Fechamento

Ibovespa fecha em alta puxado por Petrobras e Vale em dia de valorização das commodities; dólar cai a R$ 5,17

Mercado recupera parte das perdas da sexta devido a otimismo com blue chips ligados à extração de materiais

(Shutterstock)

SÃO PAULO – O Ibovespa fechou em alta nesta segunda-feira (26) puxado por Vale (VALE3), que avançou 2,2%, Petrobras (PETR3; PETR4), que teve valorização de 2,7%, e siderúrgicas. No radar, o minério de ferro subiu novamente, enquanto o petróleo ficou entre perdas e ganhos, impulsionando o desempenho das ações de empresas ligadas a essas commodities.

Os investidores também se animaram com a baixa adesão da greve dos caminhoneiros convocada para hoje. De acordo com comunicado do Ministério da Infraestrutura, todas as rodovias federais sob administração do Departamento Nacional de Infraestrutura e Transportes (Dnit), tiveram fluxo livre nesta segunda.

Em relação às commodities, a recuperação da margem do aço na China fez com que o contrato mais negociado do minério de ferro em Dalian fechasse em alta de 0,9%, a 1.136,50 iuanes (US$ 175,22) por tonelada. Foi a primeira valorização da commodity em seis pregões.

No caso do petróleo, o barril do Brent – usado como referência pela Petrobras – fechou em leve alta a US$ 74,50. No after-market, a commodity avança 0,84% a US$ 74,72 o barril. Para mais destaques de ações, clique aqui.

Segundo Jansen Costa, sócio da Fatorial Investimentos, o mercado espera que os resultados de Vale, Gerdau (GGBR4) e Usiminas (USIM5) sejam surpreendentes, de modo que alguns movimentos de compra foram antecipados hoje.

Com isso, a Bolsa se recuperou em parte da queda de 0,87% do principal benchmark da B3 na última sexta-feira (23) e se descolou das bolsas asiáticas e europeias, que majoritariamente caíram com novas medidas da China intervindo nos setores de tecnologia e educação. Os índices americanos, por sua vez apesar de terem aberto em queda, ganharam força ao longo do pregão e encerraram em território positivo.

Na última sexta, a Bolsa caiu quando perspectivas de que o Banco Central fosse elevar mais os juros por conta do avanço acima do esperado da inflação em julho fizeram com que o desempenho da renda variável aqui fosse pior do que lá fora.

Para Jansen Costa, o mercado vai exagerar na subida de juros no curto prazo e os números de indicadores de inflação como o Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA) e o Índice Geral de Preços do Mercado (IGP-M) podem começar a melhorar até o fim do ano.

“Devemos ver a inclinação da curva de juros fechando após dezembro. Espera-se um aumento mais forte agora para que no futuro tenhamos um aperto monetário menor. O que tem que olhar são os dados de IPCA e IGP-M daqui para frente, dado que serão os balizadores para elevações na Selic”, explica.

PUBLICIDADE

No noticiário internacional, a China confirmou que irá tomar medidas para conter o avanço da indústria de tutoria privada pós-escola. Documentos regulatórios do Conselho de Estado e do comitê central do Partido Comunista, datados do dia 19 determinam que instituições de educação estão proibidas de levantar recursos por meio de listagem de ações. Além disso, foram impostas limitações sobre o investimento de capital estrangeiro no setor. O índice Hang Seng, de Hong Kong, caiu 4,13%.

O setor de tecnologia não passou ileso das regulações chineses, com a determinação de que a Tencent deve abrir mão de seus direitos de licenciamento de música, e imposição uma multa à empresa por seu comportamento anticompetitivo.

Também no exterior, atenção para as expectativas em relação à decisão do Comitê Federal de Mercado Aberto (Fomc, na sigla em inglês), que divulga sua decisão de juros na quarta-feira (28). O presidente do Fed, Jerome Powell, fará discurso depois.

O Ibovespa teve alta de 0,76%, a 126.003 pontos com volume financeiro negociado de R$ 22,558 bilhões.

Enquanto isso, o dólar comercial caiu 0,7% a R$ 5,174 na compra e a R$ 5,174 na venda. Já o dólar futuro com vencimento em agosto registra perdas de 0,45% a R$ 5,18 no after-market.

No mercado de juros futuros, o DI para janeiro de 2022 subiu 14 pontos-base a 6,17%, o DI para janeiro de 2023 teve alta de 15 pontos-base a 7,58%, o DI para janeiro de 2025 avançou sete pontos-base a 8,36% e o DI para janeiro de 2027 registrou variação positiva de dois pontos-base a 8,70%.

Voltando ao exterior, o vice ministro do Exterior chinês afirmou durante conversas com o secretário de Estado americano que a relação entre os dois países “estão em um impasse, e enfrentam sérias dificuldades”. A fala consta em um release à imprensa divulgado pelo Ministério de Assuntos Exteriores da China.

Investidores também continuam a acompanhar a propagação da variante Delta do coronavírus na Ásia. No domingo a Indonésia estendeu as restrições no país por mais uma semana, segundo informações da agência internacional de notícias Reuters.

PUBLICIDADE

A Coreia do Sul implementará o seu segundo nível mais alto de restrições a partir de terça, segundo informações divulgadas pela agência local de notícias Yonhap. Em Tóquio, o número de novos casos de coronavírus em um único dia ultrapassa a marca de 1.000 há seis dias, segundo o veículo Kyodo News.

Nesta segunda, a fabricante de veículos elétricos Tesla divulga seus resultados após o fechamento. Na semana passada, o CEO Elon Musk afirmou que a companhia provavelmente passará a aceitar Bitcoins para a compra de veículos novamente. As falas do executivo a respeito da criptomoeda vêm tendo forte impacto sobre esse ativo.

Na terça, Apple, Microsoft e Alphabet, dona do Google, também devem divulgar seus resultados. Na semana, Facebook e Amazon também divulgam seus relatórios de desempenho.

Na quinta, o Departamento do Comércio americano divulgará dados sobre o Produto Interno Bruto (PIB) no segundo trimestre nos Estados Unidos.

Relatório Focus

Os economistas do mercado financeiro elevaram levemente suas projeções para o crescimento do PIB para 2021, revelou o Relatório Focus do Banco Central. De uma expansão de 5,27% na semana passada, agora a mediana das projeções indica avanço de 5,29%. Para 2022, as expectativas se mantiveram em alta de 2,1%.

Já em relação ao IPCA as projeções foram elevadas de 6,31% para 6,56% depois do forte dado do IPCA-15 divulgado na última sexta. As expectativas para o IPCA em 2022 subiram de 3,75% para 3,8%.

Sobre o dólar, a mediana das previsões subiu de R$ 5,05 para R$ 5,09 para o valor da moeda no fim do ano de 2021. Para o fim de 2022 as estimativas se mantiveram em R$ 5,20.

Por fim, a mediana das projeções para a taxa básica de juros, Selic, foi elevada de 6,75% ao ano para 7,00% ao ano ao final de 2021. Para 2022 as expectativas seguem em 7,00% ao ano.

Covid e CPI da Covid

PUBLICIDADE

Na segunda (26), a média móvel de mortes por Covid em 7 dias no Brasil ficou em 1.105, queda de 15% em comparação com o patamar de 14 dias antes. Em apenas um dia, foram registradas 499 mortes. As informações são do consórcio de veículos de imprensa que sistematiza dados sobre Covid coletados por secretarias de Saúde no Brasil, que divulgou, às 20h, o avanço da pandemia em 24 h.

A média móvel de novos casos em sete dias foi de 44.685, o que representa estabilidade em relação ao patamar de 14 dias antes. Em apenas um dia foram registrados 18.714 casos.

Chegou a 95.480.308 o número de pessoas que receberam a primeira dose da vacina contra a Covid no Brasil, o equivalente a 45,09% da população. A segunda dose ou a vacina de dose única foi aplicada em 37.549.091 pessoas, ou 17,73% da população.

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) suspendeu na noite de sexta-feira os estudos clínicos da vacina indiana contra Covid-19 Covaxin no país, de forma cautelar, depois que o laboratório responsável pelo imunizante, Bharat Biotech, rompeu os laços com seu representante no Brasil.

A agência ressaltou que voluntários brasileiros não foram vacinados com o imunizante. Ao anunciar o fim do acordo com a Precisa, a Bharat informou que continuaria a trabalhar com a Anvisa para completar o processo de obtenção de aprovação regulatória da vacina no Brasil.

As negociações para compra da Covaxin pelo Ministério da Saúde tornaram-se alvo da CPI da Covid no Senado, por suspeitas de irregularidades, o que levou a pasta a suspender o contrato para compra do imunizante, após o empenho orçamentário de R$ 1,6 bilhão para pagar pelo fornecimento das doses da vacina.

A Bharat Biotech afirma ter oferecido a vacina Covaxin diretamente ao governo brasileiro a US$ 15 por dose, que seria o menor valor de venda internacional praticado pelo laboratório, e afirmou não ter envolvimento com os problemas da Precisa no Brasil.

Também na sexta, o Ministério Público Federal do Distrito Federal informou que abriu um inquérito civil para apurar suspeita de pedido de propina por parte do então diretor de Logística do Ministério da Saúde Roberto Ferreira Dias para a aquisição de vacinas contra a Covid-19.

Em portaria publicada na sexta no Diário Oficial, a procuradora da República Melina Castro Montoya Flores cita que há diligências a serem tomadas para se formar uma convicção do caso e determinou a conversão da apuração preliminar em um inquérito civil.

Ela afirma que Dias e outros agentes públicos e privados serão investigados por possíveis atos de improbidade administrativa “em razão de suposta solicitação de vantagem econômica indevida de 1 dólar por dose de vacina, em negociação para aquisição de vacinas contra a Covid-19, travada com Luiz Paulo Dominguetti Pereira, suposto representante da empresa Davati Medical Supply”. Em nota, a defesa de Roberto Dias afirmou que a decisão é uma oportunidade de esclarecer o caso.

O caso envolvendo o suposto pedido de propina por Roberto Dias foi revelado em reportagem do jornal Folha de S.Paulo, o que levou o dirigente a deixar o Ministério da Saúde.

Dias posteriormente depôs na CPI da Covid do Senado, negando as acusações. Ele chegou a ser alvo de um pedido de prisão determinado pelo presidente da comissão, senador Omar Aziz (PSD-AM), por considerar que ele cometeu crime de falso testemunho. Posteriormente teve a prisão relaxada após pagar fiança.

Mais cedo nesta segunda, o portal UOL divulgou partes da conversa realizada entre WhatsApp entre o policial militar de Minas Gerais Luiz Paulo Dominghetti, que até pouco tempo se apresentava em Brasília como representante comercial informal da Davati Medical Supply, e seu pai, Paulo César Pereira, realizadas entre os dias 25 e 26 de fevereiro.

Em troca de mensagens, que faz parte das evidências levantadas pela CPI da Covid no Senado, Pereira questiona o policial militar sobre Roberto Ferreira Dias: “o Roberto Dias, é gente boa? Mata no peito é sai jogando…”, no que Dominghetti responde “Espetacular”.

Essas mensagens foram trocadas no dia 26 de fevereiro, menos de 24h após um jantar no restaurante Vasto, em Brasília. Em entrevista à Folha e em depoimento à CPI da Covid, o cabo da PM de Minas afirmou que no jantar Dias teria solicitado propina de US$ 1 por dose para levar o negócio com a Davati adiante. O PM disse que a sugestão ilegal foi inviabilizada porque os fornecedores da Davati não aceitaram alterar o preço fixado originalmente, que seria de 400 milhões de doses, cada uma por US$ 3,5.

As conversas com o pai ocorreram em um momento em que Dominghetti supostamente participava de reuniões na sede do Ministério da Saúde em Brasília. Ele chegou a dizer para o pai que tinha planos de montar um escritório e comprar uma casa na capital. Mas, aos poucos, relata supostas travas com os técnicos da pasta.

Dias não respondeu a questionamentos feitos pela reportagem do UOL, mas negou anteriormente ter cometido quaisquer irregularidades. Ele afirma que o negócio não andou por falta de documentação complementar por parte da Davati. Senadores governistas afirmam que conversas com a empresa seriam apenas tratativas iniciais.

No domingo, a cúpula da CPI da Covid no Senado divulgou o seu calendário para a primeira semana após o recesso. No dia 4 de agosto, o sócio da Precisa Medicamentos, Francisco Maximiano, deverá ser o primeiro a depor; no dia seguinte, será a vez de Túlio Silveira, advogado que representa a empresa. Também na primeira semana, a CPI deverá convocar Amilton Gomes de Paula, o reverendo que teria negociado em nome do governo 400 milhões de doses da vacina desenvolvida em parceria entre Astrazeneca e Universidade de Oxford.

Reformas do IR e ministerial

De acordo com a Folha de S. Paulo, o governo estuda desvincular temporariamente a aprovação do novo Bolsa Família da reforma do IR. A ideia inicial era financiar o aumento do programa social principalmente pelo recolhimento de tributos sobre dividendos. Com isso, alguma fonte temporária de recursos deve sustentar a medida até a aprovação da reforma.

Já o jornal Valor destaca que o Ministério de Emprego e Previdência, a ser comandado por Onyx Lorenzoni (DEM), ameaça tirar cerca de 85% do orçamento atualmente controlado pelo ministro da Economia, Paulo Guedes. Há esperanças entre os membros da Economia de que a pasta retorne ao status de secretaria sob seu comando em abril, quando Onyx deverá se candidatar ao governo do Rio Grande do Sul.

Os caminhoneiros, por sua vez, iniciaram atos pelo país, mas greve geral segue improvável na visão do governo.

Ainda no radar político, o presidente Jair Bolsonaro (sem partido) afirmou na sexta-feira que o PP passou a ser uma alternativa de filiação para que ele se candidate à reeleição no ano que vem. Em entrevista a uma rádio do Mato Grosso do Sul, Bolsonaro afirmou que ainda está em busca de um partido que “possa chamar de seu” e no qual ele tenha o domínio para disputar a reeleição. Ele disse, no entanto, que essa busca está difícil.

“Está difícil, quase impossível. Então, o PP passa a ser uma possibilidade de filiação nossa”, disse Bolsonaro, ao ser questionado sobre a ida do senador Ciro Nogueira (PI), presidente do PP, para a Casa Civil.

No sábado, manifestantes voltaram às ruas de diversas cidades do país. Eles pediram o impeachment do presidente Bolsonaro, em novos protestos que ocorrem em meio a uma crise enfrentada pelo governo e ameaças à realização da eleição do ano que vem.

Os protestos ocorreram dois dias após o ministro da Defesa, general Walter Braga Netto, negar relatos de que teria feito chegar ao presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira (PP-AL), ameaças de que não haveria eleição no ano que vem sem a aprovação da proposta de voto impresso, que tramita na Casa.

Segundo reportagem do jornal O Estado de S. Paulo, Braga Netto teria feito chegar a Lira, por meio de interlocutores, que as eleições de 2022 não aconteceriam sem a aprovação da Proposta de Emenda à Constituição que prevê a implementação do voto impresso no país, em linha com o que tem sido afirmado recentemente por Bolsonaro.

Convocadas em mais de 500 cidades por movimentos sociais, entidades estudantis, partidos políticos e centrais sindicais, as manifestações têm a intenção de reforçar a pressão para que Lira dê andamento a um processo de impeachment contra Bolsonaro.

“Quero seu impeachment por ser um governo corrupto e genocida. Pela educação, pela saúde, contra o genocídio indígena e negro e contra as privatizações”, disseram os organizadores do “Fora Bolsonaro” no Twitter.

A rejeição a Bolsonaro atingiu 51% este mês, segundo pesquisa Datafolha divulgada no começo do mês, o maior índice registrado pelo instituto desde o início do mandato presidencial.

Para tentar estancar a crise, Bolsonaro anunciou nesta semana que fará mudanças em seu ministério e vai trazer de vez o centrão para dentro do Palácio do Planalto, com o convite, já aceito, para o senador Ciro Nogueira assumir a Casa Civil.
Também no sábado, Bolsonaro fez um passeio de moto no Distrito Federal e posou para fotos com alguns apoiadores, de acordo com vídeo publicado nas redes sociais. O presidente estava acompanhado pelos ministros Braga Neto e o general Luiz Eduardo Ramos (Casa Civil).

No Rio de Janeiro, o ato contra Bolsonaro reuniu centenas de manifestantes para uma caminhada entre o monumento de Zumbi dos Palmares até a Igreja da Candelária, no centro. Além dos tradicionais gritos e faixa de “Fora Bolsonaro” e “Genocida”, houve críticas ao ritmo da vacinação no país e ataques às negociações suspeitas para aquisição de imunizantes levantadas pela CPI da Covid.

Também houve protestos pela manhã em Salvador, Recife e Goiânia, e mais tarde em São Paulo e outras cidades.

Radar corporativo

O noticiário corporativo é movimentado, com a estreia das ações da LiveTech, que opera com tecnologia wireless e segurança predial eletrônica, com o preço a R$ 23,20. A Agrogalaxy também estreará na B3, com o IPO precificado a R$ 13,75.

A temporada de resultados também ganha força. Na noite de sexta-feira, a Hypera divulgou seus números para o segundo trimestre: a empresa registrou lucro líquido de R$ 470,6 milhões no período, uma alta de 18,7% na comparação com o mesmo período do ano passado. Após o fechamento desta segunda, serão revelado os números da TIM e da EDP Brasil.

Maiores altas

AtivoVariação %Valor (R$)
USIM53.5643620.92
CSNA33.5417647.36
EMBR33.5116219.16
BRAP43.5106179.02
GGBR43.4482831.8

Maiores baixas

AtivoVariação %Valor (R$)
AMER3-5.1804253.08
EZTC3-2.5877327.48
LAME4-2.557547.62
VVAR3-2.4840313.74
MGLU3-2.4778822.04

Atenção ainda para a Braskem: segundo a coluna do Broad, o processo para a venda da petroquímica pela Novonor (ex-Odebrecht) entrou na fase de seleção das ofertas, já que teria sido decidido o modelo de “fatiamento” do grupo. A unidade da petroquímica na Alemanha pode entrar no pacote americano, que tem o grupo petroquímico holandês Lyondellbasell como interessado. Segundo a coluna, há dúvidas se a unidade mexicana, a Braskem Idesa, será vendida com a operação da empresa no Brasil, nos Estados Unidos ou mesmo separadamente, com a Pemex, a petrolífera estatal daquele país, comprando e integrando o petróleo com a petroquímica. A Novonor detém 50,1% do capital votante e 38,3% do capital total da Braskem. A operação está sendo conduzida pelo Morgan Stanley.

Na sexta, o Ministério Público de Minas Gerais recomendou uma revisão de empréstimos realizados pelas mineradoras Vale e BHP à sua controlada Samarco, pois acredita que as duas gigantes também podem ser responsáveis pelo pagamento de reparações pelo rompimento de barragem em Mariana (MG) em 2015. O MP também se posicionou pela rejeição de novo crédito na modalidade DIP de R$ 1,2 bilhão proposto pelas gigantes da mineração, no âmbito do processo de recuperação judicial.

O posicionamento do órgão ocorreu a pedido da Justiça, após um grupo de credores da Samarco questionar dívidas contraídas pela empresa junto às suas donas para fazer frente aos pagamentos de reparações pelos danos causados pelo rompimento mortal da barragem.

Além disso, a Vale informou na sexta que recebeu da Agência Nacional de Mineração (ANM) um termo de desinterdição que libera as operações definitivas das plantas de beneficiamento, pelotização e lavra na Área 15 da mina de Fábrica, em Ouro Preto (MG). Segundo a companhia, a retomada do processamento a úmido em Fábrica permite a manutenção da produção próxima à capacidade nominal da planta de beneficiamento, de 6 milhões de toneladas por ano.

A instalação operava desde abril em regime de testes, via processamento a úmido, para avaliação de impactos geotécnicos nas estruturas próximas.

Segundo informações obtidas pela agência Reuters com três fontes com conhecimento sobre o assunto, a BKR Ambiental, que tem como acionistas a canadense Brookfield Asset Management e o fundo de indenizações trabalhistas FI-FGTS, fechou a contratação de bancos para uma oferta pública inicial de ações (IPO na sigla em inglês).

A Brookfield é a controladora da BRK, com 70% do capital da empresa, enquanto o FI-FGTS, administrado pela Caixa Econômica Federal, detém o restante. Segundo uma das fontes, a oferta de ações pode totalizar cerca de R$ 3 bilhões. Segundo as fontes, BTG Pactual, Caixa Econômica Federal, Itaú Unibanco, Bradesco, Citigroup e Santander vão coordenar a oferta.

(com Reuters e Estadão Conteúdo)

Guilherme Benchimol revela os segredos de gestão das maiores empresas do mundo no curso gratuito Jornada Rumo ao Topo. Inscreva-se já.