Bitcoin dispara e atinge maior preço em mais de dois anos

Criptomoeda ultrapassou US$ 57 mil pela primeira vez desde o final de 2021

Lucas Gabriel Marins

Publicidade

O Bitcoin (BTC) alcançou o patamar de US$ 57 mil pela primeira vez desde o final de 2021, impulsionado pela demanda dos investidores por ETFs (fundos de índice) e por novas compras de players importantes do setor.

A maior criptomoeda do mercado encostou em US$ 57.039 antes de reduzir para US$ 56.727 por volta das 7h50 desta terça-feira (27), com valorização de +11% nas últimas 24 horas. No mês, o Bitcoin acumula alta de +32%.

Um montante líquido de US$ 6,1 bilhões foi investido em um lote de ETFs spot de Bitcoin que começaram a ser negociados nos Estados Unidos em 11 de janeiro, sinalizando uma demanda cada vez maior pelo BTC além dos entusiastas comprometidos com ativos digitais.

Aula Gratuita

Os Princípios da Riqueza

Thiago Godoy, o Papai Financeiro, desvenda os segredos dos maiores investidores do mundo nesta aula gratuita

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

O halving, evento previsto para abril que corta pela metade a emissão de BTC, também está aumentando o sentimento otimista.

“Em todos os ciclos anteriores, a demanda começou a esquentar meses após o halving, mas agora estamos observando uma maior atividade antes do halving e isso foi antecipado devido a uma forte demanda que era esperada com a aprovação dos ETFs”, disse Sebastián Serrano, CEO e cofundador da Ripio.

A MicroStrategy, uma empresa de software empresarial que compra Bitcoin como parte de sua estratégia corporativa, disse na segunda-feira (26) que adquiriu mais 3 mil unidades de tokens este mês. A empresa agora possui cerca de US$ 10 bilhões em Bitcoin.

Continua depois da publicidade

“Não esperamos um grande retrocesso do Bitcoin devido ao seu rompimento e impulso positivo de médio prazo”, escreveu Katie Stockton, fundadora da Fairlead Strategies, em nota para a Bloomberg.

Dados do site Coinglass mostram que cerca de US$ 162 milhões em posições vendidas da cripto (que apostam na queda de preço) foram liquidadas entre segunda e terça – um dos maiores números em dois dias desde pelo menos 30 de novembro.

O Bitcoin superou os ativos tradicionais como ações e ouro neste ano. A relação entre o preço do token e o metal precioso está no nível mais alto em mais de dois anos.

Altcoins

A disparada do Bitcoin também despertou o apetite pelas altcoins (termo usado para identificar qualquer cripto diferente do BTC). A Solana (SOL) sobe +9,50%, o Ethereum (ETH) avança +6,90% e o XRP (XRP) registra alta de +5,30%.

A maior valorização do dia, no entanto, foi da Theta Network (THETA), que opera em forte alta de +56,30%.

O valor combinado dos ativos digitais agora é de US$ 2,2 trilhões, segundo o agregador CoinGecko, em comparação com um mínimo de cerca de US$ 820 bilhões registrado no bear market de 2022, quando a exchange FTX e outras plataformas de criptos entraram em colapso.

Em Wall Street, os índices futuros dos EUA registram leve recuperação nesta manhã após perdas na sessão anterior. Dow Jones Futuro avança +0,04%, S&P 500 Futuro sobe +0,10% e Nasdaq Futuro registra alta de +0,18%.

Confira o desempenho das principais criptomoedas às 7h50:

CriptomoedaPreçoVariação nas últimas 24 horas
Bitcoin (BTC)US$ 56.727+11,00%
Ethereum (ETH)US$ 3.258+6,90%
BNB Chain (BNB)US$ 398+3,50%
Solana (SOL)US$ 111+9,50%
XRP (XRP)US$ 0,5623+5,30%

Fonte: CoinGecko

As criptomoedas com as maiores altas nas últimas 24 horas:

CriptomoedaPreçoVariação nas últimas 24 horas
Theta Network (THETA)US$ 2,20+56,30%
Pyth Network (PYTH)US$ 0,7116+30,10%
Stacks (STX)US$ 3,13+26,70%
Akash Network (AKT)US$ 4,57+15,30%
Bitcoin Cash (BCH)US$ 299,77+13,50%

Fonte: CoinGecko

As criptomoedas com as maiores baixas nas últimas 24 horas:

CriptomoedaPreçoVariação nas últimas 24 horas
Worldcoin (WLD)US$ 7,86-10,70%
The Graph (GRT)US$ 0,2849-3,50%
Mantle (MNT)US$ 0,9003-0,20%
Dai (DAI)US$ 0,9995-0,20%

Fonte: CoinGecko

Confira como fecharam os ETFs de criptomoedas no último pregão:

ETFPreçoVariação
Hashdex NCI (HASH11)R$ 43,55+5,72%
Hashdex BTCN (BITH11)R$ 62,99+5,21%
Hashdex Ethereum (ETHE11)R$ 46,70+7,43%
Hashdex DeFi (DEFI11)R$ 33,85+8,42%
Hashdex Smart Contract Plataform FI (WEB311)R$ 33,30+6,42%
Hasdex Crypto Metaverse (META11)R$ 35,31+6,03%
QR Bitcoin (QBTC11)R$ 16,85+5,11%
QR Ether (QETH11)R$ 11,33+7,90%
QR DeFi (QDFI11)R$ 4,69+4,22%
Cripto20 EMPCI (CRPT11)R$ 11,96+5,09%
Investo NFTSCI (NFTS11)R$ 13,06+6,26%
Investo BLOKCI (BLOK11)R$ 176,88+8.9%

(Com Bloomberg)

Lucas Gabriel Marins

Jornalista colaborador do InfoMoney