Com qual abastecer?

Etanol volta a ser mais competitivo que a gasolina em 4 estados

Na média nacional o biocombustível está com paridade de 70,42% em relação à gasolina e segue menos favorável que o derivado do petróleo

Por  Estadão Conteúdo -

O número de estados em que o etanol é mais competitivo do que a gasolina aumentou de dois para quatro em uma semana, aponta levantamento da Agência Nacional do Petróleo, Gás Natural e Biocombustíveis (ANP) compilado pelo AE-Taxas.

Agora, além de Goiás e Mato Grosso — onde a comparação já era favorável ao biocombustível na semana anterior —, Minas Gerais e São Paulo também entraram para a lista.

Leia também:

O preço do etanol tem de ser no mínimo 30% mais barato que o da gasolina para ser considerado vantajoso. Em Goiás, a paridade é de 66,76% atualmente; em São Paulo, de 69,14%; em Mato Grosso, de 69,44%; em Minas Gerais, de 69,92%.

Na média dos postos pesquisados no país, o etanol está com paridade de 70,42% em relação à gasolina, portanto ligeiramente menos favorável do que o derivado do petróleo.

Apesar do cálculo padrão para definir qual combustível é mais vantajoso abastercer, executivos do setor dizem que o etanol pode ser competitivo com paridade maior do que 70%, a depender do veículo em que o biocombustível é utilizado.

Etanol mais barato

Os dados da ANP também mostram que o preço médio do etanol hidratado recuou 1,99% nos postos pesquisados em todo o país, de R$ 5,186 para R$ 5,083 litro, uma queda de R$ 0,103 na semana passada em relação à anterior.

Os preços médios caíram em 19 estados e subiram em 9 estados e no Distrito Federal.

Em São Paulo, principal produtor e consumidor do combustível e estado com mais postos avaliados, o preço médio caiu ainda mais, 2,72% (para R$ 4,765 o litro). Já Goiás teve o maior recuo porcentual, de 2,96% (para R$ 4,951 o litro).

São Paulo registrou também o menor preço médio estadual (R$ 4,765) e o posto com o litro do etanol mais barato do Brasil  (R$ 4,07). O Rio Grande do Sul tem o maior preço médio estadual (R$ 6,524).

O preço médio do litro do etanol já caiu 8,23% em um mês, segundo a ANP. O estado com a maior queda mensal também foi São Paulo, com redução de 10,90% do preço nas bombas.

Cadastre-se na IMpulso e receba semanalmente um resumo das notícias que mexem com o seu bolso — de um jeito fácil de entender:
Concordo que os dados pessoais fornecidos acima serão utilizados para envio de conteúdo informativo, analítico e publicitário sobre produtos, serviços e assuntos gerais, nos termos da Lei Geral de Proteção de Dados.
check_circle_outline Sua inscrição foi feita com sucesso.
error_outline Erro inesperado, tente novamente em instantes.

Leia também:

Compartilhe