Em onde-investir / acoes

Bolsa é aplicação mais rentável do mês pela segunda vez seguida

O segundo melhor investimento do mês foi em fundos imobiliários, com o Ifix em alta de 1,36%

Bovespa - mesa - corretores - mercado financeiro
(Divulgação/BM&FBovespa)

SÃO PAULO – O cenário continuou parecido para os investidores em outubro, com a bolsa liderando entre as melhores aplicações financeiras. O Ibovespa se valorizou 3,66% e foi novamente o melhor investimento do mês - no mês passado o índice já havia terminado como melhor opção de investimento. No ano, entretanto, o benchmark apresenta queda de 11,02%. 

Acompanhe a cotação de todos os fundos imobiliários negociados na BM&FBovespa

Em segundo lugar no pódio ficaram os fundos imobiliários, com o Ifix (índice que mede o desempenho dos fundos mais líquidos negociados na BM&FBovespa), valorizando 1,36%. No mês anterior, este investimento também havia ficado em segundo lugar.

De acordo com o educador financeiro Antônio de Júlio, este é um ótimo momento para quem investe em ações e o movimento positivo deve permanecer, no mínimo, até o fim do ano. “Este será um bom final de ano para quem investe na bolsa", acredita.

Quer saber mais sobre os termos usados no mercado financeiro? Acesse o glossário InfoMoney

Na terceira posição ficou o dólar, que valorizou 0,81%, após uma queda de 7,08% no mês anterior. Após altas expressivas, motivadas pelas expectativas em relação ao fim do programa de estímulos norte-americanos, chamado de QE3, a moeda sofreu forte correção, com desvalorização em setembro, e agora está andando de lado com leve tendência de alta.

Renda fixa  
No mercado de renda fixa, tanto o CDI (Certificado de Depósito Interbancário), quanto o CDB (Certificado de Depósito Bancário) - Pré 30 dias (bancos de 1ª linha) e a poupança continuaram em níveis próximos aos meses anteriores. As rentabilidades foram de 0,80%, 0,70% e 0,57%, respectivamente, contra valorização de 0,69%, 0,70% e 0,51% no mês passado.

Ouro volátil 
Em outubro, o ouro 250 g, que havia subido muito em junho, julho e agosto e caído muito em setembro, andou de lado e terminou estável. “Esse movimento era esperado, pois o Ouro é usado para hedge e sobe quando os investidores estão com falta de opções. Com o Ibovespa subindo e a renda fixa ficando mais atrativa com o aumento da Selic, o ouro fica totalmente de lado”, finalizou Júlio.

Veja a rentabilidade dos investimentos em outubro:

InvestimentoOutubroReal*
*Deduzida a variação do IGP-M que subiu 0,86% em outubro de 2013
**CDB líquido (acima de R$ 100 mil) 
***Taxa Efetiva Andima 
Ibovespa +3,66% +2,78%
Ifix +1,36% +0,50%
Dólar +0,81% -0,05%
CDI +0,80% -0,06%
CDB Pré 30 dias +0,70% -0,16%
Poupança

+0,57%

-0,29%
Ouro 250 g 0,00% -0,85%

 

Contato