Conteúdo editorial apoiado por

Ibovespa flerta com 116 mil e Petrobras pode buscar mínima anual: veja estudo técnico

Rodrigo Cohen traz o que esperar do Ibovespa, Vale e Petrobras nessa semana

Equipe InfoMoney

Conteúdo XP

Publicidade

O Ibovespa segue com viés negativo, em tendência de baixa, após acumular mais uma semana no negativo, ao recuar 0,91% – em junho, as perdas somam 1,99% e, em 2024, 10,82%. Na sexta-feira (15), encerrou com leve alta, de 0,08%, aos 119.662 pontos.

“O Ibovespa flerta com os 116 mil pontos, queda muito grande, totalmente contra o mercado, contra o viés lá de fora (em NY), que subiu após o Fomc, com possibilidade de os juros (nos EUA) caírem duas vezes ainda este ano”, diz Rodrigo Cohen, embaixador da XP Investimentos, que traz todos os detalhes do que esperar dos mercados neste domingo, a partir das 19h. no canal do Arena Trade.

Baixe uma lista de 10 ações de Small Caps que, na opinião dos especialistas, possuem potencial de crescimento para os próximos meses e anos

Continua depois da publicidade

De acordo com ele, esse desempenho negativo do Ibovespa vem sendo puxado pela saída de recursos de investidores estrangeiros, que já supera os R$ 40 bilhões em 2024. Apenas no dia 12, foram sacados R$ 3 bilhões, complementa ele.

“Simplesmente, há no Brasil cada vez mais investidores tirando dinheiro. Assim, a Bolsa vem em queda geral, com tendência de baixa, perdendo fundos anteriores”, diz.

“Graficamente, o Ibovespa perdeu essa bandeirinha, essa flâmula (figura gráfica – veja logo abaixo), que poderia apontar para cima e, agora, aponta para baixo. A Bolsa flerta com os 116 mil pontos, com último fundo nos 114 mil pontos”, completa.

Continua depois da publicidade

Segundo relatório de análise técnica da XP, o Ibovespa está em tendência de baixa pelas médias de 21 e 200 dias e pode testar novo suporte próximo dos 119.000. “Um fechamento abaixo dos 119.000 favorecerá teste dos 115.000 ou 112.000”, aponta relatório.

Ibovespa: Gráfico semanal. Analista: Rodrigo Cohen. Fonte: Nelogica

Petrobras

A Petrobras (PETR4) na sexta-feira recuou 2,20%, encerrando a semana com queda de 3,68%. Assim, no acumulado de junho, perde 8,27%, mas ainda sobe 2,47% em 2024.

“A Petrobras perdeu esse último canal forte de alta, gerando vendas. Petrobras pode perder mínima do ano e começar um processo de baixa”, analisa Cohen.

Continua depois da publicidade

Ele ressalta que a postura adotada pela nova CEO da empresa, Magda Chambriard, vem “soando mal no mercado”. Ontem, a Petrobras anunciou três novos diretores.

Conforme relatório de análise técnica da XP, PETR4 está em tendência de baixa no curto prazo e abaixo de R$ 34,15 projetaria de R$ 31,33 a R$ 28,51. O ativo encontra resistência em R$ 35,5 e R$ 41,13.

PETR4: Gráfico semanal. Analista: Rodrigo Cohen. Fonte: Nelogica

Vale

Por fim, em relação à Vale (VALE3), que fechou a sexta com queda, de 0,35%, aos R$ 60,62, mas terminou a semana com alta de 0,35%. No mês, a retração soma 4,08% e, em 2024, cede 17,96%.

Continua depois da publicidade

“A Vale fez um candle semanal bem interessante, um candle de dúvida. E, se a China trouxer bons dados – nessa bateria de indicadores do começo da semana – pode haver uma reação do minério”, destaca Cohen.

Segundo ele, essa possibilidade de reação do minério pode ajudar Vale, sendo algo “independente da situação do Brasil”, que poderia ajudar a acabar com esse ciclo de queda da ação.

De acordo com análise da XP, VALE3 está em tendência de baixa no curto prazo e abaixo de R$ 60,26 projetaria de R$ 57,86 a R$ 55,47. As resistências, por sua vez, encontram-se em R$ 60,88 e R$ 65,66.

VALE3: Gráfico semanal. Analista: Rodrigo Cohen. Fonte: Nelogica

O que esperar do mercado

No programa que começa às 19h, o analista fala ainda sobre Bitcoin, outras ações de empresas brasileiras, BDRs, como de Apple. Tesla e Meta. Além dos minicontratos de dólar e índice, bem como os futuros de bitcoin.

Confira mais conteúdos sobre análise técnica no IM Trader. Diariamente, o infomoney publica o que esperar dos minicontratos de dólar e índice. As melhores plataformas para operar na Bolsa. Abra uma conta na XP.