Em Alta

Patrimônio dos fundos imobiliários bate recorde em outubro, mas valor de mercado ainda cai, aponta B3

Segundo relatório da Bolsa brasileira, o PL dos FIIs alcançou R$ 167 bilhões

Por  Wellington Carvalho -

O patrimônio líquido dos fundos imobiliários bateu recorde em outubro, alcançando R$ 167 bilhões. O número é R$ 5 bilhões superior ao topo anterior, registrado em junho de 2021. A informação faz parte de boletim mensal divulgado pela B3.

Apesar do crescimento do patrimônio líquido, o valor de mercado dos fundos imobiliários caiu entre setembro e outubro, de R$ 132 bilhões para R$ 130 bilhões.

Fonte: B3

As pessoas físicas são os protagonistas do segmento de FIIs. O mercado ganhou, em novembro, 11 mil novos investidores em fundos imobiliários. Um total de 1,514 milhão de brasileiros investem no produto atualmente. Em dezembro de 2020, o número era de 1,17 milhão.

De acordo com o relatório da B3, as pessoas físicas representam hoje 72,7% da custódia de fundos imobiliários. Os investidores institucionais aparecem na sequência, com 20,7% da participação. Em relação ao volume negociado, as pessoas físicas são responsáveis por 66%.

Fonte: B3

O segmento de FIIs movimentou R$ 61,7 bilhões de janeiro a novembro de 2021. Em 2020, o volume financeiro negociado foi de R$ 54,1 bilhões. Já o volume médio diário de negociação de fundos imobiliários em 2021 é de R$ 273 milhões, o maior da história na comparação anual.

CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE

O volume mensal de negociação no mês passado ficou em R$ 5 bilhões, mesmo patamar de outubro e menor nível desde novembro de 2020.

O boletim mensal da B3 também compara o desempenho do Ifix – índice dos fundos imobiliários mais negociados na Bolsa – com indicadores importantes do mercado de ações. Nos últimos doze meses, encerrados em novembro, o desempenho do Ifix, de -6,8%, estava bem abaixo do verificado no Ibovespa, que avançava 8,5%. No acumulado do ano, o Ifix tinha baixa de 10,1%, mas se comporta melhor do que o Ibovespa, que registrava queda de 14,3%, de acordo com dados de outubro da Bolsa.

Variação – novembro (%)Variação – 12 meses (%)Variação – Ano (%)
IBOVESPA-1,58,5-14,3
IFIX-3,6-6,8-10,1
IMOB2,9-21,2-33,2

Fonte: B3

Compartilhe