Balanço do 2º tri

WEG lucra R$ 1,13 bilhão no 2º tri, alta de 120%, e anuncia dividendos intermediários de R$ 663,7 milhões

Resultado foi beneficiado pela continuidade da demanda consistente no mercado doméstico, bem como pela aceleração da atividade industrial no exterior

Weg (Divulgação: Linkedin)

SÃO PAULO – A WEG (WEGE3) registrou lucro líquido de R$ 1,13 bilhão no segundo trimestre de 2021, aumento de 120,6% em relação ao mesmo período do ano anterior e de 48,5% ante o trimestre imediatamente anterior. O balanço foi divulgado nesta quarta-feira (28), antes da abertura do pregão.

De acordo com a companhia, o resultado foi beneficiado pela continuidade da demanda consistente no mercado doméstico, bem como pela aceleração da atividade industrial no exterior.

O lucro líquido também foi positivamente impactado pelo reconhecimento dos créditos tributários referentes à exclusão do ICMS da base de cálculo do PIS e Cofins.

Além dos efeitos no lucro antes de juros, impostos, depreciação e amortização (Ebitda, na sigla em inglês), a WEG também teve um impacto positivo no resultado financeiro, de R$ 129,9 milhões, e um aumento no imposto de renda auferido destes créditos, de R$ 147,5 milhões.

Desconsiderando estes efeitos não recorrentes, o lucro líquido foi de R$ 851,9 milhões entre abril e junho, crescimento de 65,6% na base anual, com uma margem líquida de 14,8%.

“Seguimos cumprindo nossa estratégia para superar este período de grandes desafios, trabalhando com todo o cuidado e segurança necessários para preservar a integridade de nossos colaboradores e minimizar, tanto quanto possível, impactos em nossas operações”, escreveu a companhia, em nota.

No período, a Receita Operacional Líquida (ROL) foi de R$ 5,7 bilhões, 41,4% superior ao segundo trimestre de 2020 e 13,2% acima do registrado nos primeiros três meses de 2021.

Já o Ebitda atingiu R$ 1,4 bilhão, 90,2% superior ao mesmo trimestre do ano anterior e 37% acima quando na comparação trimestral. A margem Ebitda, por sua vez, foi de 24,2%, 6,2 pontos percentuais maior quando na comparação anual.

Leia também:
Energia solar ganha espaço no Brasil e WEG está bem posicionada para capturar ganhos, avalia BofA
WEG foi a vencedora do prêmio Melhores da Bolsa 2021; confira entrevista do CEO ao InfoMoney

PUBLICIDADE

Entre as áreas de negócio da companhia, o destaque ficou com o segmento de geração, transmissão e distribuição de energia (GTD) no mercado interno, com crescimento de 59,4% na Receita Operacional Líquida na base anual, para R$ 1,2 bilhão.

Segundo a WEG, todos os negócios apresentaram crescimento neste trimestre, em meio à volta dos fornecimentos de aerogeradores, boa demanda por geração solar distribuída (GD) – que continua apresentando evolução em relação aos trimestres anteriores –, e diante do aumento da demanda por alternadores.

Atenção ainda para o segmento de motores comerciais e appllance, com aumento da ROL na base anual de 188,8%, no mercado interno, e de 111,9% no mercado externo, por conta da base fraca de comparação do segundo trimestre de 2020, quando sob os maiores impactos da pandemia de coronavírus.

Dividendos e JCP

A WEG também anunciou que o Conselho de Administração aprovou o pagamento de dividendos intermediários relativos aos resultados do primeiro semestre de 2021 no valor total de R$ 663,7 milhões, que serão pagos em 11 de agosto. O valor corresponde a R$ 0,158175000 por ação.

Para ter direito ao dividendo, o acionista deve estar com posição no papel em 30 de julho de 2021. De 2 de agosto de 2021 em diante, as ações serão negociadas “ex-dividendos intermediários”.

Ao longo da primeira metade do ano, a companhia pagou R$ 157,1 milhões em juros sobre capital próprio (JCP), distribuídos nos meses de março e junho.

Com isso, os valores declarados como remuneração aos acionistas relativos ao primeiro semestre representam 43,2% do lucro líquido obtido no período.

Na terça-feira (27), os papéis WEGE3 fecharam o pregão próximos da estabilidade, com queda de 0,32%, a R$ 34,39. No ano, os papéis têm queda de 8,68% até ontem.

PUBLICIDADE

Transformar a Bolsa de Valores em fonte recorrente de ganhos é possível. Assista a aula gratuita do Professor Su e descubra como.