Conteúdo editorial apoiado por

Como ganhar em dólar? Veja 10 ações dos EUA com dividendos crescentes e regulares

Companhias centenárias americanas têm políticas consistentes de pagamentos de dividendos que permitem estratégia de renda passiva internacional

Monique Lima

Publicidade

Investir no exterior não é mais uma possibilidade distante e restrita aos investidores mais ricos. Atualmente, é possível diversificar a carteira com ações internacionais com os mesmos R$ 100 que poderiam ser investidos no Brasil. Até mesmo a estratégia favorita dos brasileiros, de retorno com dividendos, é replicável nos mercados estrangeiros – e com uma vantagem: a renda obtida é em dólar.  

Quando comparadas às “vacas leiteiras” brasileiras, a maior parte das grandes pagadoras de dividendos dos EUA é de companhias centenárias, com negócios muito consolidados e histórico longo de pagamentos. A empresa de telecomunicação AT&T, por exemplo, distribui dividendos desde 1987. O Altria Group, de tabaco, desde 1989.   

Recentemente, Warren Buffett classificou seu investimento na Coca-Cola como um “negócio maravilhoso” ao chegar no 30º ano de recebimento de dividendos da companhia. O investimento da Berkshire Hathaway na empresa de bebidas se encaminha para, um dia, devolver anualmente o aporte inicial apenas com proventos. 

Aula Gratuita

Os Princípios da Riqueza

Thiago Godoy, o Papai Financeiro, desvenda os segredos dos maiores investidores do mundo nesta aula gratuita

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Segundo os analistas consultados pelo InfoMoney, as empresas norte-americanas tendem a apresentar uma política mais sólida e consistente de pagamento de dividendos em relação às brasileiras. “Nos Estados Unidos, as empresas seguem religiosamente um calendário específico, de modo que distribuem seus dividendos no mesmo mês, ano após ano, dando maior previsibilidade ao investidor”, diz Gerson Brilhante, analista da Levante. 

Top 10 pagadoras de dividendos 

Guilherme Morais, analista da VG Research, destaca que um alto dividend yield não significa que é uma boa empresa para investir. As duas maiores pagadoras dos EUA são empresas do setor de tabaco, por exemplo, que está passando por uma série de dificuldades de regulamentação. Segundo ele, o pagamento de dividendos é um bom critério de investimento, mas não deve ser o único.  

“Cada empresa passa por um momento específico e tem suas dificuldades. [O setor de] ‘telecom’ está bastante alavancado, financeiro tem a questão dos juros e penalização no preço da ação, energia lida com questões de crise ambiental. São pontos de atenção para ficar de olho. Mas no geral, são boas empresas com oportunidade de compra”, diz Brilhante, da Levante.  

Veja as 10 empresas com maior dividend yield (retorno de uma ação apenas com dividendos) do S&P 500 nos últimos 12 meses:

Empresa Dividend Yield realizado (12 meses)
Altria Group (MO)9,63% 
British American Tobacco (BTI)9,60% 
Healthpeak Properties (PEAK)7,42% 
Verizon Communications (VZ)6,70% 
AT&T (T)6,69% 
Kinder Morgan (KMI)6,60% 
3M (MMM)6,58% 
Devon Energy (DVN)6,55% 
Whirlpool Corp (WHR)6,52% 
Pfizer (PFE)6,18% 
Fonte: VG Research e Levante. Data-base: 27/02/2024.

Imposto 

O Brasil não cobra imposto dos dividendos, mas os Estados Unidos sim – e não é pouco. A alíquota para estrangeiros é de 30%, cobrada direto na fonte. Ou seja, quando o dinheiro cai na conta internacional, o governo americano já tirou sua fatia.  

Pode ser desanimador para brasileiros, desacostumados com a prática, mas não motivo de desistência, segundo os analistas. “Assim como uma companhia multinacional diversifica suas receitas com operações no exterior, um investidor deve buscar diversificar as suas fontes de renda passiva”, diz Morais.

Até porque, segundo o analista, o retorno não é só com os dividendos. “Empresas que pagam proventos tendem a ter boa performance no longo prazo devido ao fluxo de caixa saudável que permite o pagamento dos dividendos”, diz.  

A valorização das ações será tributada aqui no Brasil, porém com uma alíquota menor, de 15%, aplicada quando o investidor vender os papéis de forma parcial ou total. A regra, portanto, favorece quem deseja imitar Buffet: ao manter a ação por muitos anos em busca de retorno com proventos, é possível postergar o imposto – e possivelmente os dividendos cubram essa conta.

Confira o peso do imposto de 30% sobre os dividendos das maiores pagadoras dos EUA:

Empresa Dividendos por ação – 12 meses (US$) Dividendos por ação – 12 meses – descontado imposto (US$) 
Altria Group (MO)3,842,69
British American Tobacco (BTI)2,831,98
Healthpeak Properties (PEAK)1,200,84
Verizon Communications (VZ)2,641,85
AT&T (T)1,110,78
Kinder Morgan (KMI)1,130,79
3M (MMM)6,014,21
Devon Energy (DVN)1,661,16
Whirlpool Corp (WHR)7,004,90
Pfizer (PFE)2,061,44
Fonte: Status Invest. Data-base: 28/02/2024.
OBS: os valores descontados impostos são estimados com base nos 30% apurados na fonte, nos Estados Unidos.