1 mês a mais

IR 2022: Receita prorroga prazo do Imposto de Renda; calendário de restituição segue o mesmo

Declaração poderá ser enviada até 31 de maio; prazo anterior acabaria no dia 29 e foi ampliado devido à pandemia

Por  Equipe InfoMoney -

A Receita Federal prorrogou de 29 de abril para 31 de maio o prazo final de entrega da declaração do Imposto de Renda 2022. É o terceiro ano consecutivo que isso ocorre, devido à pandemia.

Além da declaração de ajuste anual do IR para pessoas físicas, o Fisco adiou também o prazo de envio da declaração final de espólio e da declaração de saída definitiva do país.

Leia também:

A mudança foi publicada nesta terça-feira (5) no Diário Oficial da União, sob a Instrução Normativa nº 2.077, e a Receita diz que o motivo foi mais uma vez a Covid-19.

“A prorrogação visa mitigar eventuais efeitos decorrentes da pandemia da Covid-19 que possam dificultar o preenchimento correto e envio das declarações, visto que alguns órgãos e empresas ainda não estão com seus serviços de atendimento totalmente normalizados”, diz o Fisco.

Imposto a pagar adiado

O imposto a pagar apurado também teve seu vencimento adiado para o final de maio, mas as restituições seguirão o cronograma anterior, sem alteração (veja aqui o calendário de restituição do IR 2022).

As datas permitidas para o débito automático passam a ser 10 de maio para a primeira cota e até 31 de maio para as demais (ou seja: para as declarações enviadas após 10 de maio, o pagamento da primeira cota deverá ser realizado com DARF).

9 formas de transformar o seu Imposto de Renda em dinheiro: um eBook gratuito te mostra como – acesse aqui!

LEIA MAIS

Compartilhe