Ações

Como investir e comprar ações do Santander (SANB11)? Passo a passo

Terceiro maior banco do Brasil, Santander é o único banco internacional com escala no país. Conheça suas características

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

O Santander Brasil é uma filial do espanhol Santander. Mesmo não sendo uma instituição originalmente nacional, o banco é nada menos que o terceiro maior do país. Quando abriu o capital na bolsa de valores, a B3, em 2009, protagonizou uma operação de R$ 14 bilhões.

Foi o maior IPO (oferta pública inicial de ações) do mundo no ano. Cheio de superlativos, não é à toa que tantos investidores queiram saber como comprar ações do Santander.

O que você deve saber antes de comprar

Para evitar surpresas, algumas particularidades do Santander devem ser estudadas antes que você compre papéis do banco. Conheça algumas delas aqui:

Units

Embora tenha ações ordinárias (SANB3) e preferenciais (SANB4) listadas na bolsa de valores, os papéis do Santander que efetivamente são negociados no pregão são conhecidos como “units”. Uma unit é uma espécie de pacote de classes de ativos negociados em conjunto.

No caso do Santander, sua unit é negociada sob o código SANB11. Cada um desses papéis representa uma ação ordinária mais uma ação preferencial. Quem compra uma unit do Santander, portanto, adquire um conjunto formado por duas ações.

Empresas como o Santander podem optar por listar units por algumas razões. Um dos objetivos é promover liquidez para os dois tipos de ações, evitando que apenas um deles atraia investidores. Outro é oferecer aos acionistas as características dos dois tipos de ações – o direito a voto das ordinárias e a prioridade no pagamento de dividendos das preferenciais – em um único ativo.

As units do Santander têm tanta liquidez que inclusive fazem parte do Ibovespa, principal índice de ações da bolsa brasileira. Esses papéis têm um peso no índice de aproximadamente 1%.

Dividendos

Uma das metas da gestão do Santander é ser o maior banco no Brasil em geração de valor aos acionistas. Por essa razão, a política de dividendos da instituição propõe remunerar os investidores com 50% de lucro líquido ajustado anual – é o dobro do mínimo determinado pela legislação brasileira, de 25% do lucro líquido ajustado.

Por essa razão, em alguns anos recentes o Santander figurou entre os principais pagadores de dividendos da bolsa brasileira. Nos últimos cinco anos, a distribuição de proventos pelo banco seguiu o seguinte padrão:

Ano Mês Valor por lote de 1.000 units (R$) Tipo
2019 Abril 228 JCP
Fevereiro 656 JCP
Fevereiro 514 Dividendos
2018 Outubro 137 JCP
Julho 161 Dividendos
Abril 136 JCP
Fevereiro 668 Dividendos
Fevereiro 523 JCP
2017 Outubro 114 JCP
Agosto 113 JCP
Maio 113 JCP
Fevereiro 373 Dividendos
Fevereiro 759 JCP
2016 Agosto 113 JCP
Fevereiro 316,66 JCP
Fevereiro 425,76 Dividendos
2015 Outubro 810 Dividendos
Agosto 40 Dividendos
Fevereiro 156 JCP
Fevereiro 58 Dividendos

O que influencia as cotações do Santander

As ações de bancos como o Santander são beneficiadas em tempos de economia aquecida. Quando o país cresce, aumenta a oferta de emprego e a renda, o que leva as pessoas a consumirem mais.

Um maior nível de confiança permite a elas fazerem planos de longo prazo, como a compra de bens de consumo de maior valor e até de imóveis.

Tudo isso faz crescer a demanda por crédito, e essa é uma das linhas mais importantes de receita dos bancos. Quanto mais crédito concedem, mais ganham com a cobrança de juros.

Já nas épocas de crise, um problema para os bancos é que a inadimplência aumenta – já que o desemprego em geral cresce e a renda das pessoas cai. Isso tem impacto sobre o resultado dos bancos. Uma prestação não paga por um cliente representa uma perda – ou, no mínimo, um atraso da receita.

Quando a inadimplência está em alta, bancos como o Santander precisam reservar uma parte dos seus recursos em uma conta conhecida como provisão para devedores duvidosos. Contabilmente, isso provoca uma redução no lucro das instituições financeiras.

Nos últimos anos, o valor de mercado do Santander variou conforme mostra o gráfico abaixo:

Passo a passo para comprar ações do Santander

Siga as três etapas abaixo para comprar ações do Santander com tranquilidade:

1. Analise seu perfil de investidor

Antes de comprar ações do Santander ou de qualquer outra empresa, o investidor precisa avaliar se está disposto a encarar os altos e baixos da bolsa. Procure responder, para si mesmo, perguntas como qual seu nível de conhecimento sobre a companhia do seu interesse ou quanto tempo terá disponível para estudar sobre ela.

Também é preciso identificar seus objetivos com as ações: aproveitar uma oportunidade para obter ganhos no curto prazo ou tornar-se um acionista de longo prazo? Fora isso, imagine alguns cenários. Qual seria sua reação se a ação caísse 5% em um dia? E se subisse 5%? Isso vai ajudá-lo a saber se comprar as ações do Santander é uma boa ideia.

2. Cadastre-se em uma corretora

Você precisa ter conta aberta em uma instituição autorizada a intermediar negócios na B3 para poder enviar ordens de compra e de venda de ações. Você pode escolher entre mais de 80.

A escolha depende de alguns fatores – entre eles, o preço da taxa de corretagem. Esse valor é cobrado cada vez que alguém compra ou vende uma ação. Pode ser fixo, em reais, ou um percentual sobre o valor da operação. Quanto menor, menor também o impacto sobre o resultado das operações. Corretoras como a Clear não cobram taxa de corretagem.

Depois, envie dinheiro para essa conta por meio de transferência (TED ou DOC). Daí, acesse o home broker – sistema de negociação online – ou ligue para a mesa de operações e passe a ordem de compra.

Nesse momento, você terá de informar quantas ações quer comprar e a que preço. Então, basta esperar até a ordem ser executada.

3. Acompanhe as ações que comprar

Depois de fechar seus primeiros negócios, será preciso monitorar o desempenho dos papéis. Você pode fazer isso diretamente pelo home broker. Se pretende manter os papéis na carteira por muito tempo, pode reservar alguns minutos uma vez por semana para isso. Observe o quanto as ações subiram ou caíram e reavalie periodicamente a sua posição.

Se seu objetivo ao comprar ações do Santander é aproveitar uma oportunidade no curto prazo, será preciso ficar atento a elas todos os dias. Além dos gráficos das cotações, acompanhe também as notícias e relatórios que forem divulgados sobre a empresa. Essas informações vão permitir que você decida o melhor momento de se desfazer dos papéis.

Invista com o melhor home broker do país. Clique aqui e abra a sua conta na Clear