Por Dentro dos Resultados

Exploração pode ser ‘cereja no bolo’ para gerar crescimento, já que petróleo ainda terá relevância por muito tempo, diz CEO da Enauta

Décio Oddone participou de live do InfoMoney e explicou como a guerra entre Ucrânia e Rússia afeta o setor: investimentos são o foco

Por  Renan Crema -

O bom momento do setor de petróleo e gás requer investimentos. E a Enauta (ENAT3) sabe disso. Em live do InfoMoney, Décio Oddone, CEO da companhia, disse que ela pretende comprar novos ativos em produção para aumentar a geração de caixa, e o segmento de exploração pode ser uma “cereja no bolo para o crescimento de longo prazo”.

A live faz parte do projeto Por Dentro dos Resultados, em que o InfoMoney entrevista CEOs e diretores de importantes companhias de capital aberto, no Brasil ou no exterior. Eles falam sobre o balanço do quarto trimestre de 2021 e sobre perspectivas. Para acompanhar todas as entrevistas da série, se inscreva no canal do InfoMoney no YouTube.

Leia também:

“Hoje a Enauta tem uma geração de caixa que é suficiente para a gente seguir com os projetos que a gente tem, mas eu gostaria que fosse maior. Por isso a nossa ideia de comprar mais ativos geradores de caixa”, disse.

“Nós temos o projeto de Atlanta, que nos vai permitir produzir 50 mil barris em 2024. É um projeto extraordinário que a gente tem e que tem poucos aqui no Brasil. Para companhias do nosso porte não tem nenhum. E depois nós temos a exploração, que pode ser a cereja do bolo para gerar crescimento no longo prazo”, completou o CEO.

As projeções da Enauta para implementação do Sistema Definitivo no campo de Atlanta (BS-4), na bacia de Santos, no Rio de Janeiro, são para meados de 2024. A companhia assumiu 100% da operação de Atlanta em 2021, após o fim de um imbróglio que envolveu a OGX e a Barra Energia.

“Não temos mais nenhuma pendência em relação ao contrato de concessão. Fizemos um acordo com a Barra Energia, recebemos US$ 2 milhões e foi encerrada toda a disputa em relação ao campo”, garantiu Oddone.

Ainda sobre Atlanta, ele contou que o retorno do funcionamento do terceiro poço do Sistema de Produção Antecipada deve acontecer em meados de 2022 e um quarto poço entrará em funcionamento no início de 2023.

A companhia iniciou o Sistema de Produção Antecipada assim que descobriu a reserva, em 2018, como forma de analisar o potencial produtivo para, ao fim deste, migrar para o Sistema Definitivo.

Aquisições e dividendos

A Enauta fechou 2021 com um lucro líquido na casa de R$ 1,4 bilhão, número 18 vezes maior do que o registrado no período anterior. De acordo com o CEO, a empresa quer utilizar o que tem em caixa para desenvolver o campo de Atlanta e fazer aquisições, ainda que o preço elevado do petróleo possa dificultar movimentos de M&A.

“Como estávamos numa fase sem investimentos relevantes, pagamos dividendos altos até o ano passado e agora, estamos cumprindo a política de acionistas, que é de 15 centavos por ação. Vamos usar o caixa para desenvolver Atlanta e fazer aquisições”, disse.

Sobre a guerra na Ucrânia, o CEO enfatizou que demanda atenção. A Rússia é o terceiro país que mais produz petróleo no mundo e responsável por 40% do gás que abastece a Europa. Com os ataques à Ucrânia, entretanto, vários países anunciaram sanções à importação de produtos russos, o que fez aumentar a volatilidade, principalmente no preço do barril do petróleo.

Na opinião de Oddone, que já foi presidente da ANP (Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis), esse quadro de volatilidade extrema vai passar, mas a crise da Ucrânia vai deixar consequências geopolíticas duradouras. Como exemplo ele citou a Alemanha, que vai passar a depender menos da Rússia e importar gás de outras fontes.

Para ele, os desdobramentos do conflito trarão maior interesse por investimentos em petróleo e gás do que o do período mais recente. “Como sociedade, teremos que repensar como se dará o processo transição energética para as fontes renováveis, porque petróleo e gás ainda terão relevância por um longo período”, afirmou.

Oddone falou ainda sobre a exploração nos campos de Manati, na Bahia, e SEAL (Sergipe-Alagoas), e analisou perspectivas para o preço do petróleo com o decorrer do conflito entre Rússia e Ucrânia. Assista à live completa acima, ou clique aqui.

Oportunidade de compra? Estrategista da XP revela 6 ações baratas para comprar hoje. Assista aqui.

Compartilhe