Imposto de Renda: veja como receber a restituição por Pix

Uso da ferramenta de pagamento instantâneo pode evitar erros e facilitar o processo ao contribuinte

Giovanna Sutto

Publicidade

Uma das novidades da declaração de Imposto de Renda de 2022 é a possibilidade de receber a restituição via Pix, o sistema de pagamentos instantâneos.

O objetivo é evitar erros no preenchimento dos dados bancários, facilitar o processo ao contribuinte e reduzir a necessidade de reagendamento em razão de contas inválidas.

“Em suma, é muito mais fácil lembrar de inserir a chave Pix correta no campo devido do que fazer o mesmo com o número da conta bancária”, explica Valdir Amorim, coordenador tributário da consultoria IOB.

Masterclass

O Poder da Renda Fixa Turbo

Aprenda na prática como aumentar o seu patrimônio com rentabilidade, simplicidade e segurança (e ainda ganhe 02 presentes do InfoMoney)

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Como funciona

Até o ano passado, os contribuintes com imposto a receber tinham três opções de restituição: conta corrente, de pagamento e de poupança. Neste ano, além das três possibilidades, o Pix foi adicionado.

O contribuinte poderá informar sua chave Pix CPF e receber o valor na conta vinculada ao documento. Somente são válidas as chaves atreladas ao CPF do contribuinte.

A Receita Federal avisa que não é possível receber o valor da restituição em conta de terceiros, nem em conta-salário do contribuinte. Nos casos de conta conjunta, ambos podem indicar a forma de recebimento da restituição.

Continua depois da publicidade

Além disso, as regras de priorização dos pagamentos dos lotes de restituição seguem valendo mesmo para quem optou pela chave Pix. Idosos, a partir de 60 anos, pessoas com deficiência e professores, desde que a fonte principal de renda tenha sido o magistério, têm prioridade e recebem antes.

Quem entregar a declaração com antecedência também garante o dinheiro de volta mais cedo.

Como receber via Pix

No momento em que for enviar a declaração, uma tela vai pedir os dados de sua conta. Será possível escolher as opções citadas. Basta selecionar o Pix e informar a chave CPF. Depois, é só clicar em enviar.

Segundo a Receita, o valor da restituição é atualizado pela taxa Selic, acumulada a partir do mês seguinte ao prazo final de entrega da declaração até o mês anterior ao pagamento, mais 1% referente ao mês do depósito. Uma vez encaminhado ao banco, o valor da restituição não sofrerá atualizações, independentemente da data em for recebida a restituição.

9 formas de transformar o seu Imposto de Renda em dinheiro: um eBook gratuito te mostra como – acesse aqui!

LEIA MAIS

Giovanna Sutto

Repórter de Finanças do InfoMoney. Escreve matérias finanças pessoais, meios de pagamentos, carreira e economia. Formada pela Cásper Líbero com pós-graduação pelo Ibmec.