Queda forte

R$ 565 bilhões “somem” da Bolsa nas duas últimas semanas; só Petrobras perde R$ 85,8 bilhões

Em meio a surto de coronavírus, bilhões de reais desaparecem do mercado brasileiro

SÃO PAULO – Com o surto de coronavírus levando pânico aos investidores no mundo todo, as ações de empresas listadas na B3 também não escaparam do sell-off. Ao todo, desde o dia 21 de fevereiro, as companhias brasileiras perderam R$ 565,75 bilhões de valor de mercado enquanto o Ibovespa, principal índice acionário do Brasil, caiu 13,8%.

Só a Petrobras (PETR3; PETR4), empresa com maior valor de mercado do País com R$ 306,9 bilhões, perdeu R$ 85,881 bilhões nas últimas duas semanas. Nesta sexta-feira (6), a ação da petroleira caiu 9,73%, figurando entre as maiores baixas dos papéis que compõem a carteira teórica do Ibovespa.

PUBLICIDADE

Nesta semana, a perda de valor de mercado das empresas brasileiras listadas na B3 foi de R$ 206,3 bilhões. Na última semana de fevereiro, a queda foi de R$ 359,5 bilhões.

Covid-19

O coronavírus preocupa os investidores principalmente por conta do impacto econômico gerado pelas medidas que os governos tomam para tentar frear o avanço da epidemia.

A China, país de onde se originou o vírus, obrigou fábricas a paralisarem suas atividades por semanas, ao mesmo tempo em que restringiram a entrada e saída de pessoas na província de Hubei, epicentro da doença, e limitaram viagens de avião para outros países.

Os Índices Gerentes de Compras (PMIs, na sigla em inglês) industrial, de serviços e composto da China atingiram seus piores níveis da história em fevereiro, mostrando que a atividade econômica do país foi muito impactada pelo surto.

No caso do Brasil, diversos economistas reduziram suas projeções para o crescimento do Produto Interno Bruto (PIB) em 2020. O País tem 13 casos confirmados de coronavírus, de acordo com o Ministério da Saúde.

Quer investir melhor o seu dinheiro? Clique aqui e abra a sua conta na XP Investimentos