Central de FIIs

FII HCTR11 sobe forte após oito sessões de queda; Ifix também fecha dia com alta

As cotas do Hectare fecharam o dia com forte alta de 7,49%, valendo R$ 104,80

Por  Wellington Carvalho -

 

O IFIX – índice que reúne os fundos imobiliários mais negociados na Bolsa – fechou a sessão desta terça-feira (19) com alta de 0,12%, os 2.805 pontos. Na sessão de ontem, o índice fechou com baixa de 0,24%. Individualmente, o Hectare CE ( HCTR11) foi o destaque do dia.

Com queda acumulada de mais de 16% desde o dia 12 de abril, o fundo negou, em relatório gerencial divulgado nesta segunda-feira (18), possível conflito de interesses em operações do fundo. As cotas da carteira fecharam o dia com forte alta de 7,49%, valendo R$ 104,80.

Nos últimos dias, o Hectare tem sido questionado por supostamente investir em certificados de recebíveis imobiliários (CRI) de empreendimentos que teria participação. Para analistas, a dupla exposição representaria uma operação onde o fundo captaria recursos para emprestar para ele mesmo.

O questionamento teve início em março, quando o Hectare aumentou a posição no CRI Circuito de Compras, que financiou a construção do Shopping Popular Circuito de Compras, em São Paulo (SP). Também conhecido como Nova Feira da Madrugada, o espaço é considerado o maior centro popular de compras da América Latina.

Interessado no projeto – que tinha retorno estimado de 20% ao ano – o Hectare decidiu investir também no empreendimento por meio de cotas do fundo imobiliário R Cap 1810 (XBXO11), que respondem por cerca de 6% do portfólio do Hectare.

Em relatório gerencial, a equipe de gestão lembra que o Hectare não é o único investidor do CRI Circuito de Compras e tem participação minoritária no empreendimento. Desta forma, na avaliação dos gestores, o investimento na dívida do Circuito de Compras – através do CRI – e no próprio projeto não representa operações conflitantes.

“Não achamos, portanto, que faz sentido a afirmação de que o fundo emprestou dinheiro para si mesmo e nem que ele poderia protelar nenhuma ação ou decisão por conta disso”, aponta o relatório gerencial. “O fundo apenas se expõe de maneira diferente em termos de risco e retorno ao mesmo ativo, junto com outros investidores em cada uma das classes”, detalha o documento.

Na semana passada, as cotas do Hectare caíram quase 10% e, na sessão de ontem, houve desvalorização de mais de 7%.

Maiores altas desta terça-feira (19)

TickerNomeSetorVariação (%)
HCTR11HectareOutros7,4
TORD11Tordesilhas EIOutros4,1
DEVA11DevantTítulos e Val. Mob.3,3
VSLH11Versalhes Recebiveis ImobiliariosOutros2,4
BLMG11Bluemacaw LogísticaLogística1,9

 

Maiores baixas desta terça-feira (19):

TickerNomeSetorVariação (%)
AIEC11Autonomy EdifíciosLajes Corporativas-3,9
SNFF11Suno FoFOutros-2,8
RBFF11Rio Bravo IfixTítulos e Val. Mob.-1,5
XPPR11XP PropertiesOutros-1,3
KNCR11Kinea Rendimentos ImobiliáriosTítulos e Val. Mob.-1,2

Fonte: B3

Descubra o passo a passo para viver de renda com FIIs e receber seu primeiro aluguel na conta nas próximas semanas, sem precisar ter um imóvel, em uma aula gratuita.

Início de novas ofertas do Valora CRI e BTG Pactual Crédito Imobiliário; encerramento da emissão do Iridium

Confira as últimas informações divulgadas por fundos imobiliários em fatos relevantes:

Valora CRI (VGIP11) aprova nova oferta e quer captar até R$ 250 milhões

Em fato relevante divulgado nesta segunda-feira (18), o Valora CRI Índice de Preço anunciou a aprovação da sétima emissão de cotas do fundo, que tem como objetivo captar até R$ 250 milhões.

O valor unitário das novas cotas foi estipulado em R$ 94,14 e a taxa de distribuição será de R$ 2,27, totalizando o preço de subscrição de R$ 96,41.

No fechamento do mercado nesta segunda-feira (18), os papéis do Valora CRI foram negociados a R$ 100,00, com baixa de 0,29%.

Cotistas com posição no final do dia 22 de abril terão direito de preferência na oferta, que poderá ser exercido entre os dias 26 de abril e 6 de maio de 2022. O fator de proporção é de 28%.

Atualmente, o patrimônio líquido do Valora CRI – R$ 903 milhões – está totalmente investido em certificados de recebíveis imobiliários (CRI). 86% dos títulos estão indexados ao Índice de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA).

BTG Pactual Crédito Imobiliário (BTCR11) também anuncia nova emissão de cotas, no valor de R$ 257 milhões

O fundo BTG Pactual Crédito Imobiliário também anunciou, nesta segunda-feira (18), a realização de mais uma emissão de cotas da carteira, que pretende captar até R$ 257 milhões.

De acordo com comunicado do fundo ao mercado, o preço unitário das novas cotas será de R$ 95,86, sem considerar a taxa de distribuição, que deverá ser informada pelos gestores posteriormente.

Na última sessão na Bolsa, as cotas do BTG Pactual Crédito Imobiliário foram negociadas a R$ 96,09, com baixa de 0,72%.

Atuais cotistas terão direito de preferência na quinta emissão de novas cotas do fundo, mas os detalhes também devem ser divulgados em novo comunicado da carteira.

Iridium (IRIM11) encerra segunda emissão de cotas e capta R$ 42 milhões

O fundo Iridium encerrou, nesta segunda-feira (18), o período para o exercício do direito de subscrição das sobras e montante adicional da segunda emissão de cotas da carteira, que captou R$ 42 milhões.

Na última fase da oferta, foi disponibilizado um lote adicional de 70 mil novos papéis, todos adquiridos pelos investidores, aponta fato relevante do Iridium.

Desta forma, o fundo terminou a emissão com a captação total de R$ 42 milhões, acima dos R$ 35 milhões previstos no início da oferta.

O valor unitário das novas cotas foi de R$ 101,12, já considerando a taxa de distribuição. No fechamento do mercado nesta segunda-feira (18), os papéis foram negociados a R$ 111,15, alta de 1,17%.

Rio Bravo Crédito Imobiliário High Grade ( RBHG11) detalha contratação da XP como formadora de mercado

Em novo fato relevante, divulgado nesta segunda-feira (18), o Rio Bravo Crédito Imobiliário High Grade apresentou mais detalhes sobre a contratação da XP Investimentos para a função de formador de mercado das cotas do fundo.

Reconhecido e cadastrado pela B3, o formador de mercado tem como função estimular a liquidez de ativos negociados na Bolsa, mantendo de forma regular e contínua ofertas de compra e venda durante o pregão. Além de facilitar a negociação dos papéis, o formador de mercado também evita movimentos artificiais das cotações.

A prestação dos serviços teve início na sessão de ontem e a remuneração, que é fixa e mensal, representa aproximadamente R$ 0,01070860 por cota. O valor será pago pelo fundo.

Atualmente, a negociação das cotas do Rio Bravo Crédito Imobiliário High Grade tem liquidez média diária de R$ 317 mil. Na lista dos maiores volumes, o Iridium (IRDM11) lidera com R$ 13,7 milhões.

Dividendos de hoje

Confira quais são os 13 fundos imobiliários que distribuem rendimentos nesta terça-feira (19):

TickerFundoRendimento
RBRM11RBR Desenvolvimento R$  11.122,72
IBCR11Brei CRI R$            1,47
RBRY11RBR High Yield R$            1,30
RBRR11RBR High Grade R$            1,20
IRDM11Iridium Recebíveis R$            1,18
IRIM11Iridium CRI R$            1,14
BLUR11Blue Recebíveis R$            1,03
HGIC11HGI Créditos Imobiliários R$            0,99
CXAG11Caixa Agencias R$            0,75
CPFF11Capitânia FoF R$            0,60
RBRF11RBR Alpha R$            0,60
MGFF11Mogno R$            0,55
IBFF11Integral Brei FoF R$            0,50

Fonte: InfoMoney

Obs.: Tickers com final diferente de 11 se referem aos recibos e direitos de subscrição dos fundos.

Descubra o passo a passo para viver de renda com FIIs e receber seu primeiro aluguel na conta nas próximas semanas, sem precisar ter um imóvel, em uma aula gratuita.

Compartilhe