Em mercados

Entre dados da Europa e dos EUA, Ibovespa inicia pregão com instabilidade

Mercado digere leilões de dívida na Europa e dados econômicos dos EUA, assim como redução da taxa Selic para 9% ao ano

SÃO PAULO - O Ibovespa inicia o pregão regular desta quinta-feira (19) marcado por instabilidade, alternando entre o campo positivo e o negativo. Conforme dados das 10h46 (horário de Brasília), o benchmark registra leve alta de 0,07%, aos 63.052 pontos. Os investidores digerem leilão de títulos de dívidas na Europa e dados do mercado de trabalho norte-americano, assim como a reunião do Copom (Comitê de Política Monetária), realizada na última sessão.

O  leilão de dívida da Espanha esteve no centro das atenções do mercado. O Tesouro espanhol vendeu bônus com vencimento em dois e 10 anos, captando € 2,54 bilhões - pouco acima do teto da faixa pretendida, que ia de € 1,5 bilhão a € 2,5 bilhões. Na oferta a 10 anos, o rendimento médio chegou a 5,743%, contra 5,403% da última emissão, realizada em 19 de janeiro. Enquanto isso, na operação a dois anos o yield médio foi de 3,463%, levemente inferior aos 3,495% do leilão de 6 de outubro de 2011.

Além da Espanha, o governo francês também passou por um teste de sentimento do mercado nesta data. A França vendeu € 7,97 bilhões em dívida, bem perto do objetivo máximo previsto, que variava de € 7 bilhões a € 8 bilhões. Foram colocados papéis para 2014, 2015 e 2017, com a remuneração média mais alta por conta dos riscos ligados à eleição presidencial do país.

Destaques do pregão
Entre as maiores quedas da carteira teórica do Ibovespa, destaque para as ações de Vanguarda Agro (VAGR3, R$ 0,38, -2,56%),  OGX (OGXP3, R$ 13,12, -2,38%), Hering (HGTX3, R$ 45,64, -1,81%), Marfrig (MRFG3, R$ 11,21, -1,67%) e Natura (NATU3, R$ 43,01,-1,58%). 

Radar econômico
No ambiente doméstico, o mercado avalia o anúncio do Copom (Comitê de Política Monetária) do Banco Central, que decidiu cortar a taxa básica de juros em 0,75 ponto percentual, para 9% ao ano, e a avaliação de alguns economistas de que a taxa Selic poderá cair a até 8,50% na próxima reunião.

No front norte-americano, o Initial Claims apontou 386 mil novos pedidos de auxílio-desemprego no país na passagem semanal, contra expectativa de 375 mil solicitações. Ainda por lá, serão revelados, às 11h00 (horário de Brasília), o Existing Home Sales, o Philadelphia Fed Index e o Leading Indicators.

 

Contato