IR 2022

Confira as datas de restituição no calendário de lotes do Imposto de Renda 2022

Idosos, pessoas com deficiência e professores têm prioridade e recebem antes a restituição, segundo regras da Receita Federal

Por  Giovanna Sutto -

A temporada de declaração de Imposto de Renda 2022 vai até dia 31 de maio — o prazo original era de 29 de abril, mas a Receita optou em prorrogar por mais um mês a data limite para os contribuintes.

Quem declara também busca outra informação: o calendário do pagamento da restituição do IR. Confira, abaixo, as principais informações de datas de pagamentos da restituição sob a curadoria de Daniel de Paula, consultor tributário da IOB.

Critérios de recebimento da restituição

Idosos, a partir de 60 anos, pessoas com deficiência e professores, desde que a fonte principal de renda tenha sido o magistério, têm prioridade e recebem antes a restituição do Imposto de Renda retido na fonte.

9 formas de transformar o seu Imposto de Renda em dinheiro: um eBook gratuito te mostra como – acesse aqui!

Os contribuintes que entregam a Declaração do Imposto de Renda da Pessoa Física (IRPF) com antecedência também conseguem garantir o dinheiro de volta mais cedo.

Calendário da restituição

Neste ano, a Receita Federal manteve o calendário de liberação antecipado como ocorreu em 2020 e 2021 devido à pandemia. Serão cinco lotes, com a liberação do primeiro em 31 de maio.

O segundo lote sai no dia 30 de junho; o terceiro, no dia 29 de julho; o quarto, em 31 de agosto, e o quinto e último lote sairá no dia 30 de setembro.

Leia também:

Veja abaixo o calendário de restituições em 2021:

Lotes  Datas 
1º lote 31 de maio de 2022
2º lote 30 de junho de 2022
3º lote 29 de julho de 2022
4º lote 31 de agosto de 2022
5º lote 30 de setembro de 2022

Segundo a Receita, o valor da restituição é corrigido pela taxa Selic, acumulada a partir do mês de maio até o mês anterior ao pagamento, acrescido de mais 1% no mês do depósito.

Recebimento via Pix

Uma das novidades neste ano é a possibilidade de restituição via Pix. O contribuinte poderá informar sua chave Pix CPF e receber o valor na conta vinculada ao documento.

No entanto, vale ressaltar que o crédito da restituição ainda pode ser efetuado em conta corrente, de pagamento ou de poupança.

As regras de priorização do pagamentos dos lotes de restituição seguem valendo mesmo para quem optou pela chave Pix.

A Receita Federal avisa que não é possível receber o valor da restituição em conta de terceiros, nem em conta-salário do contribuinte. Nos casos de conta conjunta, ambos os contribuintes podem realizar sua indicação para recebimento da restituição.

9 formas de transformar o seu Imposto de Renda em dinheiro: um eBook gratuito te mostra como – acesse aqui!

Compartilhe