IR 2023 bate recorde histórico: mais de 41,1 milhões de contribuintes enviaram suas declarações

Expectativa era receber 39,5 milhões; prazo terminou nesta quarta (31)

Giovanna Sutto

(Getty Images)

Publicidade

A Receita Federal recebeu 41.151.515 de declarações de Imposto de Renda até 23h59 desta quarta-feira (31), último dia para envio do documento. O número representou um recorde consecutivo absoluto: em 2022, o volume de declarações recebidas foi de 36,3 milhões de declarações, o maior até então.

A expectativa inicial do Fisco era receber algo entre 38,5 milhões e 39,5 milhões de declarações em 2023. E o resultado superou as expectativas.

A Receita anunciou que o recorde do ano anterior foi batido nesta terça-feira (30), por volta de 18h, quando foram recebidas 36.525.064 declarações.

Masterclass

O Poder da Renda Fixa Turbo

Aprenda na prática como aumentar o seu patrimônio com rentabilidade, simplicidade e segurança (e ainda ganhe 02 presentes do InfoMoney)

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Quais os motivos do recorde?

Em nota, a Receita atribui o resultado acima do esperado a dois principais pontos: alto número de retificações e avanços na pré-preenchida. 

“Como liberamos a consulta ao resultado do processamento da declaração de forma rápida (Meu Imposto de Renda no eCAC e no app), muitos contribuintes visualizaram suas pendências e já começaram a correção fazendo retificação.  Esse aumento no número de retificadoras (mais de um ponto percentual) impactou no aumento das declarações entregues”, afirma José Carlos da Fonseca, Supervisor Nacional do Programa do Imposto de Renda.

No ano passado, no fim do prazo, foram registradas 2.370.762 declarações retificadoras. Este ano já são 3.156.003 o que, na avaliação da Receita, mostra que os contribuintes estão buscando informações para que possam regularizar suas declarações.

Continua depois da publicidade

Além disso, a facilidade da pré-preenchida, que recebeu recursos novos, com mais informações também impulsionou bastante o resultado. O modelo é automatizado e já traz os dados prontos em determinados campos para o contribuinte. 

Das 41,1 milhões de declarações entregues, 24% delas ou 9,8 milhões foram enviadas no modelo pré-preenchido. A expectativa da Receita é receber 25% do total nesse formato.

De qualquer maneira, esse resultado preliminar já é um avanço em relação ao ano passado, quando apenas 7,6% ou 2,9 milhões das declarações entregues foram feitas nesse modelo.

Leia também

Resumo da temporada

Do total de contribuintes que já enviaram o documento, 60,6% têm imposto a restituir, 19,8% têm imposto a pagar e 19,5% não possuem imposto a pagar ou a restituir.

São Paulo é disparado o estado com o maior número de envios de declarações, com 13 milhões de entregas até o momento. Depois vem Minas Gerais, com 3,9 milhões de entregas, e Rio de Janeiro, com 3,7 milhões.

Restituição

O primeiro lote da restituição de IR 2023 foi pago também nesta quarta-feira (31) para os contribuintes que fazem parte dos grupos prioritários e demais contribuintes que enviaram suas declarações logo no começo da temporada.

Foram depositados R$ 7,5 bilhões, o maior valor da histórias, para 4,1 milhões de contribuintes.

Veja o calendário:

LEIA MAIS

Giovanna Sutto

Repórter de Finanças do InfoMoney. Escreve matérias finanças pessoais, meios de pagamentos, carreira e economia. Formada pela Cásper Líbero com pós-graduação pelo Ibmec.