Resposta: já

Qual o melhor momento para declarar o Imposto de Renda 2020?

Para especialistas, não há mais vantagem em esperar o final do prazo, em nenhum cenário

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O período para a declaração do Imposto de Renda 2020 se alonga entre 2 de março e 30 de abril. Para especialistas, independentemente do perfil do contribuinte, é vantajoso declarar o quanto antes.

“A principal vantagem de quem declara nos primeiros dias é receber a restituição nos primeiros lotes”, argumenta Samir Choaib, sócio do Choaib, Paiva e Justo Advogados Associados. Esse dinheiro pode servir para quitar dívidas, por exemplo, ou investir.

Para quem tem dívidas e gastos urgentes, a recomendação sempre foi tentar receber a restituição o quanto antes, de forma a suavizar os juros. Segue sendo assim. O que mudou foi a indicação ao contribuinte que não tem necessidade de liquidez.

Até 2017, último ano em que a taxa básica de juros chegou a dois dígitos, argumentava-se que fazia sentido esperar para receber no final do período de restituição, com correção pela Selic e sem incidência de tributos. Neste cenário, o dinheiro parado nos cofres da Receita rendia mais que boa parte das aplicações conservadoras, justamente por ser isento, lembra Choaib.

Com a Selic em 4,25% ao ano, a restituição rende melhor se pingar no bolso mais cedo, já que há investimentos de baixo risco com rendimento superior à taxa básica, inclusive na renda fixa. O Tesouro Prefixado com vencimento em 2026, por exemplo, pagava 6,08% ao ano na terça-feira (4).

Mesmo para quem não terá direito a restituição, declarar mais cedo permite maior tempo para estar ciente de documentos faltantes e, eventualmente, retificar informações enviadas erroneamente.

Vale lembrar que a multa pelo atraso da declaração é de 1% ao mês até o limite do imposto devido, com valor mínimo de R$ 165,75.

“Na prática, a grande dificuldade, especialmente para quem usa mais documentos, é estar com todas as informações necessárias em mãos: a maioria das pessoas não tem”, lembra Choaib.

Leia também
• Passo a passo: como preencher a declaração
• Como declarar investimentos no Imposto de Renda

Mudança

Neste ano, a restituição começa mais cedo, em 29 de maio, e tem apenas cinco lotes, sendo o último em setembro. Isso muda uma recomendação antiga de parte dos especialistas para contribuintes desorganizados: até o ano passado, podia fazer sentido esperar para receber o dinheiro em dezembro para ter caixa garantido para as despesas sazonais do início do ano seguinte.

Melhore sua vida financeira com informação de qualidade. Receba diariamente as melhores análises de mercado e investimentos do InfoMoney
Concordo que os dados pessoais fornecidos acima serão utilizados para envio de conteúdo informativo, analítico e publicitário sobre produtos, serviços e assuntos gerais, nos termos da Lei Geral de Proteção de Dados.
check_circle_outline Sua inscrição foi feita com sucesso.
error_outline Erro inesperado, tente novamente em instantes.