Patrocinado
Oferecido por

Por que programar hoje o consumo de energia para os próximos anos?

Energia custa cada vez mais caro no país, saiba como sua empresa pode buscar uma alternativa

arrow_forwardMais sobre
Aprenda a investir na bolsa

O ano de 2018 deve ser mais um terminando com as tarifas de energia elétrica a preços elevados e os reservatórios hidrelétricos em baixa. Atualmente, o nível dos reservatórios do país caminha para uma situação crítica. Segundo dados do Operador Nacional do Sistema Elétrico (ONS) o subsistema do Sudeste e Centro-Oeste, que é responsável por cerca de 70% do armazenamento de água para geração de energia no Brasil, tem menos de um quarto de seu volume útil.

Para garantir o abastecimento, o governo tem utilizado as usinas térmicas, que geram energia a um custo bem mais alto. Esses custos são repassados ao consumidor na forma de bandeiras tarifárias e também nos reajustes tarifários anuais das distribuidoras. Segundo dados da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) os consumidores pagaram R$ 25,3 bilhões a mais nas contas de luz nos últimos três anos e meio só com as bandeiras tarifárias, enquanto os reajustes na conta de energia já estão na casa dos dois dígitos.

Diante deste cenário e com o risco de um de uma escassez de energia nos próximos anos, cresce a necessidade de que as empresas busquem alternativas para suprir sua demanda de energia. Para responder a esta demanda, a IBS Energy, uma das principais gestoras estratégicas de energia do país, está iniciando a construção de uma termelétrica para geração de energia à base de biomassa.

Aprenda a investir na bolsa

A Termelétrica Cidade do Livro, localizada em Lençóis Paulista, no interior do estado de São Paulo, vai gerar energia limpa e 100% renovável a partir da segunda metade de 2021. O projeto tem um modelo de contratação inédito no mercado: a compra de cotas atrelada a um contrato de opção.  As empresas terão lastro de energia, com flexibilidade no exercício da opção e preços  garantidos por período não inferior a 10 anos. Com os preços previamente conhecidos, a empresa não fica suscetível à alta nas tarifas de energia, e consegue planejar o seu consumo além de poder acessar às melhores oportunidades do mercado spot

“Como gestores estratégicos, estamos sempre atentos aos movimentos e desafios do mercado”, explica Antônio Bento, CEO do Grupo IBS Energy. “O que esperar do cenário para os próximos anos? A resposta é não esperar. Este foi o ponto de partida para o projeto de oferecer não uma solução integral mas uma forma de enfrentar os riscos de uma possível crise no abastecimento”, complementa.

A compra antecipada de cotas da Termelétrica Cidade do Livro está disponível até 19 de outubro em condições de contratação flexíveis e negociáveis. Em 25 de outubro, acontecerá o leilão aberto às empresas interessadas. Clique aqui para entrar em contato com a IBS.

Confira mais sobre o projeto na entrevista com o presidente do grupo:

Importante: A publicação acima é um conteúdo patrocinado, sendo que a Infostocks Informações e Sistemas Ltda. (“InfoMoney”) não tem qualquer responsabilidade pelo conteúdo e informações disponibilizadas, não dá nenhuma segurança ou garantia, seja de forma expressa ou implícita, sobre a integridade, confiabilidade ou exatidão dessas informações, não se responsabiliza por decisões de investimentos que venham a ser tomadas com base nas informações divulgadas e se exime de qualquer responsabilidade por quaisquer prejuízos, diretos ou indiretos, que venham a decorrer da utilização deste material ou seu conteúdo. O autor ou empresa responsável pelo conteúdo estão indicados na própria publicação.