Tesouro Direto

Com espaço para novo corte da Selic em 2020, taxas de títulos públicos recuam nesta segunda-feira

Relatório Focus, do BC, aponta Selic encerrando 2020 em 3,50% ao ano e menor espaço para alta da taxa em 2020

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Em um dia mais calmo para o mercado financeiro e em meio à estimativa de um novo corte da Selic na próxima reunião do Comitê de Política Monetária (Copom), em maio, de 3,75% para 3,50% ao ano, as taxas dos títulos públicos operam em queda na tarde desta segunda-feira (30).

Entre os papéis com retorno prefixado, o título com vencimento em 2023 pagava 5,41% ao ano, ante 5,69% a.a. na tarde de sexta-feira (27). O Tesouro Prefixado 2026, por sua vez, oferecia um prêmio anual de 7,22%, ante 7,38% a.a. anteriormente.

Com relação aos papéis indexados à inflação, o juro do título com vencimento em 2026 cedia de 3,83% para 3,66% ao ano, enquanto o Tesouro IPCA+2035 pagava 4,39% ao ano, ante 4,41% a.a. na sexta-feira.

Confira os preços e as taxas dos títulos públicos ofertados nesta segunda-feira (30):

Fonte: Tesouro Direto

Selic deve cair mais

Na agenda do dia, o relatório Focus mostrou que as expectativas para inflação e crescimento da economia no Brasil foram novamente reduzidas. Para o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), a projeção de alta foi cortada pela terceira vez consecutiva, de 3,04% para 2,94%, em 2020, e de 3,60% para 3,57%, em 2021.

Leia também:
Tesouro Direto: aumento das taxas abre oportunidades em papéis prefixados e atrelados à inflação
BlackRock vê Brasil em situação mais confortável na América Latina e aponta mercado de renda fixa como atrativo

O mesmo aconteceu com as perspectivas para a expansão do PIB brasileiro, cuja mediana das projeções recuou pela sétima vez consecutiva, desta vez, de alta 1,48% para uma contração de 0,48%.

Noticiário

Com o aumento do número de casos de coronavírus ao redor do globo, investidores absorvem o impacto das medidas para reduzir a disseminação do vírus e iniciativas para atenuar o desemprego.

No Brasil, o Senado vota hoje o pagamento de um auxílio emergencial por três meses, no valor de R$ 600, destinado aos trabalhadores autônomos, informais e sem renda fixa. O presidente da Casa, Davi Alcolumbre (DEM-AP), havia confirmado a data da votação em postagem no Twitter, na última sexta-feira (27).

Nos Estados Unidos, o presidente americano Donald Trump informou ontem que as medidas de distanciamento social prosseguirão até 30 de abril no país. O prazo de quarentena também foi estendido para o mesmo período na Argentina. Já na Grã-Bretanha, ministros sugeriram que o fechamento do país pode durar seis meses.

No mundo, o número de pessoas contaminadas pela Covid-19 superou 700 mil, enquanto o número de mortos ultrapassou 30 mil. Apenas no Brasil, já são mais de 4,5 mil casos confirmados e 159 mortes.

Invista a partir de R$ 100 no Tesouro Direto com taxa ZERO: abra uma conta gratuita na Rico!