Paralisação

Servidores da CGU decidem entrar em greve a partir de 30 de maio

Também estão de braços cruzados os servidores do BC e do INSS

Por  Estadão Conteúdo -

Os servidores da Controladoria-Geral da União (CGU) decidiram em assembleia realizada nesta sexta-feira, 20, entrar em greve por tempo indeterminado a partir de 30 de maio. A categoria pleiteia um reajuste salarial de 27%.

Com essa decisão, o número de carreiras em greve sobe para quatro. Também estão de braços cruzados os servidores do Banco Central (BC) e do Instituto Nacional do Seguro Social (INSS).

Os servidores do Tesouro iniciam movimento de paralisação a partir da próxima segunda-feira, 23.

O presidente Jair Bolsonaro (PL) sinalizou que concederá um reajuste linear de 5% para todas as categorias do funcionalismo, inclusive para as carreiras do Judiciário e do Legislativo.

Entretanto, a proposta, que depende de aprovação de deputados e senadores, não foi enviada ao Congresso Nacional.

Além disso, como mostrou o Broadcast, sistema de notícias em tempo real do Grupo Estado, Bolsonaro sinalizou, em transmissão ao vivo nas redes sociais realizada ontem, 19, que concederá reestruturações para carreiras policiais, com reajustes superiores aos 5%.

9 formas de transformar o seu Imposto de Renda em dinheiro: um eBook gratuito te mostra como – acesse aqui!

LEIA MAIS

 

Compartilhe