Ex-gerente de diversidade de Facebook e Nike é condenada por fraude de US$ 5 mi

Executiva desviou US$ 4,9 mi da rede social "utilizando um esquema envolvendo fornecedores fraudulentos, faturas falsas e propinas em dinheiro"

Equipe InfoMoney

Smartphone com o logotipo do Facebook é visto na frente do logotipo da Meta, em ilustração de 28/10/2021. (Foto: REUTERS/Dado Ruvic/Illustration)

Publicidade

Uma americana que atuou como gerente de diversidade no Facebook e na Nike foi condenada a cinco anos e três meses de prisão por roubar cerca de US$ 5 milhões em verbas corporativas destinadas a iniciativas de diversidade, equidade e inclusão dessas empresas.

Segundo a CNBC, Barbara Furlow-Smiles, de 38 anos, se declarou culpada de uma fraude eletrônica em dezembro. Ela é acusada de roubar mais de US$ 4,9 milhões do Facebook “utilizando um esquema envolvendo fornecedores fraudulentos, faturas falsas e propinas em dinheiro”.

Ainda que não tenha sido a principal executiva de diversidade no Facebook, Furlow-Smiles foi estrategista-líder e chefe global de grupos de recursos humanos e engajamento em diversidade.

Continua depois da publicidade

A golpista usou o dinheiro roubado para financiar um “estilo de vida luxuoso” nos estados da Califórnia, da Geórgia e no Oregon.

Segundo a promotores dos EUA, enquanto estava no Facebook, Furlow-Smiles vinculou contas do PayPal, Venmo e Cash App a cartões de crédito corporativos e depois usou essas mesmas contas para pagar amigos, parentes e outras pessoas por supostos bens e serviços para a empresa, que nunca foram entregues.

Segundo promotores, após ser demitida do Facebook, Barbara Furlow-Smiles seguiu cometendo fraudes, desta vez como líder de diversidade na Nike, de onde roubou uma nova quantia de seis dígitos do programa de diversidade.