Pessimismo dos entrevistados

62% dos brasileiros acreditam que país está em crise econômica, diz pesquisa

32% dos entrevistados avaliam que Brasil está conseguindo superá-la e 5%, que a economia vive um bom momento; governo é apontado como o principal culpado

Por  Estadão Conteúdo -

Mais de seis em cada dez brasileiros acreditam que o Brasil está em crise econômica, com dificuldade de recuperação, segundo pesquisa de opinião realizada pela FSB Pesquisa e pelo BTG Pactual. Outros 32% avaliam que o país está conseguindo superá-la e 5% pensam que a economia vive um bom momento.

Entre os motivos, dois em cada cinco entrevistados dizem que o principal responsável pela crise econômica é o governo atual. A pandemia vem em seguida, com 25%, governos passados aparecem com 21% e situação internacional tem 8%.

Leia também:

O levantamento realizado com 2 mil eleitores por telefone, entre sexta-feira (22) e domingo (24), e os resultados foram divulgados na segunda-feira (25). Em termos de expectativas, há um certo pessimismo por parte dos entrevistados:

  • 60% avaliam que a inflação e o custo de vida devem aumentar nos próximos seis meses (20% acham que vão aumentar muito e 40% avaliam que vão aumentar);
  • 43% acreditam que os atrasos em pagamentos de contas vão aumentar (para 13% vão aumentar muito e para 30%, aumentar);
  • 36% pensam que o desemprego vai piorar (9% acreditam que vai aumentar muito e 27%, que vai aumentar).

Pesquisa eleitoral

Na pesquisa eleitoral, o ex-presidente Lula (PT) lidera com 41% das intenções de voto, seguido pelo presidente Jair Bolsonaro (PL), candidato à reeleição, com 32%.

O ex-ministro Ciro Gomes (PDT) aparece em terceiro lugar, com 9%, e na sequência vêm diversos candidatos empatados dentro da margem de erro (os demais candidatos não pontuaram):

  • João Doria (PSDB), ex-governador e ex-prefeito de São Paulo, com 3%;
  • André Janones (Avante), deputado federal por Minas Gerais, também com 3%;
  • Simone Tebet (MDB), senadora pelo Mato Grosso do Sul, com 1%
  • Vera Lúcia (PSTU), também com 1%.

A metodologia das perguntas feitas foi “estimulada e única”, e o nível de confiança da pesquisa é de 95%, com margem de erro de 2 pontos porcentuais. O registro do levantamento no TSE (Tribunal Superior Eleitoral) é o BR-04676/2022.

Cadastre-se na IMpulso e receba semanalmente um resumo das notícias que mexem com o seu bolso — de um jeito fácil de entender:
Concordo que os dados pessoais fornecidos acima serão utilizados para envio de conteúdo informativo, analítico e publicitário sobre produtos, serviços e assuntos gerais, nos termos da Lei Geral de Proteção de Dados.
check_circle_outline Sua inscrição foi feita com sucesso.
error_outline Erro inesperado, tente novamente em instantes.
Compartilhe