Não houve crise para o JPMorgan e outros grandes bancos dos EUA

Lucros aumentaram no JP, mas também no Citigroup e no Wells Fargo, aponta a primeira leva de resultados de bancos americanos

Estadão Conteúdo

Bancos iniciam temporada de balanços nos EUA

Publicidade

O JP Morgan (JPMC34), o maior banco dos EUA, está prosperando em um mundo de taxas de juros crescentes que afundaram alguns de seus pares menores, registrando um aumento de 52% no lucro do primeiro trimestre e receita recorde.

Os lucros também aumentaram no Citigroup (CTGP34) e no Wells Fargo (WFCO34). Todos os três grandes bancos foram impulsionados pela cobrança de taxas mais altas nos empréstimos sem aumentar tanto as taxas pagas aos depositantes.

Eles também se beneficiaram de depositantes em pânico fugindo de bancos de médio porte depois que os colapsos no mês passado do Silicon Valley Bank e do Signature Bank levantaram os alarmes dos clientes sobre a saúde dos bancos regionais.

Treinamento Gratuito

Manual dos Dividendos

Descubra o passo a passo para viver de dividendos e ter uma renda mensal previsível, começando já nas próximas semanas

E-mail inválido!

Ao informar os dados, você concorda com a nossa Política de Privacidade.

Embora o governo tenha intervindo para garantir amplamente os depósitos no SVB e no Signature Bank, muitos clientes decidiram nas últimas semanas que preferem manter seu dinheiro em bancos considerados grandes demais para falir.

Juntos, os três bancos reportaram mais de US$ 22 bilhões em lucros, um aumento de mais de um terço em relação ao ano anterior. A receita combinada foi de mais de US$ 80 bilhões, um aumento de 19% em relação ao ano anterior. Todos os três bancos superaram as expectativas de Wall Street para ganhos e receitas por ação. As ações do JPMorgan saltaram 7% na sexta-feira, no ritmo de seu maior ganho diário desde 2020. O Citigroup subiu 4%. Wells Fargo caiu menos de 1%.

A receita líquida de juros do JPMorgan – o que ele ganha com empréstimos menos o que paga aos depositantes – aumentou 49%, para um recorde de US$ 20,71 bilhões. No Wells Fargo, subiu 45% e no Citigroup subiu 23%, ambos para mais de US$ 13,3 bilhões. Para 2023, o JPMorgan agora espera ganhar cerca de US$ 81 bilhões em uma medida de receita líquida de juros, um aumento de US$ 7 bilhões em relação à previsão de três meses atrás.

Continua depois da publicidade

Os ganhos apareceram ao longo de seus resultados. Os negócios de consumo do JPMorgan cresceram com lucro de 80% em relação ao ano anterior, enquanto seus negócios voltados para empresas de médio porte e indivíduos ricos também se beneficiaram. No Citigroup, a receita do negócio de gerenciamento de caixa global para clientes multinacionais aumentou 31%, enquanto o comércio de taxas de juros e moedas globais aumentou 13%.