acima de 720 dias.

Taxa de custódia

O investidor com aplicações em títulos públicos por meio do Tesouro Direto também deve se preparar para a cobrança do único custo obrigatório que recai sobre o programa.

Nesta quinta-feira (1), será feita a cobrança pela B3 da taxa de custódia, que corresponde a 0,25% ao ano, com divisão em duas parcelas de 0,125%, e recai sobre o valor total aplicado pelo Tesouro. O custo é referente aos serviços de guarda dos títulos e às informações e movimentações dos saldos.

Cenário internacional

A quarta-feira também foi de divulgação de dados de emprego nos Estados Unidos. Segundo o Relatório de Emprego ADP, o país criou 692 mil vagas no setor privado em junho.

A mediana das projeções dos economistas compilada pela Refinitiv apontava para criação de 600 mil novos postos de trabalho. No mês anterior, contudo, os dados foram revisados para baixo, de 978 mil vagas para 886 mil vagas.

O número mostra a recuperação do mercado de trabalho na maior economia do mundo, diante de estímulos governamentais e da retomada nas atividades pós-pandemia.

Ainda nos Estados Unidos, o presidente da distrital do Federal Reserve (Fed, o banco central americano) em Dallas, Robert Kaplan, voltou a defender a redução do programa de compra de ativos “mais cedo do que mais tarde”, antes do fim deste ano, e disse que o processo, conhecido como “tapering”, deve ocorrer de maneira gradual. Os comentários foram feitos durante entrevista à Bloomberg TV.

Melhores da Bolsa 2021

A agenda do dia também é movimentada com o segundo dia do Melhores da Bolsa 2021, evento realizado pelo InfoMoney em parceria com o podcast Stock Pickers.

Às 18h, André Jakurski, sócio-fundador da gestora JGP, fala sobre o futuro dos investimentos. Dorio Ferman, sócio e gestor do banco Opportunity, fala a partir das 18h30 sobre as perspectivas para o mercado de ações. Já às 19h10 haverá a entrevista com o CEO da melhor empresa da Bolsa. Inscreva-se aqui.

Curso gratuito mostra como iniciar carreira no mercado financeiro começando do zero, com direito a certificado. Inscreva-se agora.

Compartilhe