Crise

Stone anuncia demissão de 1.300 pessoas, 20% de seus funcionários

Os colaboradores ficaram sabendo dos cortes em videoconferência interna nesta manhã com o presidente Tiago Piau

Aprenda a investir na bolsa

Atualizado às 10h30 após a Stone atualizar informações previamente enviadas sobre manutenção de plano de saúde e outros benefícios

SÃO PAULO – A empresa de meios de pagamento Stone anunciou nesta terça-feira (12) a demissão de 20% de seu quadro de funcionários. O montante representa 1.300 pessoas, que serão informadas individualmente.

Os colaboradores ficaram sabendo que os cortes ocorreriam em videoconferência interna nesta manhã com o presidente Tiago Piau. Eles têm relação com a crise desencadeada pela pandemia da Covid-19.

Aprenda a investir na bolsa

“A decisão sobre quem deixará a companhia foi tomada com calma e com base nos pilares que ancoram a cultura da Stone: meritocracia, busca pela excelência e carinho pelas pessoas. Vamos preservar aqueles com melhor desempenho em cada área, consolidar estruturas e melhorar processos. Para quem está saindo, vamos oferecer todo o apoio e cuidado”, disse Piau em posicionamento enviado ao InfoMoney.

O executivo afirma que se orgulha da estratégia de manter todo o relacionamento com o cliente dentro do quadro de funcionários, mas que uma “reviravolta abrupta como essa” coloca essa decisão contra a parede. Outras decisões prejudicadas, de acordo com ele, são ter “sempre mais gente do que o necessário para a companhia funcionar”, antecipar despesas e investir na formação das pessoas.

Leia também

“Porém, em um contexto de grande queda das vendas do varejo, vivenciando o que claramente é a maior crise da história da economia recente, essas duas estratégias contribuíram para um descasamento entre investimentos e receitas em nossa companhia”, escreveu Piau.

O plano de saúde dos funcionários demitidos será mantido por quatro meses, o vale alimentação seguirá sendo depositado “pelos próximos meses”, de acordo com a carta, e a empresa oferecerá “apoio recolocação”, oferecendo computadores,c celulares e licenças de LinkedIn aos demitidos, e apoio financeiro proporcional ao período de casa. “É a maneira de agradecer àqueles que dedicaram tempo de suas vidas à construção da empresa”, diz o comunicado.

Listada em Nova York, a ação da Stone caiu 3,45% na segunda-feira e é negociada com queda de 0,41% no premarket desta manhã. A empresa reportará o balanço financeiro do primeiro trimestre em 26 de maio.

Newsletter InfoMoney
Informações, análises e recomendações que valem dinheiro, todos os dias no seu email:
Concordo que os dados pessoais fornecidos acima serão utilizados para envio de conteúdo informativo, analítico e publicitário sobre produtos, serviços e assuntos gerais, nos termos da Lei Geral de Proteção de Dados.
check_circle_outline Sua inscrição foi feita com sucesso.
error_outline Erro inesperado, tente novamente em instantes.