Fechamento

Ibovespa fecha em queda de 1,2% em dia de sell-off das ações de tecnologia em Wall Street; dólar cai a R$ 5,29

Mercado registrou perdas por conta do mau humor que tomou conta das bolsas internacionais

arrow_forwardMais sobre
(Shutterstock)
Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – O Ibovespa fechou em queda nesta quinta-feira (3) seguindo o desempenho das bolsas dos Estados Unidos, que registraram perdas fortes em um dia de sell-off para os papéis de empresas de alta tecnologia.

Depois das duas altas fortes que marcaram este início de setembro, os índices Dow Jones, S&P 500 e Nasdaq – composto apenas por ações do setor de tecnologia – caíram respectivamente 2,78%, 3,51% e 4,96%. As ações da Apple despencaram 8,01%, enquanto Netflix, Amazon e Alphabet (controladora do Google), recuaram 5%.

Acompanhando Wall Street, o Ibovespa teve queda de 1,17%, aos 100.721 pontos e volume financeiro negociado de R$ 37,934 bilhões.

Aprenda a investir na bolsa

Por aqui, as ações de varejistas e da Vale (VALE3, -3,26%) foram as que mais atraíram vendas. No caso da mineradora, a performance negativa foi impulsionada pelo ajuizamento pelo Ministério Público Federal (MPF) de ação civil pública, com pedido de liminar, para que seja determinada a intervenção judicial na empresa.

O órgão pede afastamento dos executivos encarregados das políticas de segurança da empresa e a nomeação de um interventor judicial para identificar estes profissionais em até 15 dias.

Na outra ponta, as ações de bancos dispararam, mas sem impedir uma queda mais forte do Ibovespa. Itaú Unibanco (ITUB4, +2,43%), Bradesco (BBDC3, +3,83%; BBDC4, +3,93%) e Banco do Brasil (BBAS3, +1,56%) subiram nesta sessão.

Juntas, as três instituições financeiras respondem por 14,96% da composição da carteira teórica do índice, enquanto a mineradora possui sozinha uma fatia de 10,91% do benchmark. Para mais destaques de ações, clique aqui.

Enquanto isso, o dólar comercial caiu 1,27% a R$ 5,2894 na compra e a R$ 5,2906 na venda. O dólar futuro para outubro recua 0,94%, a R$ 5,296 no after-market.

No mercado de juros futuros, o DI para janeiro de 2022 teve queda de cinco pontos-base a 2,79%, o DI para janeiro de 2023 registrou perdas de seis pontos-base a 3,95%, o DI para janeiro de 2025 recuou sete pontos-base a 5,75% e o DI para janeiro de 2027 variou negativamente nove pontos-base a 6,70%.

PUBLICIDADE

Hoje no início do pregão, o detalhamento da reforma administrativa chegou a melhorar o humor do mercado brasileiro, fazendo com que o Ibovespa subisse mais de 1%. O movimento foi posteriormente revertido pelo cenário externo. A reforma pretende acabar com a estabilidade para parte dos novos servidores do Executivo Federal e vedar férias de mais de 30 dias.

Além da reforma administrativa, também chamou atenção a notícia de que o governo Bolsonaro acabou com uma trava colocada pelo ministro da Economia, Paulo Guedes, para conter a expansão de gastos com funcionalismo. Ontem, a Procuradoria Geral da Fazenda Nacional mudou um parecer que restringia recrutamentos até o final do ano que vem, e permitiu a realização de novos concursos.

Pela manhã, foi divulgado o dado de pedidos por seguro-desemprego nos EUA, que foram de 881 mil na semana passada. Este número foi menor que a mediana das expectativas dos economistas compilada no consenso Bloomberg, que apontava para 950 mil requisições do benefício no período. Vale destacar que o método de cálculo foi ajustado.

Gerou otimismo, por outro lado, a notícia de progresso em relação a uma vacina para o coronavírus, com o comprometimento de 76 países ao programa Covax, da Organização Mundial de Saúde (OMS), que vai distribuir as vacinas de forma justa quando estiverem disponíveis.

Entre os indicadores, a produção industrial cresceu 8% em julho na comparação com junho, mostrou o Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). A expectativa mediana dos economistas compilada no consenso Bloomberg era de alta de 5,9% no indicador no mês.

Já na Europa, o Índice de Gerente de Compras (PMI) do Markit mostrou que a atividade econômica cresceu mais que o esperado em agosto, com resultado de 51,9 pontos, ante uma expectativa de 51,6 pontos. Leituras acima de 50 mostram expansão mensal.

Reforma administrativa

A reforma administrativa apresentada pelo Planalto acaba com benefícios como licença-prêmio, aumentos retroativos, férias superiores a 30 dias por ano e adicional por tempo de serviço.

De acordo com o que foi divulgado pela Economia, serão eliminadas ainda a aposentadoria compulsória como punição, o pagamento de parcelas indenizatórias sem previsão legal, adicional ou indenização por substituição não efetiva, redução de jornada sem redução de remuneração, salvo em casos de saúde, a progressão ou promoção baseada exclusivamente em tempo de serviço e a incorporação ao salário de valores referentes ao exercício de cargos e funções.

Trava de Guedes

PUBLICIDADE

Em meio a um esforço para cortar despesas, o governo Bolsonaro acabou com uma trava colocada por Guedes para conter a expansão de gastos com funcionalismo. Ontem, a Procuradoria Geral da Fazenda Nacional mudou um parecer que restringia recrutamentos até o final do ano que vem.

Agora, os novos concursos serão permitidos para preencher cargos abertos, segundo a Folha. A Polícia Federal anunciou concurso para contratar 2 mil agentes, e o presidente disse que deve autorizar a Polícia Rodoviária Federal a seguir o mesmo caminho.

Outro destaque no noticiário nacional foi a apresentação de uma Proposta de Emenda à Constituição (PEC) para permitir a reeleição do presidente do Senado, Davi Alcolumbre (DEM-AP). De acordo com O Estado de S.Paulo, a PEC foi apresentada pela senadora Rose de Freitas (Podemos-ES). A proposta também permite a reeleição do presidente da Câmara.

Também chama atenção a notícia de que o presidente enviou uma mensagem ao ex-ministro da Justiça Sergio Moro, em 12 de abril deste ano, afirmando que ele tivesse a “dignidade para se demitir” caso desejasse contrariar suas posições. De acordo com O Globo, a Polícia Federal obteve a conversa no celular de Moro, entregue para ajudar no inquérito que apura interferências do presidente na PF.

Além disso, oito integrantes da força-tarefa da Operação Lava Jato em São Paulo pediram desligamento nos trabalhos da operação ao procurador-geral da República, Augusto Aras. O pedido ocorreu um dia depois da saída de Deltan Dallagnol da coordenação da força-tarefa de Curitiba.

Radar corporativo

No noticiário corporativo, é divulgada hoje a terceira prévia do Ibovespa, e terão início as negociações das novas ações da Ômega. Além disso, será fixado o preço por unit em oferta do Banco Inter.

A Braskem informou um recorde de vendas de resinas no Brasil, que chegaram a 350 mil toneladas em agosto, enquanto a Invepar divulgou o desempenho dos seus negócios em agosto, com retração superior a 60% no movimento dos aeroportos.

Maiores altas

AtivoVariação %Valor (R$)
HGTX34.1541520.81
BBDC43.9299221.95
AZUL43.6732923.99
BBDC33.4183720.27
SANB113.3821529.65

Maiores baixas

AtivoVariação %Valor (R$)
BTOW3-7.57439102.5
VVAR3-6.8898619.19
TOTS3-5.7956428.12
MGLU3-5.3577288.5
LAME4-5.2211330.86

Ontem, a T4F anunciou a venda de sua participação de 85% na Vicar, empresa que realiza o evento de automobilismo Stock Car. O valor não foi revelado. Também chama atenção a notícia de que o Banco Central deve aprovar o WhatsApp Pay no Brasil, serviço que permitirá a realização de pagamentos por meio da rede social de mensagens, que pertence ao Facebook.

PUBLICIDADE

(Com Agência Estado)

Profissão Day Trader: Quer gerar uma renda extra? Nesta série gratuita, Pam Semezzato explica como se tornar um day trader. Inscreva-se!