Indicadores

Pedidos por seguro-desemprego nos EUA somam 881 mil na última semana com mudança de cálculo

O início da pandemia de coronavírus foi responsável por uma disparada nas requisições de auxílio-desemprego

Aprenda a investir na bolsa

SÃO PAULO – Os Estados Unidos tiveram 881 mil novos pedidos por seguro-desemprego na semana passada, mostrou nesta quinta-feira (3) o Departamento de Trabalho do país.

Este número foi menor que a mediana das expectativas dos economistas compilada no consenso Bloomberg, que apontava para 950 mil requisições do benefício no período.

Contudo, vale destacar, foi alterado o método de cálculo de ajustes sazonais, que são normalmente projetados para suavizar oscilações regulares nos dados, mas que acabaram distorcendo os números por causa da pandemia de coronavírus.

Aprenda a investir na bolsa

O Bureau of Labor Statistics informou na semana passada mudança no método para ajustar os pedidos de seguro-desemprego iniciais de forma a contabilizar as oscilações sazonais no emprego.

Assim, vale destacar, o número se segue aos 1,01 milhão de pedidos na semana anterior, que não é diretamente comparável devido à mudança no metodologia.

O início da pandemia de coronavírus foi responsável por uma disparada nos pedidos de auxílio-desemprego.

 Profissão Day Trader: Quer gerar uma renda extra? Nesta série gratuita, Pam Semezzato explica como se tornar um day trader. Inscreva-se!