Reflexos da guerra

Starbucks (SBUB34) anuncia saída da Rússia e fechamento de 130 lojas

Decisão acompanha o movimento de outras empresas, como McDonald’s, Renault e Shell, em resposta à guerra na Ucrânia

Por  Estadão Conteúdo -

A Starbucks (SBUB34) afirmou nesta segunda-feira (23) que vai encerrar seus negócios na Rússia e fechar suas 130 lojas, em resposta à guerra na Ucrânia, após 15 anos no país. Apesar da decisão, as ações da empresa sobem 0,48% na Nasdaq por volta das 12h e os BDRs listados na B3 caem 0,51%, devido à desvalorização do dólar.

A cafeteria mais famosa do mundo havia suspendido temporariamente seus negócios russos em 8 de março e, nesta segunda, a decisão se tornou permanente. Os quase 2 mil funcionários na Rússia continuarão sendo pagos por seis meses e receberão ajuda para encontrar novos empregos fora da rede, segundo a Starbucks.

A empresa se recusou a comentar o impacto financeiro da medida, mas o mercado russo responde por uma parcela relativamente pequena de suas vendas.

Outras empresas

A decisão acompanha o movimento de outras empresas, como o McDonald’s, que encerrou mais de três décadas de negócios na Rússia. A montadora francesa Renault aceitou a nacionalização decidiu ceder sua participação de 68% na maior montadora da Rússia, AvtoVAZ, para uma entidade estatal.

A petrolífera Shell PLC também está entre as empresas que encerrarão suas atividades no país.

Leia também:

Cadastre-se na IMpulso e receba semanalmente um resumo das notícias que mexem com o seu bolso — de um jeito fácil de entender:
Concordo que os dados pessoais fornecidos acima serão utilizados para envio de conteúdo informativo, analítico e publicitário sobre produtos, serviços e assuntos gerais, nos termos da Lei Geral de Proteção de Dados.
check_circle_outline Sua inscrição foi feita com sucesso.
error_outline Erro inesperado, tente novamente em instantes.
Compartilhe