5 assuntos

Futuros dos EUA sobem, petróleo cai com Arábia Saudita preparada para subir produção; PIB do Brasil e mais assuntos do mercado hoje

Atenção ainda para os dados de emprego privado e dados de auxílio desemprego nos EUA

Por  Equipe InfoMoney -

Os índices futuros de Nova York e bolsas da Europa sobem na manhã desta quinta-feira (2), com investidores atentos a ADP, emprego no setor privado nos EUA, depois que o Federal Reserve apontou no Livro Bege que o mercado de trabalho “apertado” é seu principal desafio na luta contra a escalada dos preços.

A bolsa do Reino Unido estará fechada nesta quinta e sexta-feira para as celebrações do Jubileu de Platina da Rainha.

Na Áustria, a reunião da Opep+ divulgará a qualquer momento a decisão sobre um aumento ou não da produção de petróleo, em meio à crise de abastecimento energético que assusta o mundo e o Brasil.

Os preços do petróleo registram baixa depois que o Financial Times informou que a Arábia Saudita está preparada para aumentar a produção de petróleo se a produção da Rússia cair significativamente após as sanções da União Europeia.

Por aqui, o dado mais aguardado é o Produto Interno Bruto (PIB) do primeiro trimestre de 2022, com consenso Refinitiv apontando para alta de 1,2% frente o quarto trimestre de 2021 e alta anual de 1,8%.

Confira mais destaques:

1. Bolsas Mundiais

Estados Unidos

Os índices futuros dos EUA operam em alta nesta manhã de quinta-feira (2), com os investidores avaliando as perspectivas econômicas, antes da divulgação de dados de emprego privado (ADP) e pedidos de seguro-desemprego.

Os três principais índices de Wall Street fecharam em baixa na quarta-feira. A atenção aos dados econômicos mais recentes segue no radar em meio aos sinais de que eles podem não contribuir para tirar o banco central dos Estados Unidos de seu ciclo agressivo de alta da taxa de juros para domar a inflação muito acima do desejado.

Na véspera, o Livro Bege mostrou que a economia na maioria das regiões dos EUA se expandiu em um ritmo modesto ou moderado de abril até o fim de maio, com sinais de que os esforços da instituição financeira para esfriar a demanda começaram a ser sentidos.

O CEO do JPMorgan Chase, Jamie Dimon, alertou ontem que a economia americana enfrenta incerteza, em parte porque estímulos sem precedentes continuam a desempenhar um papel.

Ele afirmou que há um “furacão econômico se formando”. Por exemplo, disse ele, a guerra na Ucrânia continua a agitar os mercados de commodities e pode elevar os preços do petróleo acima de US$ 150 o barril. “Aquele furacão está bem ali na estrada vindo em nossa direção”, disse Dimon. “Só não sabemos se é uma pequena tempestade ou a Supertempestade Sandy. Você tem que se preparar”.

Veja o desempenho dos mercados futuros:

  • Dow Jones Futuro (EUA), +0,34%
  • S&P 500 Futuro (EUA), +0,49%
  • Nasdaq Futuro (EUA), +0,63%

Ásia

Os mercados asiáticos encerraram a sessão de hoje (2) sem direção única. Na China continental, o Shanghai Composite fechou em alta de 0,42%, a 3.195,46, enquanto o Shenzhen Component ganhou 0,667%, a 11.628,31.

  • Shanghai SE (China), +0,42%
  • Nikkei (Japão), -0,16%
  • Hang Seng Index (Hong Kong), -1,00%
  • Kospi (Coreia do Sul), -1,00%

Europa

Os mercados europeus sobem nesta quinta-feira, com os traders continuando a avaliar novos dados sobre inflação e atividade econômica.

O FTSE 100 do Reino Unido foi fechado na quinta e sexta-feira para as celebrações do Jubileu de Platina da Rainha.

Investidores europeus ainda estão digerindo os números de inflação da zona do euro, que atingiram 8,1% em maio , superando as expectativas e marcando o sétimo recorde consecutivo. Os investidores estão acompanhando de perto o  Banco Central Europeu  em busca de dicas sobre o ritmo e a escala dos aumentos das taxas de juros necessários para conter os preços ao consumidor.

  • FTSE 100 (Reino Unido), fechado por feriado
  • DAX (Alemanha), +0,79%
  • CAC 40 (França), +0,89%
  • FTSE MIB (Itália), +0,30%

Commodities

As cotações do petróleo recuam após uma notícia de que a Arábia Saudita está preparada para aumentar a produção de petróleo se a produção da Rússia cair significativamente após as sanções da União Europeia.

Segundo reportagem do Financial Times, a Arábia Saudita está ciente dos riscos de uma escassez de oferta e que “não é do seu interesse perder o controle dos preços do petróleo”.

  • Petróleo WTI, -2,07%, a US$ 112,87 o barril
  • Petróleo Brent, -2,19%, a US$ 113,74 o barril
  • Minério de ferro negociado na bolsa de Dalian teve alta de 3,77%, a 935,50 iuanes, o equivalente a US$ 131,95

Bitcoin

  • Bitcoin, -5,29% a US$ 29.939,76 (em relação à cotação de 24 horas atrás)

2. Agenda

Nesta quinta-feira (2), sai o Produto Interno Bruto (PIB) do primeiro trimestre de 2022. A Fundação Getúlio Vargas (FGV), em seu Monitor do PIB, prevê crescimento de 1,5% na atividade econômica do período, comparando com o quarto trimestre de 2021, puxado pelo setor de serviços.

Leia mais: PIB do 1º trimestre deve subir mais de 1% puxado por crescimento do consumo e alta das commodities

O Bradesco prevê crescimento um pouco maior, de 1,7%, na comparação com o trimestre anterior. “O resultado deverá ser impulsionado especialmente pelo avanço do consumo das famílias no período”, dizem os analistas do banco. O Itaú, por sua vez, aposta em um crescimento de 1,3% entre os trimestres.

O Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) também divulga seu Índice de Preços ao Produtor (IPP).

Brasil

5h: IPC-Fipe

9h: PIB trimestral, consenso Refinitiv aponta alta mensal de 1,2% e alta anual de 1,8%

9h: Índice de preços ao produtor de abril

11h: Paulo Guedes, ministro da Economia, despacho com o secretário Especial de Comércio Exterior e Assuntos Internacionais, Roberto Fendt

12h: Guedes se reúne com o Deputado Federal, Luiz Philippe de Orleans e Bragança (PL/SP)

14h: Campos Neto participa de reunião com representantes da Associação Zetta para tratar de assuntos institucionais

15h30: Campos Neto participa de reunião com Robert Citrone, CEO da Discovery Capital Management para tratar de assuntos institucionais.

16h: Bolsonaro e Guedes participam de reunião do Conselho do Programa de Parcerias de Investimentos – CPPI

EUA

9h15: Empregos privados ADP, consenso Refinitiv aponta para criação de 300 mil vagas

9h30: Pedidos de seguro-desemprego semanal, consenso Refinitiv aponta para 210 mil solicitações

11h: Variação nas encomendas à indústria mensal

12h: Variação de estoques de petróleo EIA semanal

3. Senado aprova PL que devolve valores pagos a mais na conta de luz

O Senado aprovou na quarta-feira (1) um projeto de lei (PL) que prevê a devolução de valores de tributos excedentes recolhidos pelas empresas de distribuição de energia elétrica. Na prática, a medida pode reduzir o valor da conta de luz para o consumidor. Projeto segue para a Câmara.

De acordo com o texto aprovado, a Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) implementará a destinação dos créditos referentes ao Programa de Integração Social e de Formação do Patrimônio do Servidor Público (PIS/Pasep) e à Contribuição sobre o Financiamento da Seguridade Social (Cofins) que as empresas cobraram a mais de seus usuários. Essa destinação, segundo o projeto ocorrerá na forma de redução de tarifas.

Câmara aprova MP que altera tributação de PIS e Cofins sobre etanol

A Câmara aprovou a medida provisória (MP) que reformula a tributação de Programa de Integração Social (PIS) e Contribuição para o Financiamento da Seguridade Social (Cofins) sobre álcool combustível vendido por cooperativas diretamente ao setor varejista. O texto segue para análise do Senado.

Decreto de calamidade

A quatro meses da eleição, uma ala do governo Bolsonaro defende a decretação de estado de calamidade pública, sob o pretexto de barrar a alta no preço dos combustíveis, segundo a Folha. O objetivo é assegurar a abertura de créditos extraordinários, que permitem o uso de recursos fora do teto de gastos, para custear subsídios aos preços ou pagar auxílios a caminhoneiros, entregadores e motoristas de aplicativos. A guerra na Ucrânia e a possibilidade de desabastecimento de diesel são usadas como justificativas para a medida.

4. Covid

Na última quarta, o Brasil registrou 121 mortes e 41.755 casos de covid-19 em 24h, segundo informações do consórcio de veículos de imprensa, às 20h.

A média móvel de mortes por Covid em 7 dias no Brasil ficou em 105, recuo de 7% em comparação com o patamar de 14 dias antes.

A média móvel de novos casos em sete dias foi de 31.314, o que representa alta de 96% em relação ao patamar de 14 dias antes.

Chegou a 166.188.959 o número de pessoas totalmente imunizadas contra a Covid no Brasil, o equivalente a 77,36% da população.

O número de pessoas que tomaram ao menos a primeira dose de vacinas atingiu 178.509.073 pessoas, o que representa 83,09% da população.

A dose de reforço foi aplicada em 92.980.330 pessoas, ou 43,28% da população.

5. Radar Corporativo

GPA (PCAR3)

O Conselho de Administração do GPA (PCAR3) aprovou a adesão ao programa de recompra de ações de sua controlada Éxito.

Segundo comunicado, a decisão foi tomada em função da alta valorização de Éxito em virtude do preço sugerido de suas ações, conforme pautado na avaliação conduzida por consultoria externa.

Atualmente, o GPA detém 96,57% do capital social de Éxito, sendo 91,57% detidos diretamente pelo GPA e os remanescentes 5,00% detidos pela sua subsidiária GPA2. Dessa forma, considerando que o plano de recompra permite que cada acionista de Éxito venda até 3,40% de sua participação, GPA venderá 13.935.798 ações e GPA2 venderá 760.927 ações.

Considerando o valor de venda de cada ação, o valor bruto total de venda equivalerá a aproximadamente R$ 386,7 milhões.

Inter (BIDI11)

O Banco Central (BC) homologou a reorganização societária do Inter, aprovada em assembleia geral extraordinária no último dia 12 de maio.

Na assembleia, foi aprovada a reorganização societária com vistas à migração da base acionária do Inter para a Inter & Co, Inc., sociedade constituída de acordo com as leis da jurisdição de Cayman, com a listagem de suas ações no índice Nasdaq, da bolsa de valores nos Estados Unidos, e com negociação de certificados de BDRs Nível I, lastreados em Class A Shares de emissão da Inter&Co, na B3 (B3SA3).

Porém, ainda há outros passos a serem traçados, como verificação (ou renúncia, conforme o caso) do cumprimento das condições precedentes ao desembolso, em favor da Inter Holding Financeira S.A., de financiamento a ser por ela contratado junto a instituições financeiras, no valor de até R$ 1,150 bilhão, para fazer frente ao resgate das ações preferenciais resgatáveis da HoldFin correspondentes à Opção Cash-Out.

MRS Logística

O Tribunal de Contas da União (TCU) deu aval ao processo de renovação antecipada, por mais 30 anos, da concessão da ferrovia operada pela MRS Logística, malha ferroviária de 1,6 mil km que atravessa os Estados de Minas Gerais, Rio de Janeiro e São Paulo. De acordo com a empresa, quase 20% do que é exportado pelo Brasil e um terço de toda a carga transportada por trens no País passam pelos trilhos da MRS.

Com a renovação, a companhia, que administra a concessão desde 1996, vai operar o ativo até 2056.

Petrobras (PETR3;PETR4)

A Petrobras (PETR3;PETR4) assinou contrato para a compra da participação da Edison (50%) na sociedade Ibiritermo, pelo preço de R$ 1,00, em cumprimento ao Contrato de Conversão de Energia, firmado em 21 de junho de 2002 com a Ibiritermo S.A..

Adicionalmente, na conclusão da transação, a Petrobras efetuará o pagamento de compensação por parte do capital social no valor de R$ 2,5 milhões à Edison S.p.A., nos termos previstos no contrato de compra e venda de ações, e o ECC será encerrado, com a transferência da Usina Termelétrica Ibirité (UTE Ibirité) para a Petrobras, único ativo da Ibiritermo, o qual desde a celebração do ECC é operado pela Petrobras.

Leia também: Fatiar Petrobras pode não ser o melhor modelo de privatização, diz conselheiro

A Petrobras já possui participação de 50% na Ibiritermo S.A. e, após a conclusão da transação, a estatal passará a deter 100% das ações da Ibiritermo S.A. e a propriedade exclusiva da UTE Ibirité.

(Com Estadão, Reuters e Agência Brasil)

Oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje. Assista aqui.

Compartilhe